Conecte-se conosco

Acre

Eu vi o tamanho do meu pai quando ele morreu, diz filho de Orleir Cameli

Publicado

em

No Conversa Franca desta quinta-feira, 15, o convidado da vez foi o engenheiro civil Orleilson Cameli, o Zico Cameli, filho do ex-governador do Acre Orleir Cameli (in memoriam).

Orleilson, que durante o bate-papo pôde contar alguns feitos de seu saudoso pai, disse durante entrevista que só tomou conta do tamanho do poder político de Orleir após sua morte.

Ele lembrou que seu pai, antes mesmo de ser político, sempre ajudou muito as pessoas.

“Eu fui saber o tamanho do meu pai, pra você ter uma ideia quando ele morreu. Meu pai faleceu em Manaus. Nunca me esqueço. No dia 8 de maio. Era quase 11h, meu pai deu os últimos batimentos cardíacos dele. Lá, ele já estava fora de si, mais ou menos umas 12h. A última vez que a gente já conseguiu falar com ele foi tipo 11h, 11h30, noite do dia anterior. E aí ele veio a óbito naquela manhã. No velório, eu tive que sair e eu fui fazer a volta com o carro por trás da Igreja de Nossa Senhora da Glória, que você dá de frente com o rio Juruá. E ali eu vi a quantidade de catraias, de barquinhos, de batelões lotados. Aquela região ali do rio, tanto do lado do Miritizal quanto do lado daqui, da cidade de Cruzeiro, aqui do lado da igreja, do Mercado, do Mercadão, lá não tinha onde estacionar, atracar mais barquinhos, de tanta gente que encostou ali para poder se despedir do meu pai. Então, ali caiu a minha ficha do tamanho dele. Todos saíram das colocações para se despedir. Eu não tenho medo de dizer que pelo menos 20 mil pessoas, 25 mil pessoas foram se despedir dele ali naquele intervalo de uma madrugada. Com o decorrer do dia até as 16h foi muita gente foi se despedir dele”, conta Orleilson.

Esse outros assuntos você pode acompanhar pelo nosso canal do YouTube.

Comentários

Acre

Acre segue tendência nacional e tem saldo positivo na criação de novos empregos

Publicado

em

Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).
Foto: Amanda Perobelli – 29.mar.2019/Reuters

Segundo dados divulgados nas últimas semanas pelo Novo Caged, o Brasil, em agosto de 2022, apresentou saldo positivo na criação de novos empregos. De acordo com o assessor da presidência da Fecomércio-AC, Egídio Garó, no Acre, os números também foram positivos.

Em todo o País, houve a criação de novos empregos para 278.639 trabalhadores formais; a variação relativa com o mês anterior – julho – foi de 0,66%. Além disso, comércio e serviços representaram, das vagas geradas, 41.886 e 141.113 postos, respectivamente.

“Com base dos números apresentados pelo Novo Caged, nota-se com clareza que o setor de serviços está expandindo suas atividades, o que foi causado pela liberalização das atividades e, consequentemente, com a redução do número de casos observados em momento pós-pandemia”, explicou Garó.

Já no Estado acreano, em agosto de 2022, foram criados 858 novos postos de trabalho, em detrimento dos 364 postos ocorridos em agosto de 2021. Dos municípios acreanos, somente dois mais demitiram do que contrataram: Capixaba e Rodrigues Alves; os demais municípios apresentaram números positivos, tendo a capital Rio Branco a liderança do score, com 423 novos postos; seguida de Cruzeiro do Sul, com 136 postos e, Epitaciolândia, que gerou 69 novas vagas ao longo do mês de agosto.

“Tal qual observado no País, o comércio e os serviços puxaram esse resultado para cima, indicando que a recuperação do setor terciário representa, neste momento, uma quantidade expressiva de geração de emprego e renda”, finalizou Egídio.

Comentários

Continue lendo

Acre

Bombeiros combatem incêndio de grandes proporções em área de mata em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Por

Equipes dos bombeiros chegaram a ser acionadas no início da tarde, mas incêndio retornou e trabalho foi concluído já pela noite dessa segunda-feira (3). Área atingida foi de 4 hectares.

Bombeiros combatem incêndio de grandes proporções em área de mata em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo/Corpo de Bombeiros

Um incêndio de grandes proporções em área de mata foi controlado após horas de trabalho do Corpo de Bombeiros nessa segunda-feira (4) na estrada ao lixão de Cruzeiro do Sul, bairro Santa Helena, no interior do Acre.

O local fica ao lado de várias casas, mas as chamas foram controladas antes de chegarem aos imóveis. A estudante Daniela das Chagas Silva, de 22 anos, mora na frente da área que pegou fogo e foi quem acionou os bombeiros.

“Nesse local fica uma bomba que a gente usa para pegar água e nosso medo era de o fogo atingir essa bomba, porque estava muito alto. Ontem [segunda,3] começou por volta das 14h, aí os bombeiros foram lá e apagaram, mas depois, umas 16h, começou de novo. Os bombeiros disseram que foi criminoso, mas não sabemos quem foi colocou fogo. Foi um susto grande. A equipe terminou o trabalho lá de combate já era à noite”, disse a moradora.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o combate foi feito com o uso de mangotinho do caminhão, dois abafadores e uma bomba costal. Ao todo, foram usados cerca de 3,5 mil litros de água na ação que evitou que as chamas atingissem duas casas e um galpão. A área de queima foi de aproximadamente quatro hectares.

Área atingida foi de 4 hectares em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo/Corpo de Bombeiros

Área atingida foi de 4 hectares em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo/Corpo de Bombeiros

Comentários

Continue lendo

Acre

Novo Caged: Acre segue tendência nacional e tem saldo positivo na criação de novos empregos

Publicado

em

Segundo dados divulgados nas últimas semanas pelo Novo Caged, o Brasil, em agosto de 2022, apresentou saldo positivo na criação de novos empregos. De acordo com o assessor da presidência da Fecomércio-AC, Egídio Garó, no Acre, os números também foram positivos.

Em todo o País, houve a criação de novos empregos para 278.639 trabalhadores formais; a variação relativa com o mês anterior – julho – foi de 0,66%. Além disso, comércio e serviços representaram, das vagas geradas, 41.886 e 141.113 postos, respectivamente.

“Com base dos números apresentados pelo Novo Caged, nota-se com clareza que o setor de serviços está expandindo suas atividades, o que foi causado pela liberalização das atividades e, consequentemente, com a redução do número de casos observados em momento pós-pandemia”, explicou Garó.

Já no Estado acreano, em agosto de 2022, foram criados 858 novos postos de trabalho, em detrimento dos 364 postos ocorridos em agosto de 2021. Dos municípios acreanos, somente dois mais demitiram do que contrataram: Capixaba e Rodrigues Alves; os demais municípios apresentaram números positivos, tendo a capital Rio Branco a liderança do score, com 423 novos postos; seguida de Cruzeiro do Sul, com 136 postos e, Epitaciolândia, que gerou 69 novas vagas ao longo do mês de agosto.

“Tal qual observado no País, o comércio e os serviços puxaram esse resultado para cima, indicando que a recuperação do setor terciário representa, neste momento, uma quantidade expressiva de geração de emprego e renda”, finalizou Egídio.

Comentários

Continue lendo

Em alta