Conecte-se conosco

Cotidiano

Humilhada nas redes, jovem se forma vendendo batatinha frita

Publicado

em

Bevalyne Kwamboka acabou sendo ridicularizada, mas deu a volta por cima se formando professora (à direita) Foto: Arquivo Pessoal

Uma jovem humilhada nas redes sociais por vender batatinha frita para conseguir bancar os estudos deu a volta por cima e mostrou o resultado do esforço. Mais do que sustentar a família, Bevalyne Kwamboka conquistou o tão sonhado diploma de professora.

A queniana chegou a ser ridicularizada e recebeu diversos comentários negativos após divulgar nas redes sociais a venda das batatas que ela faz, usando vestidos justos e curtos e com a mão nas frituras.

Aquilo que seria uma forma de chamar atenção acabou virando motivo de piada. Ela sofreu muito com as críticas, mas não desistiu.

Sustento

Bevalyne estudava para ser professora e a melhor forma que encontrou para progredir e pagar seus estudos foi vendendo batatas à tarde, já que ela e seus pais estavam em situação de pobreza.

E foi justamente graças ao pequeno negócio que eles conseguiram se sustentar durante todo esse tempo.

A jovem frequentava a escola de manhã e à tarde instalou o negócio debaixo de uma ponte para vender suas batatas.

Bevalyne usou as redes sociais para promover o negócio e tentar aumentar as vendas.

Mas o resultado não foi o que ela esperava. Embora ela estivesse muito orgulhosa do esforço, as pessoas criticaram a maneira como ela divulgava as vendas.

Bevalyne admitiu que chorou ao ver tantos comentários de ódio. Em entrevista à TV47, ela disse que aquelas piadas realmente a machucaram.

Mas ela persistiu e, após quatro anos, Bevalyne finalmente se formou em dezembro de 2021 no  curso de Magistério.

Volta por cima

Depois da conquista a jovem fez um post no Twitter. Ela agradeceu todo o apoio recebido e disse que se orgulha de usar o capelo em seu estande de batatas, como forma para comemorar este lugar tão importante para sua história.

Muitos usuários a parabenizaram e continuaram escrevendo palavras de incentivo. Eles reconheceram que, sem dúvida, todo o esforço de Bevalyne valeu a pena e sua história é muito inspiradora.

Um dos elogios reconhece o fato de que, apesar das críticas e de todo o desânimo que recebeu, ela conseguiu o diploma universitário graças à venda de batatas fritas, uma forma honesta de sustentar a família e alcançar o grande sonho.

A estudante queniana vendia batatas para sustentar a família Foto: Arquivo Pessoal

A estudante queniana vendia batatas para sustentar a família Foto: Arquivo Pessoal

Com informações do Nation

Comentários

Cotidiano

Real Madrid é campeão europeu com gol de Vini Jr e brilho de Courtois

Publicado

em

Merengues derrotam Liverpool e conquistam a Champions pela 14ª vez

O Real Madrid é campeão europeu pela 14ª vez. Neste sábado (28), a equipe espanhola derrotou o Liverpool (Inglaterra) por 1 a 0, no Stade de France, em Saint-Denis (França), na decisão da Liga dos Campeões. Os merengues possuem, agora, o dobro de conquistas do Milan (Itália), segundo maior vencedor do principal torneio de clubes do planeta.

O time madridista conta com cinco jogadores brasileiros: o lateral Marcelo (que ficou no banco), o zagueiro Éder Militão, o volante Casemiro e os atacantes Rodrygo (que entrou no fim do segundo tempo) e Vinícius Júnior. Foi deste último o gol do título, no começo da etapa final. Do quinteto, Marcelo e Casemiro chegaram à quinta conquista de Champions da carreira, enquanto os demais venceram a competição pela primeira vez.

O protagonista da decisão na França foi Thibaut Courtois. O goleiro belga fez pelo menos cinco grandes defesas, duas no primeiro tempo e três no segundo, segurando a pressão do Liverpool. Os ingleses finalizaram 23 vezes, contra somente três dos espanhóis.

A bola começou a rolar com atraso de quase 40 minutos. Segundo a União das Associações Europeias de Futebol (Uefa, na sigla em inglês), o início da partida foi adiado por “motivos de segurança”, sem mais detalhes. Do lado de fora do estádio, torcedores do Liverpool, sem ingresso, tentaram invadir o estádio e causaram tumulto. A explicação só foi dada já com o jogo em andamento, no telão do Stade de France.

O show da cantora Camila Cabello, também iniciado com atraso, antecedeu uma primeira etapa dominada pelo Liverpool, que forçou Courtois a duas grandes defesas em tentativas dos atacantes Mohammed Salah e Sadio Mané (que ainda foi no travessão). Pouco antes do intervalo, porém, foram os espanhóis que quase saíram na frente. Em lance confuso na área, o atacante Karin Benzema balançou as redes, mas o gol foi anulado por impedimento.

Na volta do intervalo, não teve “quase”. Apesar dos ingleses se manterem no campo de ataque, o Real Madrid abriu o placar. Aos 13 minutos, o meia Federico Valverde bateu cruzado e Vinícius Júnior, às costas do lateral Trent Alexander-Arnold, apareceu na esquerda e completou para as redes. Foi o 22º gol do brasileiro em 52 partidas na temporada.

A pressão dos ingleses se intensificou, mas havia Courtois na meta merengue. O belga salvou os madridistas com três defesas impressionantes. Na principal delas, aos 36 minutos, o goleiro defendeu uma finalização cruzada de Salah, quase na pequena área, pela direita. De forma desordenada, o Liverpool insistiu atrás do empate, sem sucesso, para explosão da torcida espanhola em Saint-Denis.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Juiz decreta prisão do ex-goleiro Bruno

Publicado

em

Prisão é pela dívida de pensão ao filho que teve com Eliza Samudio

A prisão do ex-goleiro Bruno Fernandes foi decretada nesta sexta-feira (27), pelo juiz Alexandre Tsuyoshi Ito, do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS), por dívida de pensão.

Bruno que cumpre regime aberto pelo assassinato de Eliza Samúdio, deve pagar cerca de R$ 60 mil, referente aos valores mensais de dois salários mínimos, desde janeiro de 2020, para seu filho com Samúdio.

O ex-atleta que também responde pela dívida de R$ 3 milhões em pensão, pode ser preso a qualquer momento devido o decreto do juiz.

O ex-goleiro mora atualmente em Cabo Frio , no Rio de Janeiro, e abriu recentemente, uma loja de açaí.


Fonte: RedeTV

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Síndrome respiratória grave continua em crescimento no Acre, diz Fiocruz

Publicado

em

Os dados apontam também que 19 capitais registraram alta

Por Everton Damasceno
Como identificado por especialistas, os casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag) continuam em crescimento no Brasil e, especialmente, no Acre.

O dado é da última edição boletim do Infogripe, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quinta-feira (26). A estimativa é de que o país teve 6.000 casos entre os dias 15 e 21 de maio.

O número indica uma tendência de crescimento tanto em curto prazo, definido em relação a dados das últimas três semanas, como em longo prazo, que considera informações de seis semanas atrás.

Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins apresentaram tendência de aumento em relação às últimas seis semanas, além do Distrito Federal.

Os dados apontam também que 19 capitais registraram alta.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) abrange casos de síndrome gripal (SG) que evoluem com comprometimento da função respiratória que, na maioria dos casos, leva à hospitalização, sem outra causa específica.

Comentários

Continue lendo

Em alta