Corpo foi localizado após a troca de tiros entre a polícia e os bandidos.

Um jovem de 19 anos, de nacionalidade peruana, morador da pequena cidade de Iñapari, vizinha da cidade de Assis Brasil (Acre), foi encontrado assassinado na manhã desta quarta-feira, dia 31, após ter sido sequestrado nesta terça-feira, dia 30. A vítima trabalhava com serviço de moto taxi (Torito) na fronteira.

Christofer Tapia Santos (19), foi baleado na nuca pelos bandidos.

Segundo foi informado pelo radialista José Gastelo Benavidez, da cidade de Iñapari, Christofer Tapia Santos, por volta das 10h30 de terça-feira, o mesmo teria sido solicitado por homens desconhecidos que os levassem para a comunidade de Villa Primavera, localizada na fronteira com a Bolívia, onde foi rendido pelos suspeitos.

Foi quando os familiares foram comunicados do sequestro e mesmo assim iniciaram uma busca pela fronteira, encontrando apenas a moto abandonada horas depois. Um telefonema por parte dos seqüestradores, onde pediam uma quantia de $200 mil dólares, além do afastamento de qualquer autoridade policial do caso, senão iriam matar o jovem.

Corpo foi localizado em uma trilha perto da fronteira com a Bolívia.

Na manhã de hoje, quando sua mãe se deslocava para o local marcado com o dinheiro, aconteceu um encontro entre os sequestradores e policiais, resultando numa troca de tiros. Durante a fuga dos bandidos, o jovem Christofer foi baleado com um tiro na nuca, para em seguida o bando tomar fuga pela mata.

O corpo foi localizado e transladado para o IML local, afim de realizar os procedimentos de praxe e ser liberado aos familiares. Segundo foi dito ainda, os bandidos poderiam estar pela fronteira a tempos levantando informações para realizar o sequestro e pedir dinheiro aos familiares da vítima, que são comerciantes.

As autoridades comentam que o sotaque usado pelo telefone, seria de um homem provavelmente brasileiro. Uma mulher teria sido detida pela policia peruana, como suspeita de ser namorada de um dos sequestradores.

As polícias dos três países (Brasil, Bolívia e Peru), estão em alerta para tentar localizar e prender os sequestradores assassinos.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários