Conecte-se conosco

Geral

Governo promove políticas públicas para jovens e mulheres no aniversário de Brasileia

Publicado

em

Como parte da programação de aniversário de 112 anos de Brasileia, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Assistência Social, dos Direitos Humanos e Políticas para as Mulheres (SEASDHM), esteve no município nesta quinta-feira, 30, prestigiando o evento e apresentando políticas públicas para a população.

O chefe de Departamento de Juventude da SEASDHM, Caio Pinheiro, apresentou a escola criativa Co.liga para os brasileenses. Foto: Franklin Costa/SEASDHM

Uma das ações desenvolvidas na oportunidade foi o lançamento da Co.liga, uma escola virtual de economia criativa que visa oferecer cursos livres e gratuitos, com 37 opções segmentadas em cinco áreas: patrimônio, música, multimídia, design e artes visuais.

Oportunidade para os jovens

Com o apoio do Estado, Brasileia é a primeira cidade do Acre a aderir ao Co.liga. O Município irá viabilizar a qualificação com o apoio dos laboratórios locais do Senac, disponibilizando computadores e conexão à internet para a juventude.

“O Co.liga é alinhado com a nossa gestão, que busca proporcionar estudo, qualificação e lazer para os nossos jovens”, aponta a gestora estadual. Foto: Franklin Costa/SEASDHM

Movimentos de jovens da comunidade também estiveram presentes na cerimônia, como o grupo de graffiti TRZ Crew, além de alunos da Escola Instituto Odilon Pratagi e da Escola Kairala José Kairala, que foram convidados para participar da cerimônia de adesão. Representando esse público, a estudante Ana Clara Gomes agradeceu: “Gostaria de mostrar satisfação pelo carinho e a oportunidade oferecidos, espero que meus colegas aproveitem bastante a escola digital”.

A titular da SEASDHM, Ana Paula Lima, reafirmou o compromisso do governo com os municípios parceiros. “Essa é uma ótima oportunidade para a juventude acreana, com oportunidades de crescimento saudável, apresentando a importância de uma boa qualificação. Vamos enriquecer nossos currículos”, conclamou.

“Procuramos sempre prestar o melhor apoio possível para os jovens de Brasileia”, aponta a prefeita Fernanda Hassem. Foto: Franklin Costa/SEASDHM

“Quando vejo os nossos jovens, lembro como eu era; sempre busquei ser participativa e usufruir de tudo que era proporcionado para a juventude da minha época. Eu os aconselho a procurar ser engajados e sempre se esforçar pelo seu futuro”, incentivou a prefeita do município, Fernanda Hassem.

Para saber mais sobre a Co.liga:

https://coliga.digital/

Combate à violência doméstica

Além de oportunizar qualificação para a juventude brasileense, o Estado realizou a entrega de 300 cestas básicas para atender famílias em situação de vulnerabilidade social do município, prezando maior apoio aos grupos familiares compostas por mulheres vítimas de violência doméstica.

Ana Paula Lima assegura: “Estamos preparadas para atender a população e mostrar que temos um governo atuante, que preza o bem-estar das mulheres”. Foto: Franklin Costa/SEASDHM

“Essa é uma das diversas maneiras de o governo prestar apoio direto a mulheres que se encontram fragilizadas, estamos aqui dispostos a acolhê-las de todas as formas”, enfatiza Ana Paula Lima.

O Ônibus Lilás proporciona atendimentos de maneira sigilosa e itinerante para mulheres de todo o estado. Foto: Carlos Alexandre/SEASDHM

A diretora de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres da SEASDHM, Claire Cameli, deu ênfase aos serviços prestados pela unidade móvel Ônibus Lilás, que conta com equipe multidisciplinar, proporcionando atendimentos jurídicos, psicológicos e de assistência social para mulheres em vulnerabilidade.

“Corremos todo o estado levando políticas públicas e apresentando direitos para as mulheres acreanas”, afirma. A equipe esteve presente no município por dois dias, prestando seus serviços de maneira itinerante e realizando conversas que reforçam a importância de combater a violência doméstica.

