Famílias da cidade de Iñapari, no Peru, estão retirando seus móveis de suas casas após as águas do Rio Acre - foto: Alexandre Lima
Famílias da cidade de Iñapari, no Peru, estão retirando seus móveis de suas casas após as águas do Rio Acre subir- foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima, de Assis Brasil

Um fato inédito ocorreu nas últimas 24 horas neste início de março de 2014. O Rio Acre subiu mais de 5 metros e desabrigou quase 100 famílias entre bolivianos, brasileiros e peruanos na cidade de Iñapari (Peru) somente nesta quarta-feira, dia 5.

Prefeito de Assis Brasil, Humberto Filho, recebeu autoridades brasileiras e peruanas em seu gabinete - Foto: Alexandre Lima
Prefeito de Assis Brasil, Humberto Filho, recebeu autoridades brasileiras e peruanas em seu gabinete – Foto: Assessoria

Algumas famílias peruanas foram forçadas a sair de suas casas e ir para uma pequena praça a espera de barracas que seriam fornecidas pela prefeitura de Iñapari. Já o vilarejo no lado boliviano, foi totalmente invadido.

Na cidade de Assis Brasil o nível do rio atingiu 11,40cm, alcançando a cota de alerta desabrigando algumas famílias, o prefeito Humberto Filho, recebeu o comandante do 5º Batalhão dos Bombeiros, capitão Fernandes, onde foram visitar os ribeirinhos e prestar ajuda.

Logo em seguida, se reuniu em seu gabinete e ficou definido que o município está em estado de alerta. A prefeitura está disponibilizando abrigo, alimentação e tem como parceria o Exercito Brasileiro, Corpo de Bombeiro e Polícia Militar, além de toda a equipe.

Famílias do Bairro Brisa de Iaberita em Iñapari (Peru), foram para uma pequena praça a espera de barracas da Defesa Civil - Foto: Alexandre Lima
Famílias do Bairro Brisa de Iaberita em Iñapari (Peru), foram para uma pequena praça a espera de barracas da Defesa Civil – Foto: Alexandre Lima

VEREADORES DE BRASILÉIA VISITAM ASSIS BRASIL

Vereadores de Brasiléia, Mário Jorge, Marivaldo e Naldo, foram ver de perto a cheia do Rio Acre que pode afetar a cidade - Foto: Alexandre Lima
Vereadores de Brasiléia, Mário Jorge, Marivaldo e Naldo, foram ver de perto a cheia do Rio Acre que pode afetar a cidade – Foto: Alexandre Lima

Outra comitiva composta pelos vereadores da cidade de Brasiléia; Mário Jorge Fiesca, Naldo e Marivaldo, foram alertados sobre a cheia repentina na cidade de Assis Brasil e Iñapari (Peru) resolveram verificar de perto.

A cena não foi nada animadora vista pelos vereadores, onde puderam ver as famílias retirando seus móveis e pertences pessoais de suas casas no lado peruano, além das casas alcançadas pelas águas do rio.

Mário Jorge e seus pares se preocuparam com o que viram e estariam se prontificando em alertar os moradores de Brasiléia, juntamente com o prefeito Everaldo Gomes para que ficasse em alerta juntamente com seus secretários.

24 HORAS ANTES

24 horas antes, uma forte chuva que durou todo o dia desta terça, dia 4, fez com que igarapés na BR 317 transbordassem - Foto: Alexandre LIma
24 horas antes, uma forte chuva que durou todo o dia desta terça, dia 4, fez com que igarapés na BR 317 transbordassem – Foto: Alexandre Lima

A tríplice fronteira localizada no extremo Norte do Acre, onde fica as cidades de Assis Brasil e Iñapari (Peru), foram assoladas com uma forte chuva que durou praticamente todo o dia desta terça-feira, dia 4.

Em alguns pontos da BR 317 (Estrada do Pacífico), foi possível registrar o transbordamento de alguns açudes e igarapés, ao ponto passar por cima da estrada. Horas depois, o Rio Acre iniciou sua cheia ao ponto de arrancar árvores inteiras das margens.

O resultado foi surpreendente nas últimas 24 horas depois. Segundo o coordenador da Defesa Civil em Brasiléia, Reginaldo Guerra, todo o trabalho de prevenção para ajudar as famílias na evacuação das casas que possivelmente irão ser alcançadas pelas águas que chegarão nos próximos dias. Segundo ele, o nível do rio atingiu a cota de alerta em Epitaciolândia.

Em Brasiléia, a Defesa Civil, Bombeiros, Exército Brasileiro, Polícia Militar e Prefeitura, já estão de prontidão para possível evacuação de famílias que moram às margens do Rio Acre.

Veja vídeo reportagem feita na cidade de Assis Brasil e Iñapari (Peru) dentro de instantes.

Estrada do Paçifico na mnhã de terça - Foto: Alexandre Lima
Estrada do Pacífico na manhã de terça – Foto: Alexandre Lima

Autoridades de Brasiléia e Assis Brasil foram verificar as condições do Rio - Foto: Alexandre Lima
Autoridades de Brasiléia e Assis Brasil foram verificar as condições do Rio – Foto: Alexandre Lima

ÚLTIMA HORA

As autoridades da cidade de Cobija, capital do departamento de Pando (Bolívia) e moradores, usaram as redes sociais para anunciar que o Bairro Mapajo, localizado na parte baixa e próximo ao Rio, já estava desabrigando algumas famílias.

Os trabalhos de evacuação dos afetados já estavam sendo realizados pelas autoridades da cidade boliviana. Mais informações a qualquer momento.

Comentários