Conecte-se conosco

Geral

Indígena é morto no Jordão, quatro são presos e um confessa que deu mais de 30 facadas na vítima

Publicado

em

Quatro suspeitos foram presos e um adolescente de 15 anos apreendido pelo homicídio — Foto: Arquivo

Quatro suspeitos foram presos e um adolescente de 15 anos apreendido pelo homicídio — Foto: Arquivo

Um crime bárbaro foi registrado neste final semana no Jordão, interior do Acre. O indígena João Barbosa Marcelino Kaxinawá, de 25 anos, foi assassinado com mais de 30 facadas na madrugada de sábado (7) no Centro da cidade. Quatro pessoas foram presas em flagrante e um menor de 15 anos apreendido.

Conforme a Polícia Militar da cidade, um morador foi até o quartel informar que viu um homem caído no chão e ensanguentado próximo ao meio-fio da rua Romildo Magalhães. Quando a equipe chegou ao local, verificou que o homem estava ferido com várias perfurações e já sem vida.

O local foi isolado para o trabalho de perícia e testemunhas relataram que a vítima tinha sido vista momentos antes com outros homens. Em seguida, os policiais militares e civis fizeram buscas na região e prenderam quatro suspeitos e apreenderam um menor.

Ainda segundo a PM-AC, um dos suspeitos disse que desferiu cerca de 36 golpes de faca do tipo peixeira na vítima.

O delegado responsável pelo caso, Valdinei Soares afirmou ao g1 que, na delegacia, dois dos presos confessaram que deram facadas no indígena e os outros disseram que teriam ficado assistindo o crime. Todos foram autuado em flagrante e indiciado por homicídio qualificado por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.

“Eles confessaram, mas a princípio não disseram a motivação. Dois assumiram que são de facção criminosa, mas ainda não podemos afirmar que essa foi a motivação. Segundo consta, eles encontraram a vítima na rua e parece que a vítima tinha um desentendimento com um deles. Depois do crime, eles ainda fizeram foto da faca ensanguentada e postaram em grupo nas redes sociais”, disse o delegado.

Os suspeitos passaram por audiência de custódia, o adolescente foi internado em centro socioeducativo em Feijó e os outros quatro estão sendo encaminhados para o presídio Moacir Prado, em Tarauacá.

Comentários

Geral

Em Sena Madureira, Vice-prefeito será investigado por supostamente furar fila de vacina

Publicado

em

Por Saimo Martins

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) decidiu instaurar um inquérito civil para apurar uma denuncia de que o vice-prefeito de Sena Madureira, Gilberto Lira, teria, supostamente, furado a fila da vacina contra a Covid-19. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico desta segunda-feira, 23.

Segundo o promotor de justiça, Luis Henrique Corrêa Rolim, a denúncia que chegou ao conhecimento do Ministério Público, ainda em 2021, relata que, supostamente, o vice-prefeito da cidade, Gilberto Lira, mesmo não fazendo parte do grupo considerado como prioritário na primeira fase de vacinação da COVID-19 em Sena Madureira, foi favorecido e recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus.

O órgão controlador abriu um procedimento preparatório na época do ocorrido, porém, como não concluiu os fatos então denunciados, decidiu abrir um inquérito – visando analisar minuciosamente toda a documentação acostada nos autos pela administração pública, e posteriormente, acompanhar os desdobramentos do caso. “Resolve converter o presente Procedimento Preparatório em Inquérito Civil, com fulcro no art. 25, §3º, inciso III, da Resolução 028/2012”, diz trecho do despacho.

Comentários

Continue lendo

Geral

Oportunidade: Energisa Acre está com vagas abertas para contratação de eletricistas e técnicos 

Publicado

em

Por AscomA Energisa Acre está recrutando eletricistas e técnicos. Você tem interesse? Todas as vagas abertas estão disponíveis na plataforma de carreiras do Grupo Energisa: https://jobs.kenoby.com/grupoenergisa.

Além disso, a empresa mantém um Banco de Talentos para Pessoas com Deficiência, Engenheiro Eletricista e Eletricista.

Os salários oferecidos dependem do cargo, experiência e formação. O profissional tem direito a planos de saúde e odontológico, previdência privada, vale-alimentação ou refeição, auxílio creche e educacional, Programa de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), programas de qualidade de vida e auxílio academia, entre outros.

A Energisa é a primeira do setor elétrico brasileiro a ocupar uma posição no Linkedin Top Companies entre as empresas mais desejadas pelos brasileiros para se trabalhar e construir carreira.

Centenas de contratações em 2021 

Desde o ano passado, a Energisa Acre já contratou 301 profissionais para atuar em diversas áreas. A empresa é uma das principais em geração de emprego e renda no estado. No setor elétrico, destaca-se pela inovação, com foco na sustentabilidade, qualidade dos serviços prestados e segurança.

Sobre a Energisa 

Com 117 anos de história, o Grupo Energisa é o maior privado do setor elétrico com capital nacional e o também o maior na Amazônia Legal. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. O Grupo atende a 8,2 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de mais de 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, transmissão, serviços especializados de call center (Multi Energisa), mercado de contas digitais (fintech Voltz) e a (re)energisa, que atua na geração distribuída, serviços de valor agregado e comercialização de energia.

Comentários

Continue lendo

Geral

Homem tenta matar irmã a tiros de espingarda e acaba preso

Publicado

em

Conforme a polícia, apesar de ser irmão da vítima, o rapaz queria uma relação amorosa com ela, mas, diante das negativas, teria tentado matá-la.

Um homem, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi preso, no último sábado, 21, após invadir o quarto da própria irmã e tentar matá-la a tiros de escopeta, na rua 12 de Julho, bairro Santa Inês, em Rio Branco.

Conforme a polícia, o acusado é irmão adotivo da jovem e a motivação do crime seria que o rapaz tentava se relacionar amorosamente com a jovem, mas, diante das negativas, teria tentado matá-la. Ele foi impedido por outros familiares que entraram em luta corporal com o acusado.

Um tiro chegou a ser disparado dentro da casa, mas não atingiu ninguém, graças a ação das testemunhas que, após imobilizarem o rapaz, acionaram a Polícia Militar.

O acusado foi conduzido à Delegacia Central de Flagrantes (Defla) pelo crime de tentativa de feminicídio e a arma foi apreendida.

Comentários

Continue lendo

Em alta