Conecte-se conosco

Geral

Gladson e Ney inauguram Comitê e arrastam multidão no Quinari

Publicado

em

Uma grande festa marcou a caminhada dos candidatos Gladson Cameli, Mailza Gomes e Ney Amorim pelas ruas do centro de Senador Guiomard, na sexta-feira, 16. Como parte do ato de campanha, o Comitê da coligação Avançar para Fazer Mais foi inaugurado no município. O evento foi acompanhado por centenas de apoiadores.

Os candidatos a governador, vice-governadora e senador abraçaram a militância, comerciantes e moradores do Quinari, como a cidade é popularmente conhecida. Mais uma vez, as pessoas confirmaram os nomes de Gladson, Mailza e Ney como os melhores para o desenvolvimento do Acre.

“Os meus votos já estão decididos e ninguém muda. Vou de Gladson porque ele é um excelente governador e demonstrou isso durante a pandemia. O Ney também tenho certeza que fará um bom mandato como senador”, disse o morador Henrique Santos.

Durante a agenda, Gladson assumiu o compromisso de continuar trabalhando pelos 22 municípios acreanos. “Nossa gestão fez muito pelo interior, mas só não avançamos mais por conta dessa pandemia, que acabou atrapalhando nosso cronograma. Mas com a fase mais crítica superada, vamos fazer muitos investimentos para que o Quinari e as demais cidades cresçam e se desenvolvam cada vez mais”, pontuou.

Mailza tem um carinho especial por Senador Guiomard. Foi na terra do amendoim que a senadora e candidata à vice iniciou sua carreira na política. “Por onde eu for, levarei o meu querido Quinari no coração. A nossa vitória é a garantia que vamos lutar por mais investimentos em nosso município”, disse.

Ney Amorim disse que se for eleito, seu mandato estará à disposição para trabalhar por Senador Guiomard. “O Gladson precisará de um grande parceiro em Brasília para ajudá-lo em seu segundo mandato. Eu estou pronto para ser o senador que Quinari e o Acre precisam para buscar os recursos que vão fazer a diferença para melhorar a vida da população”, enfatizou.

Comentários

Geral

Boletim Sesacre deste domingo, 2, não registra casos de covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), informa que não foram registrados novos casos de coronavírus neste domingo, 2 de outubro. O número de infectados notificados é de 149.730 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 356.217 notificações de contaminação pela doença, sendo que 206.481 casos foram descartados e 6 exames de RT-PCR aguardam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 145.096 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 1 continuava internada até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS) e estão sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Nenhum óbito foi notificado neste domingo, 2, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.029 em todo o estado.

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:
http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos

Comentários

Continue lendo

Geral

Distrito Federal: ex-ministra Damares Alves é eleita senadora

Publicado

em

Damares Alves foi eleita para o Senado Federal. Foi ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos | Sérgio Lima/Poder360 05.ago.2022

Ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, ela assume a única vaga aberta para o cargo na eleição deste ano

Ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves (Republicanos) foi eleita senadora pelo Distrito Federal com mais de 650 mil votos. Com 91,48% das urnas apuradas, Flávia Arruda (PL) não consegue mais alcançá-la.

Além de política, Damares é advogada e pastora evangélica. Nascida em Paranaguá (PR), ela se mudou com a família para o Nordeste ainda criança e, depois, para o interior de São Paulo, onde se formou em Direito na extinta Fadisc, em São Carlos. Ela se mudou para Brasília e se tornou assessora parlamentar, sobretudo de parlamentares da bancada evangélica.

Antes de sair candidata ao Senado, Damares, uma das ministras mais conhecidas do presidente Bolsonaro, foi cotada para concorrer à Câmara dos Deputados e até ao cargo de vice-governadora ao lado do atual governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), que disputa a reeleição.

 

Comentários

Continue lendo

Geral

Eleitor registra boletim de ocorrência na PF e suspeita de erro em urna eletrônica; “votei e não saiu a foto do meu candidato”

Publicado

em

O eleitor Francisco Ribeiro Acácio Neto esteve na sede da PF em Rio Branco para registra boletim de ocorrência por suposto erro na urna eletrônica na sessão em que ele votou.

De acordo com o eleitor, ele realizou todos os seus votos normalmente, mas quando digitou o último voto,para presidente da República ele disse que não apareceu a foto do candidato e a votação foi encerrada.

“Quando digitei o voto para presidente não apareceu a foto do candidato, então alguma coisa aconteceu e vim aqui na Federal para registrar um boletim e saber o que tá acontecendo”, afirmou.

Comentários

Continue lendo

Em alta