Conecte-se conosco

Cotidiano

Gladson Cameli participará de evento internacional em Genebra sobre geração de empregos

Publicado

em

A convite da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e da Federação do Comércio do Acre (Fecomércio), o governador Gladson Cameli cumprirá agenda, entre os dias 4 e 8 de junho, em Genebra, na Suíça. Na ocasião, será apresentado o projeto Empregar que visa a geração de empregos e estabelece um regime especial de tributação para os empregadores que estejam no Acre. As vantagens contidas nesse projeto deverão ser um atrativo para empresários que desejam montar os seus negócios no estado.

Durante a agenda, o governador terá vários encontros com empresários de diversos países que têm interesse em investir na Amazônia/Acre. A comitiva que irá para Genebra será coordenada pelo presidente da CNC, José Roberto Tadros, o presidente da Fecomércio, Leandro Domingos, e o Superintendente do Sebrae/Acre Marcos Lameira.

Governador Gladson Cameli foi convidado

Paralelamente, estará acontecendo a 110º Conferência Internacional da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Durante o encontro com representantes de 187 países membros da OIT, a principal pauta de interesse do governador será sobre os novos mecanismos sociais para fomentar a economia solidária no estado. Esse é o maior evento mundial sobre o trabalho.

“Desde que assumi o governo tenho como meta principal incentivar a geração de emprego e renda no Acre. Em Genebra, teremos a oportunidade dialogar com empresários e especialistas sobre investimentos para aumentarmos as oportunidades de novos negócios no nosso estado com o consequente aumento de empregos para a nossa população”. declarou o governador.

Gladson afirmou acreditar que depois das sucessivas crises globais agravadas com a pandemia de Covid-19 haverá um aquecimento natural da economia mundial.

“Temos que estar prontos para oferecermos vantagens para quem quer investir no Acre. Vamos apresentar um projeto elaborado pela Fecomércio e o Sebrae que pode ser um atrativo. Iremos adotar uma política tributária ousada para os empresários que queiram crescer. Quanto maior o número de empregados contratados, menor será a carga de impostos estaduais. Essa política poderá atrair novas indústrias, lojas comerciais e empresas de prestação de serviço para o Acre”, pontuou Gladson.

Acre: Fronteira econômica e humanitária

O presidente da Fecomércio e vice da CNC, Leandro Domingos, explicou a motivação para uma comitiva representativa do Acre na Convenção Internacional do Trabalho da OIT, que é uma Agência Multilateral da ONU, em Genebra.

“O nosso estado é uma porta de entrada para os povos andinos em busca de melhores condições sociais, políticas e de trabalho, não encontradas em seus países de origem. Ao longo do tempo, o Acre recebeu haitianos, venezuelanos e imigrantes do Peru e Bolívia. Acolhe, sem precedentes, aqueles que por estas paragens aportam. Por isso, a relevância de que a figura de seu governante máximo, o governador Gladson Cameli, se faça presente nesta edição da Convenção,” afirmou.

Para Leandro Domingos, a união entre instituições governamentais e não-governamentais é fundamental para que o estado avance nas suas políticas públicas de geração de empregos e nas suas relações entre empresários e trabalhadores.

“A nossa intenção é fortalecer as ações de acolhimento e de geração de trabalho, minimizando os conflitos entre os empregadores e os seus funcionários. É preciso, nas mais variadas formas de trabalho, diminuir os impactos das relações interpessoais e profissionais com o respaldo da OIT, que apresentará durante a Convenção orientações seguidas por todos os países participantes”, finalizou o presidente da Fecomércio.

Comentários

Cotidiano

Brasileiro: Fluminense goleia Corinthians e dá salto na classificação

Publicado

em

Perto da aposentadoria, artilheiro Fred (foto) marca no fina

O Fluminense deu um salto na classificação do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Corinthians por 4 a 0, na tarde deste sábado (2) no estádio do Maracanã, em um dos jogos que abriu a 15ª rodada da competição.

Com a vitória o Tricolor das Laranjeiras chega aos 24 pontos, ocupando no momento a 4ª posição da classificação. Já o Timão caiu para a 3ª posição com 26 pontos, sendo ultrapassado pelo Atlético-MG, que bateu o Juventude neste sábado.

Diante de um Corinthians muito desfalcado, e que prioriza no momento a Copa Libertadores (pela qual enfrenta o Boca Juniors, da Argentina, na próxima terça em busca de uma vaga nas quartas de final), a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz comandou as ações desde o princípio.

Assim, o primeiro gol saiu logo aos 14 minutos, quando o colombiano Arias cobrou escanteio e o zagueiro Manoel subiu muito para marcar de cabeça. Este foi o 5º gol do defensor em 2022. Mantendo o domínio, o Fluminense ampliou sua vantagem antes do intervalo.

E o gol surgiu novamente de uma jogada de bola parada de Arias. O colombiano cobrou falta da entrada da área, desta vez para o argentino Germán Cano, que não perdoou.

Na etapa final o técnico Vítor Pereira ainda tenta mudar o panorama da partida com algumas substituições, mas a tônica continuou a mesma, com o Fluminense mandando no jogo. Com o domínio, o Tricolor conseguiu chegar ao terceiro, desta vez em rápida jogada de contra-ataque.

