Conecte-se conosco

Acre

Homem tenta matar esposa na frente do filho, em Sena Madureira

Publicado

em

Rosimar Cavalcante de Souza, de 51 anos, é suspeito de tentar matar sua esposa, Sara Vitória Farias de Souza, de 48 anos, na noite do último sábado (23).

O casal, que mora no Ramal Mário Lobão, zona rural de Sena Madureira, teria se desentendido quando houve a tentativa de homicídio.

A vítima foi salva da tentativa de homicídio por um vizinho que entrou em luta corporal com o suspeito. O homem fugiu, enquanto a vítima foi procurar a polícia. O filho do casal ficou em casa e precisou ser resgatado pelo Conselho Tutelar. A criança passa bem.

A arma usada na tentativa do crime foi apreendida, porém, o suspeito ainda não foi preso.

Comentários

Acre

Reeleito, Gladson diz que vai lutar pela reeleição de Bolsonaro e fala em gratidão ao povo do Acre

Publicado

em

Acompanhado de sua mãe, dona Linda Cameli, e de assessores, o governador Gladson Cameli falou ao Notícias da Hora na área externa do aeroporto de Rio Branco, onde também foi recebido por alguns militantes, logo após chegar de Cruzeiro do Sul e desembarcar no hangar do Ciopaer, no início da noite deste domingo (2). A primeira palavra citada pelo governador foi “gratidão”.

“A minha primeira mensagem é de agradecimento ao povo do Acre. Quero agradecer aqueles que acreditaram, que me reelegeram no primeiro turno para que a gente possa dar continuidade a um trabalho respeitando as opiniões, as famílias, governar para todos sem perseguir. Quero melhorar a vida do povo acreano”, afirmou.

Cameli falou em corrigir erros e continuar trabalhando com humildade.

“O político que ainda não entendeu o recado das urnas eu venho dizendo: o povo é muito sábio. Vou continuar corrigindo o que precisa corrigir e continuar fazendo o que precisa ser feito. Aos servidores do Estado, minha gratidão; ao seu Manoel da zona rural, à dona Francisca da Seis de Agosto.”

Sobre a reeleição de Jair Bolsonaro (PL), que disputa o segundo turno das eleições presidenciais com o candidato Lula (PT), Gladson disse que vai trabalhar pelo atual presidente, a quem tem gratidão.

“No que depender da gente aqui, do nosso esforço, nós vamos até o último minuto para tentar conquistar o voto para que o presidente seja reeleito, porque eu sou grato. Tenho gratidão. Gratidão é o meu sobrenome e muitas coisas que nós fizemos foi com apoio do presidente da República”, concluiu.

Comentários

Continue lendo

Acre

Conheça os deputados federais eleitos para a nova bancada do Acre em Brasília

Publicado

em

Com quase 100% das urnas apuradas conheça os deputados federais que irão integrar a nova Bancada Acreana na Câmara dos Deputados pelos próximos quatro anos (2023/2026).

A mais votada foi a ex-prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PP) com 25.729 votos; seguida pelo Coronel Ulysses (UNIÃO) com 21.070 ; Zezinho Barbary (PP) com 19.750; Meire Serafim (UNIÃO) 18.612; Gerlen Diniz (PP) 17.673 votos; Eduardo Velloso (UNIÃO) 16.591; Antônia Lucia (Republicanos) 16.212 e Roberto Duarte (Republicanos) com 14.486 votos, segundo apuração online do portal Uol.

Nestas eleições nenhum dos atuais federais conseguiram se reeleger. A mudança foi 100% na atual bancada. Embora Jéssica Sales (MDB) tenha contabilizado expressiva votação com 20.427 ficou de fora.

Minoru Kinpara (PSDB) obteve 18.990 e Perpetua Almeida (PCdoB) com 14.910 votos, porém não foram eleitos devido a coligação não alcançado o coeficiente eleitoral. Além dos federais, integra a bancada ainda o candidato eleito a única vaga ao senado, Alan Rick (UNIÃO).

Comentários

Continue lendo

Acre

Ao menos 91% dos acreanos votam por meio da biometria nestas eleições 2022

Publicado

em

Do total de eleitores acreanos aptos ao voto neste domingo, 532.868 votarão por biometria, sistema que verifica eletronicamente as impressões digitais do eleitor e, em seguida, libera a urna para votação. O número corresponde a 91% dos aptos.

Mas 55.565 eleitores não fizeram a biometria e vão votar pelo meio tradicional no Acre. No país, 118 milhões de brasileiros poderão votar nas eleições deste ano por meio do cadastro biométrico. O número representa 75,52% do total de cidadãos aptos a votar nas eleições de outubro.

A principal vantagem da biometria é a segurança na identificação do eleitor, impedindo que uma pessoa vote no lugar de outra. O tribunal, no entanto, projeta que o cadastramento biométrico de 100% do eleitorado só deve ocorrer em 2026, uma vez que a coleta de digitais após as eleições de 2020 acabou suspensa em razão da pandemia de Covid-19.

Comentários

Continue lendo

Em alta