Com ac24horas

Um dia após ter dado voz de prisão a um adversário político em Acrelândia, por suposto desacato, o governador Sebastião Viana teve seu esquema de segurança mudado. Pelo menos foi o que se notou na noite desta terça-feira, durante a inauguração de mais um comitê da Frente Popular, dessa vez no bairro Vila Betel.

Como sempre, o governador chegou distribuindo sorriso, cumprimentado eleitores e posando para fotos, só que dessa vez com seus seguranças mais próximos e atentos e o tempo todo se comunicado entre si via telefone e olhando para os lados. Enquanto três dos principais seguranças ladeavam o governador, os outros ficavam um pouco mais distantes circulando lentamente pelo ambiente e observando as pessoas.

seba_012

Entre quatro e seis policiais fazem a segurança diária do governador. A equipe se reveza diariamente. Eles acompanham o governador em dois carros. Geralmente, em uma solenidade ou visita oficial, os seguranças costumam chegar ao local momentos antes para checar o ambiente.

A assessora de imprensa do governador, Andrea Zílio, não soube informar se houve, de fato, uma alteração no esquema de segurança de Sebastião Viana, após o ocorrido em Acrelândia, porém disse que é normal principalmente em época de eleição que os seguranças dobrem a atenção. “Na verdade, o governador nem gosta que de ficar cercado de seguranças”, disse.

Sebastião Viana esteve cedo no comitê da Vila Betel, mas não participou da inauguração. Após cumprimentar e fazer uma sequência de selfies ao lado de militantes petistas, o candidato se dirigiu ao Parque de Exposições para participar do encerramento do rodeio da Expoacre.

Comentários