O Sistema Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) vai receber brigadistas temporários para as ações de combate a incêndios florestais em estados declarados em emergência ambiental pelo Ministério do Meio Ambiente. Além do Acre, outros sete estados também receberão o apoio.

A portaria editada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), autorizando as contratações, está publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (23).

De acordo com o documento, as brigadas temporárias terão a estrutura de um brigadista chefe de brigada, dois brigadistas chefes de esquadrão e dez brigadistas.

Os estados que serão contemplados: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Tocantins e o Distrito Federal.

15 vagas para o Acre 

O Governo Federal autorizou nesta sexta-feira (23) a contratação, pelo programa Prevfogo, 15 brigadistas federais temporários para combater os incêndios florestais que vem ocorrendo nos municípios de Brasileia e Sena Madureira. As  Brigadas Federais temporárias em geral são compostas por um Brigadista Chefe de Brigada, dois Brigadistas Chefes de Esquadrão e doze Brigadistas.

O Prevfogo, de acordo com a portaria 3020 editada pelo Ibama, selecionou áreas críticas em todo o País para anunciar a contratação em caráter temporário de pessoal para enfrentamento às queimadas. O Estado do Acre terá um Gerente de Fogo, que fará a coordenação dos trabalhos em nível regional.

Veja o edital em http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-3.020-de-21-de-agosto-de-2019-212173656

Com informações da EBC

Comentários