Da redação, com ac24horas

A participação da primeira dama do Acre, Marlucia Cândida, no Carnaval do Rio de Janeiro, no desfile da escola de samba Vila Isabel, na Marquês de Sapucaí, nesta segunda-feira (3), vem recebendo uma chuva de criticas pelas redes sociais. Os internautas não perdoaram a imagem da primeira dama sambando próximo do carro dos puxadores do samba enredo da escola de samba. Ela foi chamada de “musa da enchente”.

As imagens da primeira dama desfilando alegria foram editadas junto com o anuncio oficial de cancelamento do carnaval de Rio Branco, feito pelo governador Sebastião Viana. Marlucia já posou para fotografia no início do ano ao lado do presidente da escola de Samba Vila Isabel, Wisinho Alves e do governador Sebastião Viana.

No inicio do ano, a estatal Agência de Notícias do Acre divulgou uma parceria do governo com os representantes do bairro Noel. Segundo a Agência, a parceria não incluiu aporte financeiro, mas uma homenagem pelas ações da Escola de Samba no âmbito sustentável. Na época não foi revelada a participação da primeira dama no desfile da escola de samba.

A Unidos da Vila Isabel levou para a Sapucaí este ano o enredo “Retratos de um Brasil Plural”. A escola fez uma réplica da Casa de Chico Mendes apresentada no último carro alegórico que entrou no maior carnaval do país.

“Doce canto do uirapuru. Choram seringueiras, cobiça ameaça. Floresta entrelaça pela salvação. O grito da preservação” são trechos do samba enredo apresentado na avenida. Para os internautas, a primeira dama desrespeitou o sofrimento de milhares de acreanos isolados pela cheia do Rio Madeira e desabrigado pela cheia do Rio Acre.

Felipe Zanon diz que o governador Sebastião Viana ludibria o povo do Acre. “A massa é o velho Pão e Circo em pleno Rio de Janeiro”, postou.

Comentários