Conecte-se conosco

Cotidiano

Jogadores do Humaitá e Rio Branco-AC são punidos em julgamento do STJD

Publicado

em

Reginaldo e Psika, ambos do Tourão de Porto Acre, recebem seis jogos de suspensão. Johnson Chukwunonso, do Estrelão, pega uma partida de gancho. Julgamento foi nessa segunda-feira

O Humaitá e Rio Branco-AC ganharam desfalques para as últimas rodadas da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D. Três jogadores dos clubes acreanos foram punidos em sessão de julgamento da 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nessa segunda-feira (27).

Zagueiro Reginaldo (E), do Humaitá, pegou gancho de quatro jogos do STJD — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

Zagueiro Reginaldo (E), do Humaitá, pegou gancho de quatro jogos do STJD — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

O zagueiro Reginaldo e o meia-atacante Psika, ambos do Humaitá, que foram expulsos na derrota por 1 a 0 para o São Raimundo-AM, receberam juntos de seis jogos de suspensão. O defensor pegou quatro partidas de gancho e está fora do restante da Série D nesta temporada.

O lateral-esquerdo nigeriano Johnson Chukwunonso Ifeka, do Rio Branco-AC, foi punido com um jogo de suspensão. O defensor foi julgado por causa da expulsão na vitória do Estrelão sobre o Porto Velho-RO por 1 a 0, fora de casa.

Johnson Chukwunonso Ifeka, lateral-esquerdo do Rio Branco-AC — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

Johnson Chukwunonso Ifeka, lateral-esquerdo do Rio Branco-AC — Foto: Arquivo pessoal/Manoel Façanha

Rio Branco-AC e Humaitá se enfrentam no próximo domingo (3), às 19h (de Brasília), no estádio Florestão, na capital acreana.

O Estrelão é vice-líder do grupo 1 com 21 pontos e pode garantir classificação à segunda fase em caso de vitória. O Tourão de Porto Acre é o sétimo e penúltimo colocado com seis pontos e não tem mais chances de avançar.

Comentários

Cotidiano

Arrascaeta e Gabigol são absolvidos no STJD e podem jogar em Athletico-PR x Flamengo

Publicado

em

Por

Dupla foi denunciada no tribunal por lances na partida de ida da Copa do Brasil

Gabigol e Arrascaeta estão liberados para atuar em Athletico-PR x Flamengo, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Curitiba. A dupla foi absolvida da denúncia no STJD, em julgamento nesta terça-feira, no Rio, por lances na partida de ida, que terminou empatada sem gols no Maracanã (reveja no vídeo abaixo).

Gabigol e Arrascaeta comemoram em jogo do Flamengo — Foto: EFE

Gabigol e Arrascaeta comemoram em jogo do Flamengo — Foto: EFE

Gabigol e Arrascaeta comemoram em jogo do Flamengo — Foto: EFE

O relator do caso, Washington Rodrigues, votou pela absolvição da dupla, mesmo entendimento que teve o presidente da comissão, Carlos Eduardo Cardoso. Já os auditores Iuri Engel e Marcelo Vieira optaram por não reconhecer a denúncia.

Os flamenguistas foram denunciados pela procuradoria do órgão com base nos artigos 254-A e 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Gabigol foi enquadrado em prática de agressão, enquanto Arrascaeta foi acusado de jogada violenta.

Os lances aconteceram no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no Maracanã, no último dia 27 de julho, no Maracanã, no 0 a 0 entre Flamengo e Athletico. Gabigol recebeu cartão amarelo pela pancada em Fernandinho, assim como Arrascaeta pelo carrinho em Erick.

Do lado da procuradoria, Marcos Souto Maior defendeu interferência do tribunal para corrigir os erros de arbitragem da partida. Já o advogado rubro-negro, Michel Assef Filho, lembrou que os casos foram flagrados e analisados tanto pelo árbitro da partida quanto pelo árbitro de vídeo:

– O erro faz parte do jogo. É um critério da Fifa, não é uma invenção nossa.

O julgamento ganhou tom decisivo porque aconteceu na véspera do jogo de volta entre as equipes, que decidem na próxima quarta-feira uma das vagas nas semifinais da Copa do Brasil. Em caso de punição, a dupla ficaria fora da partida.

O relator Washington Rodrigues votou pela absolvição da dupla:

– Já trouxe um voto pronto, porque para mim a discussão é maior. Nós éramos censores do árbitro de campo. Agora o VAR tem essa missão de analisar um lance que escapou. E nós viramos o quê? O VAR do VAR? Por essas razões, eu recebo a denúncia, mas no mérito julgo improcedente e absolvo os atletas.

