Na capital acreana, 6 mil pessoas idosas e/ou com algum tipo de deficiência devem realizar o Cadastro Único até o dia 31 de dezembro ou terão o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) bloqueado. No total, constam 12.3 mil beneficiários contemplado no Acre.

O bloqueio dos benefícios começam a partir do mês de fevereiro de 2019. Para realizar a inscrição, o beneficiário ou responsável familiar pode procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) munido do CPF de todos os membros da família, RG e comprovante de residência.

O benefício mensal no valor de um salário mínimo é voltado para idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência com renda familiar de até um quarto de salário mínimo por pessoa (R$ 238 reais). Para idosos e pessoas com deficiência que tenham dificuldade de deslocamento, a inscrição pode ser feita pelo responsável familiar.

O cancelamento destes benefícios em Rio Branco vai gerar uma redução de R$5,7 milhões na economia local. A inscrição no Cadastro Único é uma determinação da Portaria Interministerial n° 5/2017.

Comentários