Pereira foi achado morto com três tiros e estava amordaçado com mãos amarradas (Foto: Divulgação )
Por Luan Cesar, G1 Acre

Wesley de Araújo Pereira, de 18 anos, foi achado morto com três disparos de arma de fogo no fim da noite de sábado (13) no quilômetro oito do Ramal do Mutum, bairro Alto Alegre, em Rio Branco. O jovem foi encontrado amarrado, com as mãos para trás, e amordaçado. Segundo o Instituto Médico Legal (IML), o rapaz foi morto com três tiros, um na cabeça e dois nas costas.

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que uma pessoa passava pelo Ramal do Mutum quando viu o corpo e acionou o Ciosp. Além das mãos amarradas com uma corda, o rapaz também foi amordaçado. O G1 entrou em contato com o 5° Batalhão da Polícia Militar, que ficou de dar um posicionamento posteriormente.

A suspeita é de que Pereira tenha sido integrante de uma facção criminosa. Entretanto, ele teria se desligado do grupo que atua no estado e morto pelos membros da organização devido a saída.

Wesley de Araújo, 18 anos, foi encontrado morto no final da noite do sábado (14), no km 8 do Ramal do Mutum, em Rio Branco. Ele estava amordaçado, com as mãos amarradas para trás e com sinais de um tiro na cabeça e outros dois nas costas. A morte do jovem pode ter sido motivada por uma mudança de facção criminosa. Araújo pertencia ao “Bonde dos 13”, e há cerca de dois meses passou a integrar o grupo rival “Comando Vermelho”.

Comentários