Conecte-se conosco

Cotidiano

Juiz determina reconstituição da morte de vendedor de picolé baleado por policial penal no Acre

Publicado

em

Policial penal que matou vendedor de picolé segue preso no Bope — Foto: Arquivo

Por Iryá Rodrigues

O juiz Alesson Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco, determinou a reconstituição da cena de crime que resultou na morte do vendedor de picolé Gilcimar da Silva Honorato, de 38 anos, no dia 12 de dezembro do ano passado, no Conjunto Esperança, em Rio Branco.

A decisão foi publicada após audiência de instrução e julgamento que ocorreu na segunda-feira (5). O pedido de reconstituição foi feito pela defesa do policial penal Alessandro Rosas Lopes, denunciado pelo Ministério Público (MP-AC) e apontado como responsável pelos disparos que mataram o picolezeiro.

O magistrado atendeu ao pedido e determinou que o Instituto Criminalista seja notificado para elaboração da reprodução simulada dos fatos em um prazo de 15 dias. Na decisão, o juiz pediu ainda que os vídeos das testemunhas ouvidas nas audiências sejam encaminhados ao instituto para embasar a reconstituição e determinou que o acusado continue preso.

A reportagem entrou em contato com o advogado do policial penal, Maxsuel Maia, que informou que deve comentar sobre o caso ainda nesta quinta (8).

Na última audiência, que ocorreu nessa segunda, foram ouvidas duas testemunhas de defesa do caso. Por conta da pandemia da Covid-19, a audiência ocorreu por videoconferência. O réu só deve ser ouvido em juízo após a conclusão da reprodução dos fatos. No dia 22 de março já havia ocorrido uma audiência do caso, onde foram ouvidas sete testemunhas. Por conta do tempo, foi preciso marcar a segunda audiência do dia 5 de abril.

Habeas corpus negado

A Câmara Criminal negou novamente, por unanimidade, o pedido de habeas corpus feito pela defesa do policial penal Alessandro Rosas Lopes. O recurso foi julgado na sessão do último dia 4 de março. O relator da matéria, desembargador Pedro Ranzi, pontuou que a prisão preventiva imposta ao policial está “devidamente fundamentada” e, segundo o magistrado, se apresenta como “adequada, útil e necessária”.

O pedido liminar de habeas corpus já havia sido negado pela Câmara Criminal no último dia 8 de fevereiro. No julgamento, o voto do relator foi acompanhado pelos demais magistrados. O policial segue preso no Batalhão de Operações Especais (Bope).

Em matéria publicada no último dia 10 de fevereiro, o advogado de Lopes, Maxsuel Maia chegou a dizer que a defesa iria entrar com um novo habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

“Na visão da defesa, a prisão é desnecessária e ilegal. O Alessandro é tecnicamente primário, possui residência fixa, é servidor público há mais de 12 anos e sua liberdade não representa risco algum ao processo. O desembargador Pedro Ranzi é o relator do pedido e acaba de negar a liminar. Contra essa medida, subiremos um novo habeas corpus ao STJ, pedindo a superação da súmula 691 do STF, já que a decisão afronta os entendimentos pacificados do STJ e STF. Depois disso, faremos a sustentação oral do mérito aqui na Câmara Criminal. Temos ciência de que o caso envolve grande repercussão, mas não mediremos esforços para que a Justiça seja feita. É o que queremos: Justiça”, disse o advogado.

Vendedor de picolé Gilcimar Honorato foi morto no último dia 12 de dezembro do ano passado em Rio Branco — Foto: Arquivo

Conclusão do inquérito

O inquérito sobre o crime foi encaminhado à Justiça no final de dezembro do ano passado e a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Acre (MP-AC), no dia 12 de janeiro. O processo corre na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar. A denúncia acusa Lopes por homicídio por motivo torpe e crime hediondo.

Em decisão assinada da pelo juiz Alesson Braz, no dia 14 de janeiro, a justiça recebeu a denúncia contra o policial e determinou a citação dele para responder às acusações.

Denúncia do MP

Na denúncia, o MP aponta que, segundo os autos, nos momentos que antecederam a morte do vendedor de picolé, ele e o policial discutiram dentro de um bar, o que motivou a vítima a se armar com uma faca.

