Conecte-se conosco

Brasil

Flamengo decide jogo em 10min, goleia o São Paulo e mantém chance do tri

Publicado

em

O duelo entre São Paulo e Flamengo, hoje (14), com o Morumbi com quase 50 mil torcedores, foi decidido em dez minutos. Com dois gols nos primeiros três minutos e a expulsão de Calleri sete minutos depois, o time rubro-negro goleou por 4 a 0 no reencontro com o técnico Rogério Ceni e manteve a esperança de conquistar o tri do Campeonato Brasileiro. Gabigol, Bruno Henrique e Michael (2) anotaram os gols cariocas, comprometendo a situação do Tricolor nas últimas colocações na reta final de competição.

Essa foi a segunda vitória consecutiva do Flamengo, que no meio de semana havia batido o Bahia por 3 a 0 no Maracanã. Foi também a segunda goleada rubro-negra sobre o São Paulo na temporada. No primeiro turno, no Maracanã, o placar havia sido de 5 a 1. O resultado levou a equipe de Renato Gaúcho à vice-liderança, superando o Palmeiras, com 60 pontos. O Rubro-Negro tem oito pontos de desvantagem para o líder Atlético-MG, faltando apenas sete partidas para cada uma das equipes encerrar sua participação no campeonato.

O São Paulo, por sua vez, completa sua terceira partida sem vitória. Antes de cair diante do Flamengo, o Tricolor havia perdido para o Bahia, na Fonte Nova, e empatado com o Fortaleza, no Castelão. Com isso, a equipe segue estacionada na 15ª colocação, com 38 pontos, sob risco de rebaixamento. O time tem cinco de vantagem sobre o Juventude, que abre a zona do descenso.

O próximo jogo do Flamengo será novamente contra um paulista. Na quarta-feira, às 21h30, o Rubro-Negro encara o Corinthians, no Maracanã. O São Paulo também tem um confronto complicado. No mesmo dia, o Tricolor tem pela frente o clássico contra o Palmeiras, que vem de seis vitórias consecutivas no Brasileirão, no Allianz Parque.

Live do São Paulo

 

Live do Flamengo

 

O melhor: ataque rubro-negro

Fica difícil eleger o melhor jogador do Flamengo nesse duelo, tamanha a fluidez de seus jogadores de ataque. Se Gabigol teve o faro de artilheiro para abrir o placar, Bruno Henrique também fez o mesmo no segundo gol e ainda deu duas assistências. Michael, um xodó do técnico Renato Gaúcho, também voltou a ficar entre os destaques rubro-negros. Anotou um golaço, fez mais um na etapa final, tornando-se o artilheiro do Brasileirão, e contribuiu com um passe para gol, o que mostra a força ofensiva dos cariocas.

Vitória no Morumbi é algo raro

Fazia dez anos que o Flamengo não conquistava uma vitória no Morumbi. A última delas aconteceu no Brasileirão de 2011, por 2 a 1, com gols de Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho. Depois disso, foram seis triunfos tricolores e quatro empates. Essa foi também a segunda vitória -e por goleada- do Flamengo sobre o São Paulo nesta temporada. No primeiro turno, o Rubro-Negro havia aplicado 5 a 1 sobre o Tricolor. O retrospecto é o oposto do que aconteceu na temporada passada, quando o São Paulo ganhou os quatro confrontos diretos.

Gols-relâmpago decidem a partida

A defesa do São Paulo parecia atordoada no começo da partida. O primeiro gol, logo a 1 minuto de jogo, desestabilizou o setor e virou presa fácil para o rápido ataque do Flamengo. Foi Liziero quem perdeu a bola para Andreas Pereira na intermediária. A bola chegou a Bruno Henrique, que acionou de primeira Gabigol para abrir o placar. Dois minutos depois, foi a vez de Bruno Henrique marcar dentro da pequena área. Ele recebeu cruzamento de Michael, que foi lançado pela esquerda e passou fácil por Diego Costa antes de fazer a assistência.

