Prefeita se reuniu com secretários e vereadores para falar da decisão do juiz da Comarca de Brasiléia.
Com vídeo de Marcus José

A prefeita do Município de Brasiléia, juntamente com seu advogado, Marcos Vinícius Jardim Rodrigues, acompanhados de advogados, secretários e vereadores, concedeu uma coletiva para a imprensa na manhã desta segunda-feira, dia 26, para falar da denuncia arrolada pelo MP.

Advogado Marcos Vinicius esteve na fronteira para acompanhar a decisão do magistrado.

Na semana passada, meios de comunicação da capital informaram da denuncia protocolada pelo MP, onde pedia o afastamento da gestora e alguns de seus secretários, sob alegação de estarem dando prejuízos ao erário público, como também, do pagamento de multa e disponibilidade de bens.

O caso que foi analisado pelo juiz de direito da Comarca de Brasiléia, Doutor Clovis de Souza Lodi, não percebeu no pedido, dos direitos garantidos pelas partes citadas, como oitivas, sem seguir a garantia constitucionais, além de não visualizar qual a urgência a justificar a concessão de medidas tão estremas.

Segundo o magistrado, não foi posto na denuncia, “…informações concretas de que os demandados estejam atuando dilapidando ou ocultando bens, pelo contrário, todos residem nesta comarca e exercem cargo público”, restando ao Juiz, não acatar a denuncia, além da multa.

Já a prefeita, em coletiva, demonstrou satisfação em ver que a justiça prevaleceu nesse caso, levando a crer que um pequeno grupo político vem usando o Ministério Público para o meio particular, que não irão trazer benefícios ao Município.

“Estava em Brasília quando soube dessa notícia e sequer fui ouvida juntamente com meus secretários. Estão querendo prejudicar toda uma equipe que vem trabalhando a 13 meses para que Brasiléia cresça. Felizmente, temos justiça e vamos continuar trabalhando”, disse a gestora.

A prefeita completou dizendo que a sua gestão está deportas abertas para que qualquer dúvida venha ser esclarecida. “Estamos aqui para quem quiser, mas, que venha com fatos concretos e que deixem essa política pequena de lado que não vai levar a nada. A não ser para atrapalhar quem quer trabalhar, e é isso para que fui eleita. Não vou parar e a cada dia fico com mais ânimo em fazer muito por Brasiléia”, finalizou.

VEJA A DECISÃO DO JUIZ DE DIREITO

0800031-47.2018.8.01.0003

Comentários