IMG_1778
Corpo de José foi levado para o pronto socorro de Brasiléia e depois liberado aos parentes – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Uma derrubada que deveria ser tranquila na zona rural de Brasiléia, terminou em tragédia na manhã desta segunda-feira, dia 7, quando uma vida foi ceifada no meio da selva acreana, precisamente no Seringal Porangaba, região de difícil acesso de carro.

A vítima, José Antonio da Silva Alexandrino, de 52 anos, estava trabalhando no local fazendo derrubada na companhia de amigos. Foi quando a lâmina de sua motosserra teria enganchado no tronco de uma árvore e seria necessário utilizar um machado.

Quando José golpeava a árvore, uma rajada de vento empurrou para a direção contrária, indo a seu rumo. Mesmo tentando se salvar, não foi possível sair do alcance da queda do tronco que lhe alcançou, caindo encima do seu corpo.

José possivelmente sofreu traumas internos em órgãos vitais que causaram sua morte, antes que o mesmo fosse resgatado e recebesse atendimento médico. Uma equipe com perito criminal foi de encontro para resgatar o corpo, que foi levado para o hospital de Brasiléia, onde recebeu liberação para que os familiares realizassem o seu sepultamento.

Comentários