“Somente depois de ser esbofeteado pelo denunciado, veio a investir contra ele, atingindo o ombro, provocando a lesão de natureza leve e empreendendo fuga em seguida. Por sua vez, enquanto a vítima já se encontrava em fuga, o denunciado buscou uma arma de fogo em seu veículo e iniciou uma perseguição à vítima, vindo a alcançá-la, efetuando contra ela dois disparos na região posterior do corpo (costas)”, destacou o promotor na denúncia.

“A vítima foi encaminhada para o Pronto Socorro, todavia, não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito. O denunciado agiu com torpeza, eis que motivado por vingança relativa a uma agressão pretérita e no momento em que a vítima já se encontrava em fuga, não mais oferecendo-lhe qualquer perigo atual ou eminente”, continuou.

O documento do MP destacou ainda que as evidências para enquadrar o policial penal estão no inquérito policial, assim como no laudo cadavérico. Ainda segundo o MP, o policial se manteve calado durante depoimento policial.

Dois dias após o crime, a Justiça converteu para preventiva a prisão em flagrante do policial penal.

Comentários

Cotidiano

PM veta pedido do Fluminense para utilizar ingressos do Ceará, em despedida de Fred

Publicado

em

Por

Tricolor se reuniu com PM para analisar a possibilidade de utilizar ingressos que sobrassem da equipe cearense no próximo sábado, no Maracanã

O Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE), da Polícia Militar do Rio, vetou nesta terça feira o pedido do Fluminense de utilizar os ingressos que não serão usados pela torcida do Ceará. As duas equipes no próximo sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Sábado será dia de festa para a despedida do atacante Fred, que vai defender o Fluminense um última vez diante do time cearense. O Tricolor já vendeu todos os seus ingressos para a partida e vislumbrou a possibilidade de usar os que sobrassem do visitante. Em nota, a PM informou que não será possível atender à solicitação por uma questão de segurança.

Torcida do Fluminense no Maracanã contra o Cruzeiro — Foto: Marina Garcia / Fluminense FC

Torcida do Fluminense no Maracanã contra o Cruzeiro — Foto: Marina Garcia / Fluminense FC

– Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que após inspeção técnica realizada pelo Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE) para verificar a possibilidade do aumento de carga e a viabilidade do projeto apresentado pelo Fluminense Football Club foi constatado que contraria a norma do dispositivo previsto no Estatuto do Torcedor, que prevê barreiras físicas separando as torcidas mandantes das visitantes. Por este motivo, foi negada a solicitação realizada pelo clube – diz a nota.

No último domingo, Fred chegou a fazer um apelo pelas redes sociais à direção do Ceará para que cedessem a carga de ingressos destinada à torcida do Vozão. Veridiano Pinheiro, diretor de operações do Ceará, descartou essa possibilidade, em entrevista ao Diário do Nordeste.

Ao todo, o Fluminense vendeu 56 mil ingressos que estavam a disposição de sua torcida – todos foram adquiridos por sócio-torcedores. Também foram esgotadas as gratuidades.

Com o último jogo dentro do contrato de Fred marcado para acontecer contra o Goiás, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense decidiu promover a despedida uma rodada antes, no Maracanã.

Pelo Fluminense, Fred acumula dois Campeonatos Brasileiros, em 2010 e 2012, e dois Campeonatos Cariocas, vencidos em 2012 e 2022, além do título da Primeira Liga em 2016. Ao todo, disputou 380 jogos e marcou 198 gols.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei; veja resultados

Publicado

em

AABB Escolinha supera Quinari no naipe feminino por 3 sets a 0 e Teles B bate AABB Escolinha no naipe masculino com mesmo placar, nessa segunda-feira, no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco

Duas partidas válidas pela quinta rodada do Copão Zé Carlos de Vôlei Masculino e Feminino foram disputadas nessa segunda-feira (4), no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco (AC). A AABB Escolinha e o Teles B saíram vitoriosos de seus respectivos compromissos.