Expulsão completa tragédia tricolor

Calleri é expulso após forte entrada em David Luiz na partida entre São Paulo e Flamengo - Transmissão - Transmissão

Calleri é expulso após falta em David Luiz Imagem: Transmissão

Se começar a partida com dois gols de desvantagem com o Morumbi lotado já era difícil para o São Paulo, a situação terminou de se complicar aos 10 minutos. Em uma saída de bola do Flamengo com David Luiz, Calleri foi afoito com um carrinho e acertou a perna do beque rubro-negro com a sola. Levou cartão amarelo, mas após o lance ser revisado em vídeo pelo juiz Leandro Pedro Vuaden, foi aplicado o cartão vermelho para o argentino.

O artilheiro do Brasileirão

As boas atuações de Michael se seguiram no Morumbi, mostrando que será difícil tirá-lo do time titular. Aos 42 minutos, ele marcou um golaço em um chute colocado da linha da grande área que parou no ângulo esquerdo. Aos 9 minutos da etapa final, ele voltou a marcar após cruzamento de Bruno Henrique, tornando-se o artilheiro do Brasileirão, com 13 gols, superando Hulk, do Atlético-MG, e Gilberto, do Bahia. Esse foi também o quarto jogo consecutivo em que Michael balança as redes.

Tricolor atordoado

O massacre do Flamengo no primeiro tempo deixou o São Paulo sem muita ação para evitar um dano ainda maior do que já havia acontecido nos primeiros dez minutos. O Tricolor ainda teve uma boa chance de marcar, aos 16 minutos, após um lançamento da defesa que encontrou Rigoni livre no ataque. Na hora do domínio, porém, o atacante argentino tropeçou e não conseguiu dar sequência. Muito do que aconteceu no primeiro tempo do São Paulo pode ser resumido em uma frase do meia Igor Gomes no intervalo.

“Nem eu sei o que explicar. É momento de falar pouco e buscar uma solução”, disse ao canal Premiere.

Menos emoção com jogo decidido

Não dava para se esperar muito do segundo tempo após o jogo estar resolvido nos 45 minutos iniciais. O São Paulo mudou suas cinco peças regulamentares, mas não conseguiu assustar o gol do Flamengo em nenhum momento. Os cariocas ampliaram o placar logo aos 10 minutos e ficou por aí. Depois de Rodrigo Caio ter sido substituído por uma lesão na panturrilha, Renato Gaúcho optou por dar descanso a Gabigol e David Luiz. E a partir daí forçou pouco. A melhor chance aconteceu em um chute de Kennedy, que saiu à direita de Tiago Volpi, aos 21 minutos.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 0 x 4 FLAMENGO

Data: 14/10/2021 (domingo)
Local: estádio Cícero Pompeu de Toledo, em São Paulo (SP)
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Gols: Gabigol, aos 23″/1ºT, Bruno Henrique, aos 3’/1ºT e Michael, aos 41’/1ºT e aos 9’/2ºT para o Flamengo.

Cartões amarelos: Shaylon (SPA) e Matheuzinho (FLA)
Cartão vermelho: Calleri (SPA)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Diego Costa (Orejuela), Miranda, Léo e Reinaldo (Shaylon); Gabriel (Bruno Alves), Liziero, Igor Gomes; Marquinhos (Vitor Bueno), Calleri e Rigoni (Luciano). Técnico: Rogério Ceni.

FLAMENGO: Hugo, Matheuzinho (Rodinei), Rodrigo Caio (Gustavo Henrique), David Luiz (Bruno Viana) e Renê; Willian Arão (Piris da Motta), Andreas Pereira e Everton Ribeiro; Michael, Bruno Henrique e Gabigol (Kenedy). Técnico: Renato Gaúcho.

Comentários

Brasil

PF prende foragido brasileiro procurado pela Interpol

Publicado

em

Acusado de homicídio foi deportado dos Estados Unidos

Sede da Polícia Federal em Brasília

A Polícia Federal prendeu hoje (3) um brasileiro procurado pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) e foragido da Justiça de Minas Gerais, no instante de seu desembarque no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, Minas Gerais.

De acordo com a PF, o fugitivo de 47 anos era policial militar, natural de Governador Valadares (MG) e acusado de homicídio qualificado pela morte de uma mulher com quem manteve relacionamento amoroso por cerca de quatro meses.

