Paulo não resistiu aos ferimento e foi a óbito antes da chegada do socorro.
Paulo não resistiu aos ferimento e foi a óbito antes da chegada do socorro.
Alexandre Lima
Paulo, não resistiu aos ferimentos.
Paulo, não resistiu aos ferimentos.

Desde as 23h30 deste domingo, dia 19, agentes da Polícia civil e Militar, estão tentando localizar um homem identificado como Francisco Soares Freire de Assis, vulgo “Nêgo do Toro”, principal suspeito de ter matado a golpes de facão, Paulo Pereira Barroso (41).

O incidente aconteceu numa pequena fazenda localizada no km 19 da Estrada Velha, que tem acesso pelo km 2 da BR 317, zona rural de Epitaciolândia. Segundo foi informado até o momento, os dois se conheciam e estavam numa pequena confraternização entre amigos, quando aconteceu um desentendimento.

Autoridades estão atrás do suspeito.
Autoridades estão atrás do suspeito.

Como resultado, Nêgo do Toro se apossou de um facão e desferiu vários golpes contra Paulo, lhe acertando no pescoço, braço e abdômen até cair agonizando no chão. Um dos golpes fez que parte das vísceras ficassem expostas.

Francisco saiu correndo rumo à mata e jogou o facão, que foi encontrado após a chegada de policiais no local. Mesmo com a chegada de socorristas do Bombeiros, nada se pode fazer para salvar a vítima, que foi a óbito momentos antes.

Os peritos chegaram da Capital por volta das 4h00, para depois levar o corpo ao IML na Capital para exames cadavérico, e em seguida liberar aos parentes. Foi informado que o suspeito teria ligado ao Siosp (190) para avisar que teria cometido o crime e irá se entregar em breve. Sua prisão preventiva foi pedida ao judiciário.

Mais informações a qualquer momento.

 

Um dos golpes fez que a vítima tivesse parte da suas vísceras expostas.
Um dos golpes fez que a vítima tivesse parte da suas vísceras expostas.
Facão usado para matar Paulo foi localizado.
Facão usado para matar Paulo foi localizado.

Comentários