Conecte-se conosco

Flash

Governador Gladson Cameli apresenta projeto da Orla do XV a deputada Vanda e diz que “é sonho da população”

Publicado

em

O governador Gladson Cameli apresentou na tarde de hoje (19) à deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-Ac) o projeto arquitetônico da Orla do Bairro XV. O projeto será encaminhado ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (Siconv) e para aprovação da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM). Com a tramitação burocrática a expectativa é que até o mês de setembro as obras sejam iniciadas. R$ 17,7 milhões já estão garantidos na Caixa Econômica Federal.

“Agradecer a Deus, a senhora, doutora Vanda e a Sedur. Eu não fico chateado quando a senhora cobra. É sonho da população” disse o governador.

O encontro aconteceu na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEDUR). Em tom de diálogo, ao lado dos secretários Ítalo Medeiros (SEINFRA) e Luiz Aragão, Cameli falou da força-tarefa instituída pelos órgãos do estado para elaboração de vários projetos de obras do setor civil.

A deputada Vanda Milani aproveitou para agradecer o governador e dizer que ele é o grande incentivador da obra. Moradora há mais de quatro décadas do Bairro XV, a parlamentar destacou o resgato histórico com a execução da obra. A urbanização da Orla prevê museu tecnológico, praça e porto com uma plataforma para atracagem.

“O governador é um grande responsável e incentivador por essa obra. A revitalização vai representar a melhoria do comércio na região, melhorar a qualidade de vida dos moradores, aquecer o setor de turismo e melhorar o aspecto urbanístico. Estou feliz e honrada por esse encontro de muito diálogo com o executivo”, concluiu.

Comentários

Acre

No Acre, número de pessoas desaparecidas aumenta em mais de 40% em 2021

Publicado

em

O número de registros de desaparecimento no estado do Acre aumentou 42,1% em 2021 na comparação com o ano passado. Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado na última semana. 

Em números, em 2020 foram 229 registros de pessoas desaparecidas no Acre, dentre elas apenas 34 foram localizadas, segundo os dados. Já em 2021, o número subiu para 330 registros e 25 encontradas. 

A taxa de pessoas desaparecidas em 2020, para cada 100 mil habitantes é de 25,6 e em 2021, é de 63,4. Na variação em comparação ao ano anterior, o Acre está abaixo do Pará com 146,6%, Rio Grande do Norte com 120,8% e Tocantins com 67,2%.

Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o monitoramento das estatísticas de desaparecimentos é feito com base nas informações fornecidas pelos Boletins de Ocorrências das Polícias Civis dos estados. 

“Nos últimos cinco anos, ao menos 369.737 registros de pessoas desaparecidas foram feitos no Brasil, média de 203 casos diários. Os números não correspondem, no entanto, ao total de pessoas desaparecidas: uma pessoa pode ter mais de um registro de desaparecimento, feito por diferentes familiares, assim como em um boletim de ocorrência pode constar mais de uma pessoa desaparecida”, diz o Anuário.

Comentários

Continue lendo

Flash

Acre registra 162 novos casos de Covid-19 neste domingo

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), informa que foram registrados 162 novos casos de coronavírus neste domingo, 3, de julho. O número de infectados é de 127. 066 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 332.831 notificações de contaminação pela doença, sendo que 205.740 casos foram descartados e 25 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen).

Pelo menos 123.159 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 6 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Nenhum óbito foi notificado neste domingo, 3, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.004 em todo o estado.

Comentários

Continue lendo

Flash

PM diz que realizou mais de 5,2 mil operações no 1º semestre de 2022 no Acre

Publicado

em

A Polícia Militar do Acre divulgou neste sábado (2) o balanço de ações do primeiro semestre de 2022. De janeiro a junho foram 5.277 operações, ou cerca de 30 ao dia no período. Foram conduzidas 3.317 pessoas às delegacias do Acre e cumpridos 230 mandados de prisão.

Ao menos 487 armas foram apreendidas em seis meses e 364 veículos recuperados.

Segundo o informe do Comando Geral da PM, o tráfico sofreu relevante abalo com 1.135 apreensões de droga. Foram realizadas 112.761 abordagens.

Além das ações de rotina, as grandes operações foram intensificadas. Neste fim de semana, por exemplo, o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) deu início à Operação Bioma, que visa realizar ações preventivas e repressivas aos ilícitos ambientais em diversos municípios do Estado, com foco no desmatamento ilegal.

Comentários

Continue lendo

Em alta