Adjunior não aceitou a separação e matou seu ex-companheira, Keyla Viviane do Santos. Foto: internet
Adjunior não aceitou a separação e matou sua ex-companheira, Keyla Viviane do Santos. Foto: internet

Um presidiário foi encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco, em estado considerado grave, após ser ferido com um estoque dentro da Unidade Prisional Francisco de Oliveira Conde (FOC).

De acordo com a Assessoria de Comunicação do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEM), o fato aconteceu no pavilhão “B” da unidade.  A vítima, Adjúnior dos Santos Sena e o preso Fábio Júnior Rodrigues da Silva se desentenderam e durante luta corporal, Fábio em posse de um estoque (arma feita de forma artesanal com pedaço de ferro), desferiu um golpe em Adjúnior na região do tórax.

Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e encaminhou o preso ao Pronto Socorro onde ficou internado e seu estado é considerado grave.

morte-29-1024x683
O autor foi identificado pelos agentes que o conduziram à Delegacia de Flagrantes (DEFLA) para ao devidos procedimentos cabíveis ao crime.

Adjunior Sena, de 32 anos, ex-marido da vendedora da OK Magazine, Keyla Viviane do Santos, de 29 anos, morta a facadas em fevereiro deste ano em frente à loja em que trabalhava, foi condenado hoje a 27 anos e 6 meses de prisão pelo crime.

Comentários