Segundo a Polícia Federal, o crime ocorreu em 25 de maio de 2011 em Governador Valadares, quando o assassino efetuou dois disparos contra a vítima. “Na manhã seguinte e na tentativa de dissimular a autoria do delito, o investigado acionou a Policia Militar, alegando que a vítima teria cometido suicídio durante a noite, sem que ele tivesse percebido”, informou a PF.

“Mediante solicitação da Representação da Interpol em Minas Gerais, a Justiça decretou, em 6 novembro de 2019, a publicação de difusão vermelha em desfavor do preso, que havia fugido para os Estados Unidos”, acrescentou a PF.

Escoltado por policiais federais americanos em voo fretado proveniente dos Estados Unidos, o deportado foi preso por policiais federais brasileiros assim que desembarcou no Aeroporto Internacional em Confins.

De acordo com a PF, o preso será conduzido para o Complexo Penitenciário Nelson Hungria em Contagem, onde ficará à disposição da 3ª Vara Criminal de Governador Valadares, e responderá por homicídio qualificado, cuja pena pode chegar a 13 anos de reclusão.

Comentários

Continue lendo

Brasil

STF suspende julgamento que proíbe demissão de não vacinados

Publicado

em

A análise da portaria foi iniciada ontem em plenário virtual

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal – STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento da decisão que suspende a vigência de dispositivos da Portaria 620 do Ministério do Trabalho, que proibiu a demissão do trabalhador que não tiver tomado vacina contra a covid-19. A análise foi iniciada ontem (2) e estava prevista para durar uma semana no plenário virtual.

No dia 12 de novembro, o ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso, atendeu ao pedido feito por partidos de oposição e suspendeu o dispositivo que proibia a exigência de comprovante de vacinação na contratação ou para continuidade do vínculo de emprego. Além disso, também ficou suspensa a parte da norma que considerou prática discriminatória a solicitação do cartão de vacinação e a demissão por justa causa pela falta do documento.

O caso foi levado para julgamento no plenário virtual, modalidade na qual os ministros depositam os votos eletronicamente, sem necessidade de reunião presencial. Após o relator e os ministros Alexandre de Morares, Edson Fachin e Cármen Lúcia votarem a favor da suspensão, o ministro Nunes Marques pediu destaque do processo, e o julgamento prosseguirá no plenário presencial. A data da retomada não foi definida.

Antes da decisão do Supremo, a norma do Ministério do Trabalho considerava que constitui “prática discriminatória a obrigatoriedade de certificado de vacinação em processos seletivos de admissão de trabalhadores, assim como a demissão por justa causa de empregado em razão da não apresentação de certificado de vacinação”.

 

Comentários

Continue lendo

Brasil

Brasil tem 11,4 mil novos casos de covid-19 e 283 mortes em 24 horas

Publicado

em

Total de pessoas infectadas pela doença sobe para 22,10 milhões

Movimentação de pessoas no centro da cidade no primeiro dia de flexibilização do uso de máscaras ao ar livre no Estado do Rio de Janeiro.

 

O balanço divulgado nessa quarta-feira (1º) pelo Ministério da Saúde registra 11.413 novos casos de covid-19 no Brasil, em 24 horas. Com isso, sobe para 22.105.872 o total de pessoas infectadas pela doença desde o início da pandemia no país. Desse total, 21.339.118 pessoas se recuperaram da doença.

As mortes causadas pelo novo coronavírus no Brasil somam 614.964. Em 24 horas foram notificados 283 novos óbitos. O balanço aponta ainda 151.790 pacientes em acompanhamento.

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (154.159), Rio de Janeiro (69.082) e Minas Gerais (56.234).

Boletim da Covid-19 de 1º de dezembro de 2021, divulgado pelo Ministério da Saúde
Divulgação/Ministério da Saúde

Vacinação

Segundo painel do Ministério da Saúde, até as 15h13 dessa quarta-feira foram registradas 312.414.788 doses de imunizantes aplicadas em todo o Brasil. O total de doses distribuídas aos estados e ao Distrito Federal chegou a 372.577.092.

Comentários

Continue lendo

Em alta