Aos 25 minutos Caio Paulista partiu em velocidade do campo de defesa do Tricolor, tocou para Matheus Martins, que virou para Samuel Xavier, que chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para Cano finalizar de primeira para vencer o goleiro Cássio. Com este gol, o camisa 9 do Fluminense passou a dividir a artilharia do Brasileiro com seu compatriota Calleri, do São Paulo.

Porém, o lance mais marcante da partida ainda estava por vir. Com a vantagem no marcador, o técnico Fernando Diniz decidiu homenagear o atacante Fred, que se despedirá dos gramados no próximo sábado (9) no jogo contra o Ceará. O camisa 9 entrou em campo no lugar de Cano nos últimos minutos e marcou o quarto gol do Tricolor.

Já aos 45 minutos da etapa final, Samuel Xavier tocou para Martinelli, que cruzou para Fred vencer o goleiro Cássio. Este foi o gol de número 199 do atacante pelo Fluminense, pelo qual disputou 381 jogos. Um belo final para uma grande vitória.

Comentários

Continue lendo

Acre

Separados por um ponto, Santos e Flamengo duelam pelo Brasileiro

Publicado

em

Confronto às 19h na Vila Belmiro será transmitido pela Rádio Nacional

O Santos recebe o Flamengo neste sábado (2), às 19h (horário de Brasília), pela 15ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Peixe ocupa a sétima colocação na tabela, com 19 pontos, um a mais que o Rubro-Negro, que está em nono. A partida na Vila Belmiro, em Santos (SP), será transmitida ao vivo pela Rádio Nacional, com narração de André Marques, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Rodrigo Ricardo e plantão de notícias com Wagner Gomes.

Na última quinta-feira (30), o Alvinegro Praiano anunciou que os cerca de 15 mil ingressos colocados à venda foram vendidos. A torcida vive a expectativa de o time voltar a vencer em casa, o que não ocorre desde 18 de maio, quando bateu o Union La Calera (Chile) por 1 a 0, ainda na primeira fase da Copa Sul-Americana. De lá para cá, foram cinco partidas como mandante, sendo quatro na Vila (três empates e uma derrota).

Ao contrário de quarta (29) passada, quando teve dez desfalques no empate por 1 a 1 com o Deportivo Táchira (Venezuela), fora de casa, pelas oitavas de final da Sul-Americana, o técnico Fabián Bustos terá boa parte do elenco à disposição. Os atacantes Marcos Leonardo (poupado) e Léo Baptistão (que estava suspenso no torneio continental), o zagueiro Eduardo Bauermann e o meia Ricardo Goulart (ambos realizaram trabalhos físicos específicos durante a semana) estão entre os retornos.

No Flamengo, a novidade em relação à última quarta (29), quando o time superou o Deportes Tolima (Colômbia) por 1 a 0, pelas oitavas de final da Libertadores, é a volta de Dorival Júnior. O treinador não dirigiu o time no meio de semana, pois teve de cumprir uma suspensão de quanto ainda treinava o Ceará. A equipe foi comandada pelo auxiliar Lucas Silvestre.

O volante João Gomes, que levou o terceiro amarelo na vitória por 3 a 0 sobre o América-MG, há uma semana, no Maracanã, no Rio de Janeiro, desfalca o Rubro-Negro, assim como o zagueiro David Luiz e o atacante Bruno Henrique, contundidos. Há, ainda, atletas que dependem de resultados negativos nos testes de covid-19 para que Dorival defina quem vai a campo na Vila Belmiro.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer hoje

Publicado

em

Medidas estão previstas na Lei das Eleições

Restrições para servidores públicos e pré-candidatos às eleições de outubro passam a valer a partir de hoje (2), três meses antes do primeiro turno. 

As medidas estão previstas na Lei nº 9.504/1997, conhecida como Lei das Eleições, e objetivam manter o equilíbrio entre os candidatos.

Políticos estão proibidos de autorizar a veiculação de publicidade estatal sobre os atos de governo, realização de obras, campanhas de órgãos públicos federais, estaduais e municipais, exceto no caso de grave e urgente necessidade pública. Nesse caso, a veiculação deverá ser autorizada pela Justiça Eleitoral.

Eles também não podem fazer pronunciamento oficial em cadeia de rádio de televisão, salvo em casos de questões urgentes e relevantes, cuja autorização também dependerá de autorização da Justiça Eleitoral.

A participação em inaugurações de obras públicas também está vedada, além da contratação de shows artísticos com dinheiro público.

Durante o período eleitoral, funcionários públicos não podem ser contratados, demitidos ou transferidos até a posse dos eleitos.

No entanto, estão liberadas a exoneração e a nomeação de cargos em comissão e funções de confiança, além das nomeações de aprovados em concursos públicos homologados até 2 de julho de 2022.

Em julho, o calendário eleitoral também prevê outras datas importantes para o pleito.

De 20 de julho até 5 de agosto, os partidos deverão realizar suas convenções para escolher oficialmente os candidatos que vão disputar as eleições.

A partir do dia 20, candidatos, partidos políticos, coligações e federações terão direito à solicitação de direito de resposta por afirmações consideradas caluniosas, difamatórias ou sabidamente inverídicas que forem publicadas por veículos de comunicação social.

O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno  para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro.

Comentários

Continue lendo

Em alta