Ricardo foi detido na semana passada por porte ilegal de arma.

A menos e uma semana, um homem identificado como Ricardo da Silva de Medeiros (24), foi detido por homens do 10º Batalhão da Polícia Militar, pela suspeita de ter invadido uma casa, porte de drogas e de um revolver calibre 22, de fabricação argentina.

O mesmo pagou fiança e deveria se apresentar em data posterior para se explicar às autoridades da fronteira. Não satisfeito, o mesmo achou de que deveria voltar ao crime e não achou que seria detido novamente.

Delegado Luís Tonini vem combatendo os ilícitos na fronteira do Acre – Foto/alexandre Lima

Em uma investigação por patê de agentes da Polícia Civil de Brasiléia, Ricardo, foi preso em flagrante delito comercializando drogas em sua casa. Sendo que desta vez, não teve como fugir do crime que estava cometendo, além de levar consigo, dois indivíduos identificados como Ademilson Soares Ozório, vulgo “Boquita” e Railson Firmeza da Silva, que estavam no local.

No momento da abordagem que estava Ricardo e Ademilson, foram localizadas 14 trouxinhas contendo cloridrato de cocaína e pouco mais de R$ 400 reais, provenientes do comercio ilegal de entorpecentes ilícitos.

Edenison terá de se explicar à Justiça.

Railson teria sido liberado, mas, Ricardo e Ademilson foram mantidos e serão encaminhados ao FOC, após o juiz decretar a prisão preventiva dos dois que irão aguardar a decisão do caso na Capital.

VEJA VÍDEO REPORTAGEM COM ALMIR ANDRADE

MATÉRIA RELACIONADA:

PM detém suspeito acusado de invasão portando drogas e apreende arma em Brasiléia

Comentários