Do ac24horas

O presidiário em condicional, Hermilson Cunha Cipriano, 34 anos, foi executado a tiros nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, 25, ao sair com o seu carro da garagem, na Travessa Santa Helena, Bairro Santa Helena, em Rio Branco.

DSC_00271

De acordo com a polícia, dois homens não identificados estavam ao lado da casa da vítima, com um terçado e um ciscador fingindo estar cortando o mato. Quando Hermilson entrou no carro para deixar as crianças na escola, antes de terminar a manobra, a dupla de posse de uma pistola o alvejou com 9 tiros, sendo que sete acertaram a porta do lado esquerdo e dois acertaram o para-brisa do veículo. Dos nove tiros, três acertaram a vítima. Os acusados se evadiram do local em uma motocicleta preta.

Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, foi acionada, mas ao chegar no local nada pode fazer, a vítima já estava sem vida.

Policiais Militares do 2º Batalhão foram acionados, isolaram a área para o trabalho dos peritos criminais, e em seguida colheram informações e saíram em busca dos acusados, onde encontraram a motocicleta usada no crime abandonada nas redondezas do Ramal da Judia, no Segundo Distrito.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal – IML, para os devidos procedimentos.

Hermilson estava no regime monitorado por tornozeleira, e fazia três dias que tinha saído da penitenciária. “Ele estava tirando o carro para ir deixar as crianças na escola, a sorte foi que as crianças estavam ainda dentro de casa na hora do crime” disse Francisca, sogra da vítima.

unnamed-143

unnamed-234

Comentários