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei — Foto: FRV

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei — Foto: FRV

Na preliminar, pelo naipe feminino, a AABB Escolinha superou o Quinari por 3 sets a 0 com parciais 25 x 17, 25 x 13 e 25 x 17. Na sequência, pelo naipe masculino, o Teles B bateu a AABB Escolinha também por 3 sets a 0: 25 x 23, 25 x 13 e 25 x 20.

A AABB Escolinha somou os primeiros três pontos no naipe feminino e pulou para segunda posição ao lado da AABB, que tem mesma pontuação. O Teles B subiu para terceira colocação e encostou no Quinari com três pontos cada.

A competição tem sequência na próxima sexta-feira (8), com duas partidas no mesmo local: Teles A x AABB (19h) e Floresta x Mascarenhas Master (20h30). Ambos jogos do naipe masculino.

Classificação – Feminino

Jotas Academia — 6 pts
AABB — 3 pts
AABB Escolinha — 3 pts
Quinari — 0
Floresta — 0

Classificação – Masculino

Teles A — 6 pts
AABB — 6 pts
Quinari — 3 pts
Teles B — 3 pts
AABB Escolinha — 0
Mascarenhas Master — 0
Floresta — 0

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi

Publicado

em

Por

Montante contempla nove federações para incentivo das categorias de base e viabilização de participação das modalidades nos Jogos Escolares. Diretor de esportes cita importância do apoio

O esporte acreano ganhou um incentivo milionário do Governo do Acre para temporada. O diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Júnior Santiago, anunciou nessa segunda-feira (4), um convênio firmado com nove federações no valor de R$ 1,9 mi.

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi — Foto: Divulgação/Assessoria SEE

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi — Foto: Divulgação/Assessoria SEE

As federações gratificadas são as seguintes: Federação de Taekwondo do Estado Acre, Federação Acreana de Atletismo, Federação Acreana de Vôlei (Feav), Federação Acreana de Futevôlei (FAFTV), Federação Acreana de Futsal (Fafs), Federação Acreana de Xadrez, Federação de Desporto Universitário Acre (FDUA), Federação de Tênis de Mesa do Estado do Acre (FTMEAC) e Federação Acreana de Ciclismo.

De acordo com o gestor, os valores repassados às federações têm como objetivo incentivar categorias de bases e viabilizar a participação das modalidades nos Jogos Escolares. Os recursos também serão usados para custear a ida de estudantes para a etapa nacional.

Segundo Júnior Santiago, o termo de fomento vai beneficiar mais de 7 mil pessoas envolvidas direta e indiretamente com o esporte amador e escolar no estado.

Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes — Foto: Kelton Pinho

Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes — Foto: Kelton Pinho

Essa nova modalidade dos Jogos Escolares faz com que todos sejam privilegiados e contemplados com as realizações das etapas estaduais dos Jogos Escolares, levando tanto para o JEB’s (…) como os Jogos da Juventude.

— Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretária Estadual de Educação, Cultura e Esportes.

— Pela primeira vez sendo realizado um convênio no nosso estado com federações. O governo fomentando através do nosso governador Gladson Cameli, que é um compromisso de campanha, um compromisso de governo, fazendo com que o esporte na sua base como todo seja contemplado e essas crianças e adolescentes podem viver um sonho de sair do nosso estado, representando o estado e abrindo uma oportunidade em suas carreiras profissionais — completa o gestor.

Os valores do convênio não foram divididos igualmente entre as entidades. A Feav, por exemplo, vai receber R$ 418 mil para as modalidades vôlei de quadra e vôlei de praia. Já a Federação de Taekwondo do Estado do Acre será contemplada com R$ 145,14 mil. O ge não teve acesso ao documento completo com a divisão dos valores. (Veja parte do documento abaixo)

Repasses do governo para federações acreanas  — Foto: Reprodução

Repasses do governo para federações acreanas — Foto: Reprodução

De acordo com o gestor, essa divisão diferenciada para cada entidade foi feita porque os custos são diferentes para esportes individuais e coletivos. Segundo Júnior Santigo, até o fim desta semana os repasses serão efetuados. Algumas federações não foram contempladas por questões relacionadas a documentação.

Comentários

Continue lendo

Em alta