Comentários

Geral

TSE divulga cálculo para distribuição de tempo no horário eleitoral

Publicado

em

Propaganda no rádio e TV no 1º turno começa dia 26 de agosto

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (12), em Brasília, a base de cálculo para a distribuição de tempo no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão. O tempo é calculado conforme a representatividade dos partidos políticos na Câmara dos Deputados.

De acordo com a tabela, o primeiro da lista é o União Brasil, com 81 deputados federais eleitos, seguido pela Federação Brasil da Esperança (Fe Brasil), composta pelo PT (Partido dos Trabalhadores), PCdoB (Partido Comunista do Brasil) e PV (Partido Verde), que possui 70; Partido Progressista (PP) com 38; Federação PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) – Cidadania com 37; PSD (Partido Social Democrático) (35); MDB (Movimento Democrático Brasileiro) (34) e PL (Partido Liberal) (33). Na última colocação estão Avante e PSC (Partido Social Cristão), ambos com sete deputados.

Tempo de propaganda

Conforme a legislação eleitoral, 90% do tempo total de propaganda são distribuídos proporcionalmente pelo número de deputados. O restante (10%) é dividido igualitariamente.

A portaria também traz a tabela de representatividade dos partidos para a realização de debates entre os candidatos. Nesse caso, o critério é a bancada no Congresso Nacional.

A propaganda no rádio e na TV do primeiro turno começa no dia 26 de agosto e vai até 29 de setembro.

O primeiro turno será no dia 2 de outubro, quando os eleitores irão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro.

Comentários

Continue lendo

Geral

VÍDEO: motociclista provoca acidente ao avançar sinal vermelho em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O acidente foi registrado na tarde da última quinta-feira (11), uma câmera de segurança registrou um acidente no cruzamento próximo ao Ministério Público Estadual em Cruzeiro do Sul, quando duas motocicletas se chocaram gravemente.

As imagens mostram o momento em que um motociclista avança, aparentemente ignorando o sinal vermelho, acabando assim colidindo com outra motocicleta que trafegava pela esquerda, na Av. 17 de Novembro.

Uma testemunha ocular afirmou que uma jovem estava na garupa de uma das motos ficou desacordada, precisando ser levada ao hospital pelo SAMU.

Comentários

Continue lendo

Geral

Incêndio em igreja egípcia deixa ao menos 41 mortos

Publicado

em

Maioria são crianças que foram pisoteadas

Pelo menos 41 pessoas morreram e 45 ficaram feridas num incêndio causado por uma falha elétrica durante missa em uma igreja cristã copta na cidade egípcia de Gizé neste domingo, disseram autoridades do Egito.

O incêndio começou pouco antes das 9h (horário local), quando 5 mil pessoas se reuniam para a missa na igreja de Abu Sifin, no bairro de Imbaba, disseram duas fontes.

O fogo bloqueou a entrada da igreja, causando uma pisoteamento, disseram elas, acrescentando que a maioria dos mortos eram crianças.

“As pessoas estavam se reunindo nos terceiro e quarto andares, e vimos fumaça saindo do segundo andar. As pessoas correram para descer as escadas e começaram a cair umas sobre as outras”, disse Yasir Munir, fiel da igreja.

“Então ouvimos um estrondo e faíscas e fogo saindo da janela”, disse ele, afirmando que ele e sua filha estavam no térreo e conseguiram escapar.

Incêndios de causa elétrica desse tipo não são uma ocorrência rara no Egito; no final de 2020, um incêndio num hospital que tratava pacientes com Covid-19 matou pelo menos sete pessoas e feriu várias outras.

Em comunicado, o Ministério do Interior disse que um exame forense mostrou que o incêndio começou no ar condicionado do segundo andar da igreja como resultado de um defeito elétrico.

A inalação de fumaça foi a principal causa das mortes e ferimentos, disse. As famílias dos que morreram receberão 100 mil libras egípcias (5.223 dólares), de acordo com um comunicado do gabinete.

“Ofereço minhas sinceras condolências às famílias das vítimas inocentes que nos deixaram para estar com seu Senhor em uma de suas casas de culto”, disse o presidente egípcio Abdel Fattah al-Sisi em um tuíte.

Comentários

Continue lendo

Em alta