Dupla foram entregues por policiais bolivianos à brasileiros na Ponte Wilson Pinheiro, após serem detidos na zona rural de Cobija - Foto: Alexandre Lima
Dupla foram entregues por policiais bolivianos à brasileiros na Ponte Wilson Pinheiro, após serem detidos na zona rural de Cobija – Foto: Alexandre Lima

Operação contou com apoio da polícia nacional boliviana que repatriou os detidos

Alexandre Lima

Era pro volta das 19h30 desta quinta-feira (11), quando homens da Força Especial de Luta Contra o Crime – FELCC, da cidade de Cobija, capital de Pando (Bolívia), entregaram no lado brasileiro de Brasiléia, no Acre, dois homens que foram detidos na zona rural no período da tarde. A dupla foi entregue a homens da Polícia Militar do 10º Batalhão que os conduziram à delegacia.

A detenção de Oscarinos Pereira dos Santos (31) e Oceano Pereira Cardoso (27), ambos considerados foragidos da justiça brasileira e tinham em seu desfavor, um mandado de busca e apreensão emitido pela Justiça acreana. Graças a parceria importante entre as policias, foi possível a detenção dos dois.

Cooperação entre policias dos dois países está sendo importante para combater o crime - Foto: Alexandre Lima
Cooperação entre policias dos dois países está sendo importante para combater o crime – Foto: Alexandre Lima

Segundo foi apurado, a dupla seria acusada de envolvimento em delitos de assalto e homicídios. Ambos estariam cumprindo penas em liberdade condicional, onde deveriam se apresentar em datas marcadas, para comprovar que estariam de bem com a sociedade e trabalhando, mas não cumpriram os benefícios recebidos.

Oceano  já cometeu dois homicídios brutais entre 2005 e 2010 - Foto: Alexandre Lima
Oceano já cometeu dois homicídios brutais entre 2005 e 2010 – Foto: Alexandre Lima

Apesar da aparência calma e apenas 27 anos recém completados, Oceano Pereira Cardoso, já cometeu dois homicídios. O primeiro ocorreu em 2004, na zona rural de Epitaciolândia, precisamente na Estrada Velha, quando matou a golpes de madeira, um homem que teria agredido seu pai.

O segundo crime foi em uma fazenda já na zona rural de Cobija, quando se envolveu numa bebedeira e após uma briga, matou outro homem com um golpe de terçado (facão) na cabeça. Somente após algum tempo, os familiares encontraram os ossos enterrados. Se acredita que possa estar envolvido em outros delitos, mas está em investigação.

Já Oscarinos, cumpriu pena por assalto em 2004 e pode estar envolvido em outros delitos. Seu caso está sendo investigado e será ouvido pelo delegado durante o dia desta sexta-feira (12), juntamente com Oceano.

Os dois serão transferidos nas próximas horas ao presídio estadual na Capital, até pronunciamento da Justiça do Acre.

Oceano e Oscarinos tem pendências com a Justiça brasileira - Foto: Alexandre Lima
Oceano e Oscarinos tem pendências com a Justiça brasileira – Foto: Alexandre Lima

Comentários