Porto com normas de segurança deve ser construído em 45 dias. Embarcações terão que cumprir algumas regras.

Em 15 dias um novo encontro servirá para que o estado apresente um balanço de contas para que os trabalhadores saibam o que é possível executar no curto, no médio e no longo prazo (Foto: assessoria)
 Agência de Notícias do Acre

Equipes do governo do Estado do Acre receberam na quarta-feira, 19, os três sindicatos dos trabalhadores em Educação. Na pauta, a abertura de um diálogo para atender a reivindicações das categorias, tanto no âmbito financeiro quanto no administrativo, beneficiando todos os professores e servidores técnicos da pasta.

Entre os temas principais deste primeiro encontro estiveram a equiparação do piso salarial para os professores do magistério, que hoje é de R$ 2.877,00 em nível nacional, além da partilha de R$ 30 milhões em recursos, que hoje são destinados ao pagamento da Valorização de Desempenho Profissional, a VDP, para complementar um reajuste salarial que seja uniforme a todos os servidores. Há ainda a proposta de destinar 30% dos recursos da VDP para o pagamento da regência em sala de aula.

___________

Segundo Alysson Bestene, secretário de Estado de Relações Políticas e Institucionais, o governo do estado estará sensível às reivindicações, “com muita transparência, respeitando a categoria e com dedicação às pautas” levantadas pelos representantes sindicais.

___________

Ficou acertado, por exemplo, que em 15 dias um novo encontro servirá para que o estado apresente um balanço de contas para que os trabalhadores saibam o que é possível executar no curto, no médio e no longo prazo.

“Entendemos que o governo é novo e que sua equipe está disposta a fazer o melhor por nossos trabalhadores. Por isso, essas discussões devem começar agora. Estamos muito agradecidos à equipe do governo por essa abertura de diálogo”, pontuou a presidente do Sindicato dos Professores do Estado do Acre, Alcilene Gurgel.

 

Comentários