Fronteira registra três crimes por armas brancas em menos de 10 horas

Amigos e parentes foram até o necrotério para ver e se despedir.

Policia está a procura de um suspeito que se envolveu em briga generalizada e estaria armado

Alexandre Lima, com fotos de Almir Andrade

As autoridades das cidades de Brasiléia e Epitaciolândia, estão empenhados em descobrir as pessoas envolvidas em três crimes que aconteceram em menos de 10 horas, entre a noite de sábado (18) e nesta madrugada de domingo (19).

Como foi noticiado anteriormente, Deurisvan da Silva Ferreira, de 32 anos, foi assassinado a golpes de facão no Bairro Leonardo Barbosa por volta das 19h40 de sábado. Horas depois, por volta das 4h30 de domingo, socorristas foram acionados para Epitaciolândia, após serem notificados de duas pessoas feridas em frente a URPA.

Os feridos, posteriormente identificados, seria Júnior Amaral e José Luís, ambos com idades entre 25 e 30 anos. Os dois teriam chegado com vida no hospital de Brasiléia, mas, foram a óbito devido a gravidade dos ferimentos momentos depois.

Pai da vítima, chora a perca trágica do filho Júnior Amaral. – Foto: Almir Andrade

O caso está sendo investigado pelas autoridades, que estão buscando todas as informações possíveis para chegar ao(s) autor(es) do duplo homicídio. Até o momento, se sabe que havia uma festa nas proximidades e um desentendimento pode ter sido o motivo do homicídio.

As imagens do sistema de segurança do 10º Comando da Polícia Militar estão sendo analisadas, uma vez que registrou a briga, como também as do estabelecimento onde ocorria uma festa.

José Luís e Júnior Amaral não resistiram aos ferimentos – Fotos: Facebook

Os corpos dos jovens foram transferidos ao IML da Capital para exames cadavéricos, onde se acredita que tenham usado um pedaço de garrafa, além de arma branca (faca).

Mais informações a qualquer momento.

 

Comentários