Instituto Odilon Pratagi em Brasileia recebe a educação de trânsito do Detran

Igor Martins (Assessoria Detran) Estudantes recebem oficina do Detran sobre educação no trânsito (Foto: Assessoria Detran) O Instituto Odilon Pratagi, em Brasileia, recebe nesta terça-feira, 9, ações educativas do Departamento de Trânsito (Detran). As atividades estão na agenda de trabalho da equipe de educação de...

0

Igor Martins (Assessoria Detran)

Estudantes recebem oficina do Detran sobre educação no trânsito (Foto: Assessoria Detran)
Estudantes recebem oficina do Detran sobre educação no trânsito (Foto: Assessoria Detran)

O Instituto Odilon Pratagi, em Brasileia, recebe nesta terça-feira, 9, ações educativas do Departamento de Trânsito (Detran). As atividades estão na agenda de trabalho da equipe de educação de trânsito da autarquia, que permanece no município até o próximo sábado, 13.

Os educadores estiveram de sala em sala realizando palestras, com noções de autocuidado nas vias públicas e as condutas corretas e incorretas no trânsito para pedestres, ciclistas ou motoristas. A escola atende aproximadamente 1.200 alunos do do 6º ao 9º ano, nos períodos matutino e vespertino, além de estudantes do programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA), no turno da noite.

Para um dos professores da escola Odilon Pratagi, Amarildo Saady, essas ações do Detran fazem as crianças refletirem sobre a questão do trânsito no seu município. “Muitas pessoas não estão muito preocupadas com o trânsito e caminham pelo meio da rua ou não utilizam a calçada. Essas atividades vêm ajudar a melhorar o comportamento no trânsito e evitar os acidentes”, afirma.

A coordenadora da educação de trânsito do Detran, Geny Polanco, explica que o órgão tem passado por diversas escolas de Brasileia fazendo o trabalho, e que com cada público é feita uma abordagem diferente, visando a melhor fixação do que é exposto. “Com as crianças menores nós passamos pequenos filmes, colocamos gravuras de personagens de histórias em quadrinhos. Com os maiores, colocamos imagens curiosas, por vezes até cômicas”, destacou.

Comentários

Assuntos desta notícia