Um rapaz, identificado até o momento como Bebê, de 19 anos, foi assassinado com ao menos quatro tiros na madrugada deste domingo (15), na cidade de Plácido de Castro, interior do Acre. A vítima, que estava no Beco Rapirrã, teve a casa invadida pelos criminosos.

A polícia acredita que o crime tenha sido uma execução. No local foram recolhidas diversas cápsulas de pistola 9 milímetros – armamento de uso exclusivo da Segurança Pública. Ninguém foi preso até esta publicação.

Uma equipe do Instituto Médico Legal de Rio Branco (IML) saiu na manhã deste domingo para buscar o corpo e não tinha retornado até o meio-dia.

Ao G1, o delegado responsável pelo caso, Carlos Bayma, falou que já iniciou as investigações. Segundo ele, o crime pode ter sido motivado pela guerra entre as facções criminosas ou vingança após uma morte que ocorreu no final de março.

“Não tenho muita informação ainda. O nome só tem Bebê porque nunca tirou identidade. Dois caminhos que estamos seguindo. Por que aconteceu um homicídio no final de março perto do Cristo lá em Plácido. Quem matou foi um tal de Tchoco. Estão dizendo que mataram o irmão do Tchoco por vingança. O corpo ainda está por lá”, complementou.

Ainda segundo o delegado, as cápsulas da pistola vão ser encaminhadas para perícia. “Vamos mandar fazer para saber de que arma saiu. Quatro tiros atingiram ele, pelo menos foi o que contamos até agora”, concluiu.

Comentários