Conecte-se conosco

Acre

Governo deve decretar apresentação da carteirinha de vacinação em igrejas, mercados e órgãos públicos no Acre

Publicado

em

O governador Gladson Cameli deve expedir um decreto que obriga a população a apresentar a carteira de vacinação contra a covid-19 nos estabelecimentos públicos, comerciais e religiosos em todo o Estado.

Segundo informações, a medida é estudada devido que mais de 257 mil pessoas ainda não tomaram a segunda dose da vacina, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde. Estima-se que mais de 200 mil pessoas ainda não tomaram nem mesmo a primeira dose nos 22 municípios.

Atualmente, o Acre tem cerca de 318 mil doses disponíveis, o suficiente para cobrir a taxa vacinal das pessoas que têm de tomar a segunda dose, e de outras 60.700 que ainda não receberam a primeira.

O levantamento do Programa Nacional de Imunização, o PNI, da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) mostra que ao menos 1.028.380 doses da vacina já foram distribuídas no estado até agora, entre os 22 municípios.

 

Comentários

Acre

Melhores Condições: Governo assina ordem de serviço e garante manutenção na estrutura do edifício da Tucandeira

Publicado

em

O governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz), assinou a ordem de serviço e fiscalização que garante a realização de reparos e manutenção no edifício do posto de fiscalização fazendária, a Tucandeira, localizado na BR-364, no município de Acrelândia. As obras serão executadas sob a fiscalização da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra).

Os serviços vão desde manutenção preventiva à corretiva, como novos vasos sanitários, pisos e janelas, novos aparelhos de ar-condicionado e reforma dos quartos com revestimento de pintura para evitar infiltrações.

A iniciativa vai viabilizar a troca de vasos sanitários, pisos, janelas, aparelhos de ar-condicionado, reforma dos quartos com novos revestimentos de pintura para evitar infiltrações. Foto: Ascom/Sefaz

As obras visam, sobretudo, trazer qualidade de vida para os servidores e potencializar as ações de fiscalização no local. É o que explica o presidente do Sindicato do Fisco Estadual do Acre (Sindifisco/AC), Nicolas Aurélio, que também é auditor da Receita Estadual.

“Nós contribuímos para que o Estado possa fazer suas políticas públicas. Assim, queremos agradecer ao governo, por atender às nossas reivindicações. O plantão na Tucandeira corresponde a mais de 24h, uma vez que temos ainda o tempo de translado de ida e volta ao posto”, disse o representante do Sindifisco, ao ressaltar que, na pandemia, as atividades continuaram a ser realizadas sem prejuízo às fiscalizações.

A ordem de serviço foi assinada pelo secretário da Fazenda em exercício, Elson D’Ávila. Foto: Ascom/Sefaz

De acordo com o secretário da Fazenda em exercício, Elson D’Ávila, o Estado tem buscado o equilíbrio fiscal e isso viabiliza as iniciativas de melhorias. “Tivemos algumas intercorrências por conta da pandemia, mas estamos retomando essa obra que, sem o devido equilíbrio fiscal, não teríamos condições de realizar”, enfatizou.

Fazer justiça social e equalizar o pagamento de impostos. Esses são alguns dos objetivos das fiscalizações realizadas na Tucandeira.

O evento contou com a presença de representantes da Sefaz e da Seinfra. Foto: Ascom/Sefaz

Para o secretário adjunto da Receita Estadual, Clóvis Gomes, a iniciativa nas obras de manutenção é mais um compromisso do governo do Estado. “Já trabalhei aqui e sei das dificuldades e transtornos, da distância da cidade. Agora, teremos um local mais salubre, que respeite as condições dignas de trabalho”, disse.

Participaram ainda do evento, representantes do Sindifisco, da Diretoria de Administração Tributária, da Divisão de Mercadorias em Trânsito e da Seinfra. Atualmente, prestam serviço na Tucandeira 24 auditores da Receita Estadual.

Comentários

Continue lendo

Acre

Qualidade de Vida: Adolescente com encefalopatia crônica recebe cadeira de rodas adaptada em Assis Brasil

Publicado

em

Visando promover a acessibilidade e a melhora da qualidade de vida das pessoas com deficiência, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), realizou, em dezembro do ano passado, a maior aquisição de cadeiras de rodas da história. De lá para cá, a distribuição do equipamento vem sendo realizada mediante ao fluxo de prioridades, beneficiando pessoas com problemas de locomoção de todos os municípios acreanos.

O governo adquiriu 563 cadeiras de rodas que estão sendo distribuídas pelo estado. Foto: cedida

Em Assis Brasil, um dos beneficiados foi o adolescente Max Fernando Cardoso, de 13 anos. Ele nasceu com encefalopatia crônica evolutiva e precisava do equipamento para que os pais o pudessem levar para a escola. A entrega foi feita pela secretária da pasta, Paula Mariano.

“Os pais do Max fizeram a solicitação junto à Rede da Pessoa com Deficiência da nossa secretaria. Juntou-se toda a documentação e no sábado, 22, estivemos lá para fazer a entrega. Sabemos da importância de uma cadeira adaptada como essa para pessoas como o Max, que agora, além de poder se locomover com a família, vai poder usufruir de uma qualidade de vida”, destacou Paula Mariano.

O jovem tem encefalopatia crônica evolutiva desde que nasceu. Foto: Odair Leal/Secom

Esse equipamento conta com encosto de cabeça, braços e pés, e seu assento é ajustável. Contribui diretamente em prol da saúde e do bem-estar do paciente a curto, médio, e longo prazo, permitindo adequar a postura, sustentar, retificar, corrigir, e prevenir dores, complicações, e outras doenças.

Comentários

Continue lendo

Acre

Jovem acreana é encontrada com corpo carbonizado próximo a rodovia de Brasília

Publicado

em

Katriny morava em Brasília com a tia, desde 2016, e trabalhava em uma loja de roupas

 

 

Com informações UOL e CONTILNET

A acreana Marina Paz Katriny, de 30 anos, foi encontrada morta, com o corpo carbonizado, numa região de mata da BR-070, em Brasília, no Distrito Federal, na quarta-feira (18).

A informação foi dada pelo tio da jovem, Carlos Alberto, à reportagem do site Ecos da Notícia. Ele só ficou sabendo da notícia nesta quinta-feira (19).

Katriny morava em Brasília com a tia, desde 2016, e trabalhava em uma loja de roupas.

Após ter sido localizado pela Polícia Civil, o corpo da jovem foi reconhecido por amigos a partir de imagens publicadas no site Correio Braziliense.

A polícia segue investigando o caso, mas o que foi dito em depoimento por uma das pessoas ligadas à vítima é que o seu namorado “era muito ciumento”, que os dois brigavam com frequência e já haviam terminado e reatado o relacionamento por diversas vezes.

Uma amiga de Marina explicou à polícia que fazia tempo que não a via e que a jovem já havia se relacionado com uma pessoa que lhe agredia fisicamente.

Amigos se despediram da vendedora nas redes sociais.

 

Comentários

Continue lendo

Em alta