Conecte-se conosco

Acre

Grupo que matou e ocultou corpo de adolescente leva mais de 280 anos de prisão

Publicado

em

Em julgamento que durou mais de 15 horas, o Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri condenou os seis envolvidos no sequestro, execução e ocultação do cadáver da adolescente Raquel Melo de Lima, de 13 anos, assassinado no início deste ano na Estrada do Amapá, em Rio Branco.

A Juíza Luana Cláudia Campos condenou todos os envolvidos a uma pena total de 280 anos, 2 meses e 10 dias de prisão em regime fechado. A ré Francisca Roberta Gomes Araújo da Cruz, que não compareceu ao tribunal, foi condenada à revelia e teve sua prisão preventiva decretada.

Penas

Todos os réus foram condenados por homicídio duplamente qualificado, cárcere privado, corrupção de menores, ocultação de cadáver e participação em associação criminosa.

A maior pena ficou para James Cley Pereira dos Santos, com 53 anos, 10 meses, 20 dias e 90 dias multa. Francisco Elcivan Leandro Rodrigues pegou 47 anos, 7 meses, 10 meses e mais 90 dias multa. Francisca Roberta Gomes foi condenada a 46 anos,5 meses, 10 dias de pena e mais 80 dias multa. Rosinei Pereira dos Santos a 46 anos, 5 meses, 1 dias e 80 dias multa. Rosinaldo Pereira dos Santos 43 anos, 3 meses, 10 e 80 dias multa, e os irmãos Yago e Thyego da Silva Sabino a 41 anos, 9 meses, 10 dias e mais 70 dias multa cada um, totalizando 280 anos, 2 meses e 10 dias de reclusão, além 480 dias multas.

O crime ocorreu no dia 29 de fevereiro desse anos no Ramal do Pica-pau, região do Amapá, no dia 29 de janeiro desse ano. Raquel Melo e a mãe Maria da Glória Rodrigues de Lima, haviam assistido um culto religioso numa Igreja Evangélica e retornavam para casa quando foram surpreendidas por um grupo armado.

Elas foram  levadas para uma área de mata nas proximidades, onde a mãe foi liberada.

Mais tarde, dona Maria foi avisada que a filha tinha sido julgada e condenada pelo tribunal do crime.

Além de executada a facadas e tiros, a vítima foi esquartejada e sepultada numa cova rasa. Na manhã seguinte, a polícia prendeu os irmãos Tiago e Thyego Sabino, que os levou onde estava o corpo da menor.

No mesmo local, a polícia encontrou o cadáver de Aline Dinalva, irmã de criação de Raquel, que havia desaparecido fazia dois meses. Os demais envolvidos foram presos no decorrer das investigações.

Comentários

Acre

“Amigo do Bope” – Alan Rick é homenageado pelo Batalhão de Operações Especiais da PM

Publicado

em

Foto: Júnior Galvão

Nesta sexta-feira, 12 /08, o deputado federal licenciado Alan Rick foi homenageado com a placa de “Amigo do Bope”, entregue a personalidades que contribuíram para estruturação e fortalecimento do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar. A entrega ocorreu durante a solenidade que comemorou os 26 anos do Batalhão.

“Estou muito feliz e extremamente honrado por receber essa homenagem no dia da comemoração dos 26 anos do nosso BOPE. Sou um apoiador da Polícia Militar. Durante os meus mandatos destinei mais de R$ 18 milhões para a nossa segurança pública.” – disse o parlamentar licenciado.

O comandante do Batalhão de Operações Especiais, tenente-coronel Rômulo Modesto, fez uma fala de agradecimento a Alan Rick. “Fazemos esse reconhecimento aos parlamentares, destacando o trabalho do deputado Alan Rick que trouxe grandes benefícios ao nosso batalhão, como, os recursos destinados a aquisição de viaturas, ao nosso estande de tiro, e a unidade de policiamento com cães que fazem com que o nosso batalhão tenha um salto de qualidade nos seus serviços.” – completou.

Essa é a segunda homenagem dedicada pela PM, em 2022, ao deputado Alan Rick. Em julho, o parlamentar recebeu a Medalha de Mérito Coronel Fontenele de Castro, concedida a quem presta relevantes serviços à causa pública e para o progresso da Polícia Militar.

Comentários

Continue lendo

Acre

Construção de novo posto policial em Puerto Evo Morales potencializa o combate a crimes transfronteiriços na região do Baixo Acre

Publicado

em

Em consonância com deliberações do Comitê Integrado de Fronteira, instituído por meio de carta de intenções, na cidade de Santa Cruz de La Sierra, em abril deste ano, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), representada pelo seu coordenador de Integração Operacional, coronel Glayson Dantas, e pelo coordenador-geral do Gefron-AC, coronel Evandro Bezerra, participou, na tarde desta sexta-feira, 12, em Puerto Evo Morales (Bolívia), da apresentação do projeto de construção do novo posto policial na entrada daquela cidade.

De acordo com comandante departamental de Pando, o coronel da Polícia Nacional da Bolívia (PNB) Julio Monroy, “a segurança na Vila de Puerto Evo vai aumentar consideravelmente, inclusive com mais efetivo policial e uma viatura nova, exclusiva para o posto”. O engenheiro responsável pelo projeto afirmou que em 60 dias começa a construção do posto, situado logo na saída da ponte que liga a cidade boliviana com o município de Plácido de Castro, no Acre.

Durante o evento, os representantes da Sejusp confirmaram, para a próxima semana, o início das operações integradas das forças de segurança do Acre com a Polícia Nacional da Bolívia, com o propósito de prevenir e reprimir a prática de crimes transfronteiriços na região.

Do ato, além das autoridades policiais bolivianas, também participaram o comandante 4° BPM, capitão Freitas, o comandante da Companhia Independente de Plácido de Castro, tenente J. Ferreira, moradores e comerciantes das duas cidades fronteiriças.

Comentários

Continue lendo

Acre

PM que perdeu o controle de moto e bateu em coluna morre no PS de Rio Branco

Publicado

em

O policial militar Stefano Sebastiam Moreira Loriato, de 35 anos, que foi vítima de grave acidente de trânsito na madrugada de quarta-feira (10), na região do bairro Vila Nova, em Rio Branco, morreu na tarde desta sexta-feira (12) na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do pronto-socorro da capital.

Segundo informações de populares, Stefano trafegava em uma motocicleta pela Estrada das Placas, quando acabou perdendo o controle do veículo nas proximidades da antiga distribuidora de bebidas Belco e bateu fortemente contra uma coluna de concreto instalada na calçada. Com impacto, a vítima caiu a cerca de 25 metros e desmaiou. Na colisão, a moto ficou totalmente destruída.

Stefano tinha formado em Odontologia/Foto: Reprodução

Populares ajudaram o homem e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que enviou uma ambulância de suporte básico. Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e, devido à gravidade do estado da vítima, foi pedido apoio da ambulância de suporte avançado (01), que conseguiu estabilizar o quadro clínico do motociclista.

O homem foi encaminhado ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo, com um traumatismo crânio encefálico grave, trauma no tórax fechado, fratura na perna e um corte grande nas costas. Após ser submetido a uma intervenção cirúrgica, ele ficou internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas não resistiu e morreu na tarde desta sexta-feira.

O corpo de Stefano foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exame cadavérico.

Ainda segundo apurado pela reportagem, Stefano era formado em Odontologia e recentemente havia passado no concurso da Polícia Militar do Acre. Ele estava comemorando com amigos por ter finalizado o curso de aluno soldado e, na madrugada, saiu para comprar um energético, quando o acidente aconteceu.

Comentários

Continue lendo

Em alta