Militante da Rede aproveitou para comparar o dinheiro gasto com bolsas para estagiários e o salário do novo secretário-adjunto da Secretaria de Turismo, Marcos Afonso, que vai receber R$ 19, 1 mil por mês.

Gomes diz que recebeu a denúncia de que servidores estariam assediando moralmente os estudantes

 

O ex-porta-voz da Rede Sustentabilidade, Carlos Gomes, que foi candidato à Prefeitura de Rio Branco na última eleição, usou seu perfil no Facebook nesta segunda-feira (26) para denunciar que os salários dos estagiários que prestam serviços em várias secretarias do Estado voltaram a atrasar.

Além de denunciar o atraso no pagamento do salário dos estagiários, Gomes diz que recebeu a denúncia de que servidores estariam assediando moralmente os estudantes que cobram explicações sobre o motivo do atraso nas suas bolsas.

_____________________

“Recebo a informação de que o salário dos estagiários voltou a atrasar, além disso servidores públicos têm se negado a repassar informações e ainda assediado moralmente os estagiários quando perguntam sobre”, escreveu Carlos.

_____________________

O militante da Rede aproveitou para comparar o dinheiro gasto com bolsas para estagiários e o salário do novo secretário-adjunto da Secretaria de Turismo, Marcos Afonso, que vai receber R$ 19, 1 mil por mês.

“Essa semana o Sebastião Viana fez uma nomeação do Marcos Afonso com salário de 20 mil reais, para um estagiário do IAPEN que recebe 630 reais, daria pra pagar cerca de 30 estagiários por mês. Em resumo, o governo do Sebastião Viana além de perseguidor, formou uma casta que vive às custas do que é público enquanto as pessoas se matam nas periferias e os estudantes são humilhados tanto por não receberem quanto pelo assédio sofrido nos órgãos do governo. Sonho no dia em que o Acre será liberto desses abutres”, desabafou.

A reportagem da entrou em contato com a assessoria de Comunicação do governo, mas até o fechamento desta edição não enviou resposta sobre o caso. O espaço fica reservado para os devidos esclarecimentos do Estado.

Comentários