A nova linha de financiamento anunciada pelo presidente Michel Temer, em Brasília (DF), na última quinta-feira, dia 1°, deve fazer com que o Estado do Acre recorra a mais um empréstimo para custear investimentos e serviços ligados à Segurança Pública. Foi o que deixou claro o governador Sebastião Viana.

O encontro entre Temer e os governadores aconteceu no Palácio do Planalto, e como informou o Governo do Acre, entre alguns pontos importantes, foi anunciada a liberação de financiamento, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para reaparelhamento das polícias locais.

Sebastião Viana deu entrevista à Rede Amazônica e destacou que o número das policias da União no Acre deve aumentar nos próximos meses: “As forças armadas mais atentas e mais vigilantes. Haverá a criação de um Sistema Integrado de Segurança envolvendo as forças federais, estaduais e os estados vizinhos para que possamos enfrentar melhor o crime organizado”, declarou Viana.

Da parte do BNDES, estarão à disposição R$ 33,6 bilhões – o restante será investido pelos governos estaduais. Ou seja, a cada ano, os estados deverão cumprir uma contrapartida de 20% em investimento próprio. Para 2018, a previsão é da aplicação de R$ 5 bilhões em segurança pública. Do total, R$ 4 bilhões virão da instituição de fomento.

O anúncio do crédito faz parte de um conjunto de medidas tomadas pelo Governo do Brasil em reduzir a criminalidade no País e garantir a segurança dos cidadãos. De acordo com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, os recursos poderão ser usados em máquinas, equipamentos e tecnologia para reequipar as polícias estaduais. Os financiamentos ainda precisam passar pela aprovação da diretoria do BNDES.

Comentários