Para a equipe do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) foi apresentada proposta de reprogramação para a construção de dez escolas que já estavam previstas no acre

Audiência com o Ministro da Educação, com a presença do governador, secretário e representantes da bancada federal do Acre (Foto: cedida)
Assessoria

O objetivo da equipe formada pelo secretário de Estado de Educação, Cultura e Esportes,  Mauro Sérgio Cruz, e assessores técnicos foi apresentar os projetos para a pasta no estado. Entre os dias 18 e 19, o grupo cumpriu agenda primeiramente com a bancada do Acre em Brasília, com a presença também do governador Gladson Cameli.

“Nós levamos ao conhecimento dos nossos deputados federais e senadores as ações que estamos desenvolvendo em favor da melhoria da qualidade na nossa educação. É muito importante esse suporte dos nossos representantes e ficamos muito felizes com a acolhida e com o fato de todos eles manifestaram interesse em apoiar. Dessa forma iremos fazer muito mais pelos nossos alunos”, afirma o secretário.

Em seguida a agenda foi com o secretário de Educação Básica, Jânio Macedo, e o secretário de Modalidades Especiais de Educação, Bernardo Goytacazes. Na Secretaria de Educação Básica a pauta foi a implantação do Novo Ensino Médio, que já possui 10 escolas em Rio Branco, como projeto piloto, realizando a experiência com o novo currículo. Já com o secretário Bernardo Goytacazes o assunto foram as escolas rurais e indígenas.

Foram abordados os projetos de formação inicial e continuada dos professores indígenas, apoio para construções, reformas e ampliação de escolas interculturais indígenas, produção de material didático específico e investimentos em equipamentos para as escolas.

“A recepção foi muito boa, saímos com grandes perspectivas, o secretário e assessores demonstraram um interesse muito grande em acompanhar a educação escolar indígena no Acre”, destaca o chefe da Divisão de Educação Escolar Indígena da SEE, Nilo Barreto.

Com a equipe do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) foi apresentada proposta de reprogramação para a construção de dez escolas que já estavam previstas, de forma a atender a nova demanda da secretaria de educação.

Na Secretaria de Educação Básica a pauta foi a implantação do Novo Ensino Médio, que já possui 10 escolas em Rio Branco, como projeto piloto, realizando a experiência com o novo currículo (Foto: cedida)

Segundo Anna Abreu, chefe do departamento de Orçamento, Convênios e Estatística da secretaria, e que também integra a equipe que está em Brasília, a receptividade do FNDE à demanda da secretaria de educação foi muito boa e a reunião muito produtiva, pois havia sido prevista a construção de seis escolas na mesma região e, além disso, havia recurso parado em conta desde 2012. “Além de termos conseguido fazer essa reprogramação para a construção dessas escolas, o encontro nos trouxe esclarecimentos em relação à utilização desses recursos pra que o Estado nem perdesse, nem ficasse como inadimplente”, relata.

O secretário Mauro Sérgio avaliou como positiva a agenda em Brasília e o encontro com o Ministro da Educação, Abraham Weintraub. “Foram momentos muito produtivos e a receptividade dos nossos deputados e senadores, de todas as equipes do MEC e, em especial, do ministro da educação foi excelente. O ministro nos recebeu de braços abertos, escutou as nossas necessidades e dialogou conosco. Estamos trazendo, inclusive, propostas de dois novos modelos de escola para avaliarmos. Estamos saindo extremamente satisfeitos”, finaliza Cruz.

Foram abordados os projetos de formação inicial e continuada dos professores indígenas, apoio para construções, reformas e ampliação de escolas interculturais indígenas, produção de material didático específico e investimentos em equipamentos para as escolas (Foto: cedida)

Comentários