Produto será destinado a operações tapa-buracos nas zonas urbanas dessas cidades

O Governo do Estado do Acre vai repassar pelo menos duas mil toneladas de massa asfáltica a 14 dos 22 municípios acreanos, para operações tapa-buracos como parte da primeira fase do Programa Ruas do Acre 2019, destinado a recuperar avenidas, ruas e travessas da zona urbana das cidades do interior.

Em reunião com os prefeitos, no Palácio Rio Branco, nesta quarta-feira, 17, o governador Gladson Cameli anunciou o repasse fruto de um convênio com o 7º Batalhão de Engenharia e Construção, o 7º BEC, que destinou os insumos e fará a usinagem do material.

Em reunião com os prefeitos, no Palácio Rio Branco, nesta quarta-feira, 17, o governador Gladson Cameli anunciou o repasse fruto de um convênio com o 7º Batalhão de Engenharia e Construção Foto: Diego Gurgel/Secom

Por ser do tipo de massa asfáltica quente, e que por isso tem um prazo para chegar ao destino ainda no estado de alta temperatura desde a usina em Rio Branco, sete cidades dos vales do Juruá e do Purus não puderam ser contempladas neste convênio, justamente por estarem muito distantes da capital. De outra forma, se a massa asfáltica chegasse fria, ela se deterioraria.

Rio Branco também não foi incluído porque a capital já será contemplada pelo governo com 6,5 mil toneladas de asfalto para a recuperação das rodovias estaduais que cortam o município e com investimentos de R$ 5 milhões no recapeamento de toda a Via Verde, no Segundo Distrito.

“Assim como lançamos o Programa Ramais do Acre, essa operação agora será destinada a auxiliar as prefeituras a recuperar as ruas de suas cidades, respondendo aos anseios de suas populações”, reitera Gladson Cameli.

Os prefeitos seguiram reunidos com o engenheiro Ítalo de Medeiros, presidente do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura, Hidrovia e Aeroportuária do Acre, (Deracre). O órgão é responsável pelo rateio do produto entre os municípios e nesta etapa, o governo obedeceu ao critério populacional urbano para dividir o produto. As prefeituras também entram com o transporte desde a capital e a mão de obra das operações em suas cidades.

Desse modo, o município de Sena Madureira, por exemplo, que tem 29,8 mil habitantes na zona urbana – dos mais de 45 mil totais –, receberá 344 toneladas da massa asfáltica. Já Porto Acre, que tem uma população de 2.363 pessoas na zona urbana, terá uma captação de 27 toneladas. Para Brasileia serão destinadas 197 toneladas, enquanto que Feijó contará com pouco mais de 200 toneladas.

Conforme Medeiros, os municípios de Jordão, Santa Rosa do Purus, Porto Walter, Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo, Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima serão beneficiados em outra fase, com data ainda indefinida, por conta da logística complexa a ser empregada. “É que para esta região, vamos precisar contratar um fornecedor de insumos com base em Cruzeiro do Sul para que o produto chegue aos municípios em tempo hábil de uso do material”, explica o presidente do Deracre.

Para o prefeito Tião Flores, de Epitaciolândia, essa é uma oportunidade valiosa de melhorar a malha viária urbana de seus municípios. “Chega em muito boa hora esse produto e agradeço imensamente essa doação, em nome de nossa população na fronteira”, afirmou Tião Flores, cujo município faz fronteira com a Bolívia.

Comentários