Magistrados foram orientados para agilizar o andamento dos processos relacionados à violência de gênero nessa semana de mobilização.

 

Juízes de Direito da região do Alto Acre, Brasiléia e Epitaciolândia, receberam a visita da coordenadora estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar, desembargadora Eva Evangelista, que, na ocasião, fez a mobilização para os magistrados da área criminal se empenharem durante a Semana da Justiça pela Paz em Casa, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que ocorre de 20 e 24 de agosto.

Com o juiz de direito Clovis Lodi, em Brasiléia…

A desembargadora visitou a Comarca de Brasiléia, onde se reuniu com os juízes Clovis Lodi e Gustavo Sirena e, depois, visitou a Comarca de Epitaciolândia, onde foi recebida pela juíza Joelma Ribeiro. Os encontros ocorreram na sexta-feira (17).

Nas duas visitas, a decana da Corte Acreana conversou com os magistrados sobre a concentração para agilizar o andamento dos processos relacionados à violência de gênero nessa semana de mobilização, que ocorre o mutirão de audiências. Ela também distribuiu materiais da campanha e comentou sobre as sessões especiais do Tribunal do Júri em todo o Estado, nos quais serão julgados feminicídios, que são crimes dolosos contra a vida de mulheres.

Epitaciolândia, onde foi recebida pela juíza Joelma Ribeiro.

A atividade, principalmente o mutirão, representa o esforço do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) em acelerar seus procedimentos para atender, da melhor forma, as vítimas, solucionando as demandas, por meio dos julgamentos.

“Somente com a união de forças, com a colaboração de todos poderemos dar efetividade às ações de combate à violência doméstica”, disse a desembargadora.

A abertura oficial, pelo TJAC, da 11º Semana da Justiça pela Paz em Casa ocorreu na quinta-feira (16).

Comentários