Homem amarra e espanca esposa em Cruzeiro do sul

Vizinhos socorreram a vítima e chamaram a polícia. Mulher diz que agressões ocorrem há mais de dois anos. Mulher afirma ter sido agredida a socos pelo companheiro (Foto: Francisco Rocha/G1)...

Vizinhos socorreram a vítima e chamaram a polícia.
Mulher diz que agressões ocorrem há mais de dois anos.

Mulher afirma ter sido agredida a socos pelo companheiro (Foto: Francisco Rocha/G1)
Mulher afirma ter sido agredida a socos pelo companheiro (Foto: Francisco Rocha/G1)

Da redação, com Francisco Rocha – G1 AC

Policiais Militares prenderam na tarde de quinta-feira (11) o trabalhador rural Raimundo Nonato Conceição, de 24 anos, residente na comunidade Igarapé Monteiro, na zona rural de Cruzeiro do Sul. O homem é suspeito de amarrar e agredir a esposa a socos.

Mulher mostra marcas da agressão (Foto: Francisco Rocha/G1)
Mulher mostra marcas da agressão (Foto: Francisco Rocha/G1)

A vítima, Gleiciane Monteiro de Souza, de 26 anos, foi socorrida por moradores da comunidade, na tarde de quinta-feira (11). Segundo ela, as agressões ocorrem há mais de dois anos.  Aos policiais, Gleiciane contou que o marido é violento e sempre que consome bebida alcoólica fica agressivo.

“Ele sempre faz isso comigo, dessa vez pensei que ia morrer, porque ele me amarrou, me jogou no chão e começou a me bater com socos no meu corpo e no meu rosto. Graças aos vizinhos ele me largou”, contou a mulher.

No momento em que foi preso, o suspeito estava em um bar próximo à comunidade.  Segundo o indivíduo, batia na mulher porque ela ‘costumava fugir de casa’.

“Ela costuma de vez em quando fugir de casa. Na última vez a encontrei na casa de um vizinho acompanhada por dois homens, como as explicações dela não me convenceram fiquei revoltado”, justifica Raimundo.

Com hematomas pelo corpo, Gleiciane foi encaminhada ao hospital da cidade, para atendimento médico e exame de corpo de delito. O agressor foi levado à delegacia e após prestar depoimento foi encaminhado ao presido local.

 

Comentários