Conecte-se conosco

Acre

Homem amarra e espanca esposa em Cruzeiro do sul

Publicado

em

Vizinhos socorreram a vítima e chamaram a polícia.
Mulher diz que agressões ocorrem há mais de dois anos.

Mulher afirma ter sido agredida a socos pelo companheiro (Foto: Francisco Rocha/G1)

Mulher afirma ter sido agredida a socos pelo companheiro (Foto: Francisco Rocha/G1)

Da redação, com Francisco Rocha – G1 AC

Policiais Militares prenderam na tarde de quinta-feira (11) o trabalhador rural Raimundo Nonato Conceição, de 24 anos, residente na comunidade Igarapé Monteiro, na zona rural de Cruzeiro do Sul. O homem é suspeito de amarrar e agredir a esposa a socos.

Mulher mostra marcas da agressão (Foto: Francisco Rocha/G1)

Mulher mostra marcas da agressão (Foto: Francisco Rocha/G1)

A vítima, Gleiciane Monteiro de Souza, de 26 anos, foi socorrida por moradores da comunidade, na tarde de quinta-feira (11). Segundo ela, as agressões ocorrem há mais de dois anos.  Aos policiais, Gleiciane contou que o marido é violento e sempre que consome bebida alcoólica fica agressivo.

“Ele sempre faz isso comigo, dessa vez pensei que ia morrer, porque ele me amarrou, me jogou no chão e começou a me bater com socos no meu corpo e no meu rosto. Graças aos vizinhos ele me largou”, contou a mulher.

No momento em que foi preso, o suspeito estava em um bar próximo à comunidade.  Segundo o indivíduo, batia na mulher porque ela ‘costumava fugir de casa’.

“Ela costuma de vez em quando fugir de casa. Na última vez a encontrei na casa de um vizinho acompanhada por dois homens, como as explicações dela não me convenceram fiquei revoltado”, justifica Raimundo.

Com hematomas pelo corpo, Gleiciane foi encaminhada ao hospital da cidade, para atendimento médico e exame de corpo de delito. O agressor foi levado à delegacia e após prestar depoimento foi encaminhado ao presido local.

 

Comentários

Acre

Casal acusa dono de hotel em Epitaciolândia de homofobia

Publicado

em

Uma confusão em um hotel de Epitaciolândia, no Alto Acre, terminou em registro de ocorrência na delegacia e acusação de homofobia. O boletim foi registrado por Ocidenir da Silva Martins, que se declara homossexual e é casado com uma mulher trans, de nome social Nicole Euros. Ocidenir e Nicole acusam Adilson Luiz de Santana, dono do hotel Vale das Orquídeas, de homofobia.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Epitaciolândia, o casal, após chegar ao hotel foram recepcionados e levados para o quarto. Após alguns minutos teriam recebido um chamado da recepção e teriam sido comunicados de que precisariam deixar o estabelecimento, já que o hotel não aceitaria a presença de um filhote de cachorro pertencente ao casal. Ao questionarem o fato de que na hora da reserva e do pagamento não teriam sido informados de que não poderiam entrar com o animal, teriam sido vítimas de homofobia.

À reportagem do ac24horas, Ocidenir contou que foi vítima de homofobia. “O proprietário nos disse que seu estabelecimento é reconhecido por receber e ter condutas tradicionais, não aceitava casal estranhos e que não precisaria da gente, nem do nosso dinheiro. Passamos por uma situação preconceituosa , constrangimento e humilhação perante as pessoas”, relatou.

O ac24horas procurou o proprietário do hotel. Ao ligar no telefone informado no boletim de ocorrência, a ligação foi atendida por Angélica Feliciano da Silva, gerente do hotel e que seria a pessoa que teria ligado para a polícia militar relatando a confusão. Ao atender a ligação da reportagem, Angélica apenas informou que Adilson já estava dormindo e que não podia falar. espaço segue aberto, caso haja interesse em se manifestar.

Comentários

Continue lendo

Acre

FAB atira contra aeronave com 500 kg pasta de cocaína; suspeitos fogem

Publicado

em

Por

Avião com 500 kg de cocaína é interceptado pela FAB e faz pouso forçado
Imagem: Reprodução/fab.mil.br

A FAB (Força Aérea Brasileira) disse hoje ter interceptado uma aeronave de pequeno porte que entrou no espaço aéreo brasileiro sem autorização. A ação ocorreu por volta do meio-dia, entre os estados de Mato Grosso do Sul e de São Paulo. No avião foram encontrados 500 kg de cocaína. Ninguém foi preso.

Segundo a corporação, os agentes de defesa aérea tentaram inicialmente o contato com o piloto da aeronave, mas não obtiveram resposta. A aeronave foi então classificada como suspeita.

Na sequência, os pilotos da FAB ordenaram a mudança de rota e o pouso obrigatório em aeródromo específico. Porém, mais uma vez o piloto do avião suspeito não obedeceu.

A partir daí, seguindo o protocolo, a defesa aérea brasileira reagiu com o chamado “tiro de aviso”. Pela terceira vez, o piloto do avião não respondeu e as autoridades brasileiras passaram a considerá-lo “hostil”, realizando em seguida o “tiro de detenção”.

Após a execução do disparo, a aeronave —que não tinha plano de voo e entrou no espaço aéreo do Brasil pela fronteira de Mato Grosso do Sul—, fez o pouso forçado entre as cidades de Jales e Pontalinda, no estado de São Paulo.

Duas pessoas fugiram antes da chegada dos policiais e na aeronave foram encontrados em torno de 500 kg de pasta base de cocaína.

Comentários

Continue lendo

Acre

Polícia Civil busca autores que vandalizaram estátua de Chico Mendes na capital

Publicado

em

Por Deylon Félix

Por meio de uma nota divulgada neste sábado, 2, a Polícia Civil do Acre anunciou que após tomar conhecimento do fato criminoso contra a estátua do líder seringueiro Chico Mendes, que estava afixada na Praça Povos da Floresta, no centro de Rio Branco, já iniciou as ações para identificar os autores.

O monumento foi depredado nesta sexta-feira, 1, e teve sua estrutura derrubada, mas foi abandonado no local, já que os vândalos não conseguiram remover a base por completo.

De acordo com o comunicado, uma equipe policial já tomou as devidas providências, indo ao local do crime, realizando pericia técnica e dando início às diligências para descobrir os culpados.

A estátua de uma criança que também ficava no espaço, não foi vista, mas não foi informado se o objeto foi roubada ou retirado anteriormente pela prefeitura do Estado.

Comentários

Continue lendo

Em alta