O auditor Iuri Engel votou por não conhecer a denúncia:

– No próprio jogo em questão temos lances em que o Flamengo poderia ter reclamado das decisões do juiz. Acho um perigo abrir esse precedente. Por essas razões, meu voto é pelo não conhecimento da denúncia – declarou.

O auditor Marcelo Vieira votou por não conhecer a denúncia:

– Não podemos entrar nessa linha de reapitar o jogo. Você vai comemorar quando a bola entra, quando o VAR valida e quando o tribunal disser ser foi gol ou não? É um exemplo bizarro, mas é isso. Não vou me alongar, acompanho o voto do Dr. Iuri pelo não conhecimento da denúncia.

O auditor Carlos Eduardo Cardoso votou na condição de presidente e pela absolvição:

– Teríamos que ter um observados da procuradoria em todos os jogos, de todas as séries? Ficaria inviável. Entendo que nesse caso a denúncia pode ter entendido que houve uma interpretação equivocada dos lances. Cada um tem a sua análise. Mas entendo que a gravidade teria que ter sido observada pelo árbitro e pelo VAR. Por tudo isso, acompanho o voto do ilustre relator. Meu voto é por receber a denúncia e absolver os jogadores.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Comissão de Árbitros escala sua tropa de elite na Copa do Brasil

Publicado

em

Por

CBF coloca o que tem de melhor para os jogos de volta das quartas de final. São todos árbitros da Fifa e os mais experientes também

Wilton Sampaio (Fifa/GO), o melhor árbitro do Brasileirão até agora, e Raphael Claus (Fifa/SP), ambos confirmados na Copa do Mundo do Catar, irão apitar, respectivamente, Fluminense x Fotaleza e Athletico x Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Os outros dois confrontos, Corinthians x Atlético-GO e América-MG x São Paulo, serão apitados por Bruno Arleu (Fifa/RJ) e Braulio Machado (Fifa/SC). Ambos tiveram um início de campeonato com alguns erros, mas logo se recuperaram e estão em uma ótima fase.

Árbitro Raphael Claus durante partida entre Botafogo e Atlético-MG — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Árbitro Raphael Claus durante partida entre Botafogo e Atlético-MG — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno foi eleito o melhor árbitro do Brasil ano passado, e Braulio é o juiz com mais jogos no Brasileirão deste ano (19 jogos em 22 rodadas).

Todos já estão concentrados no Rio de Janeiro em preparação para os jogos.

A Comissão de Árbitros repassa orientações e vídeos sobre as equipes, além de corrigir detalhes para melhorar o desempenho dos árbitros com base nas suas ultimas atuações. Tudo é feito para que, apesar da dificuldade dos jogos, não aconteçam erros graves de arbitragem.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Adesg bate Vasco-AC e Sena Madureira goleia atual campeão na abertura do Acreano Feminino

Publicado

em

Por

Leão de Senador Guiomard faz 2 a 1 no Cruz-Maltino e Sena Madureira aplica goleada de mão cheia no Rio Branco-AC, nesta segunda-feira, no estádio Florestão, na capital

A disputa pelo título do Campeonato Acreano de Futebol Feminino começou com nove gols em duas partidas, na tarde/noite desta segunda-feira (15), no estádio Florestão, em Rio Branco (AC), e vitórias de Adesg e Sena Madureira, este surpreendendo o atual campeão.

Rodada de abertura do Acreano Feminino tem nove gols em duas partidas — Foto: João Paulo Maia

Rodada de abertura do Acreano Feminino tem nove gols em duas partidas — Foto: João Paulo Maia

Na preliminar, a Adesg encarou o Vasco-AC e levou a melhor por 2 a 1. Em seguida, o Rio Branco-AC, atual campeão, enfrentou o Sena Madureira e acabou goleado por 5 a 1.

O Leão de Senador Guiomard lidera o grupo B e o Sena Madureira fica na ponta do grupo A, ambos com três pontos. O Cruz-Maltino e o Estrelão ficam na lanterna dos grupos A e B, respectivamente.

O Sena Madureira volta a campo na segunda-feira (22), para encarar o Galvez, às 16h. No mesmo dia, às 18h, o Vasco-AC joga contra o São Francisco. O Rio Branco-AC entra em campo novamente na quinta-feira (25), para enfrentar a Assermurb, às 16h. Já a Adesg joga com o Andirá, também na quinta-feira, às 18h. Os jogos são válidos pela segunda rodada.

Fechamento da 1ª rodada

A primeira rodada do Campeonato Acreano Feminino será encerrada na quinta-feira (18), com duas partidas: às 16h, Andirá x São Francisco, e a partir das 18h, Assermurb x Galvez. Todas as partidas do estadual são disputadas no estádio Florestão.

Comentários

Continue lendo

Em alta