Conecte-se conosco

Extra

Justiça de Cobija condena homem a 20 anos de cadeia por tentar estuprar e matar menor de 13 anos

Publicado

em

Cidade de Cobija, capital do estado de Pando (Bolívia) – Foto: Alexandre Lima

O Promotor Departamental de Pando, Marco Peñaranda, informou que, em audiência de julgamento oral, o Tribunal de Sentença nº 2 determinou a pena de 20 anos de prisão contra Jesús P.A., 33 anos, autor dos crimes de ‘Feminicídio em Grau de Tentativa e Agravo de Violação de Criança, Menina, Menino ou Adolescente’, cometido contra uma menor de 13 anos na cidade de Cobija, no estado vizinho de Pando.

O Ministério Público demonstrou com provas convincentes a responsabilidade do sujeito nos ataques, pelo qual deve cumprir sua pena na prisão de Guayaramerín.

“De acordo com as investigações, o sujeito morava no mesmo bairro da vítima e na manhã de fevereiro de 2021, o homem entrou na casa da menor, foi até o quarto dela e tentou agredi-la sexualmente, mas como a vítima recusou e tentou pedir ajuda da mãe, o homem começou a esfaqueá-la em várias partes do corpo. Esses fatos foram corroborados com as provas que foram colhidas durante a fase preparatória do processo e expostas durante o julgamento oral, onde Jesús Pimentel, ao ser descoberto, acabou por admitir ser o autor dos crimes (…)”, declarou Peñaranda.

Por sua vez, a promotora designada para o caso, Patricia Romero, afirmou que o evento ocorrido em fevereiro de 2021, a menor dormia em seu quarto com sua sobrinha, enquanto o pai da menor descansava em outro cômodo do imóvel.

O acusado entrou no quarto violentamente da menor e tentou estuprá-la, a adolescente gritou por socorro, então o sujeito a esfaqueou nos braços e nas pernas e tentou sufocá-la.

Após ser alertada, a mãe do menor foi até o quarto e o sujeito fugiu. Transferiram a adolescente para um hospital e posteriormente registraram queixa junto às autoridades, que condenaram o sujeito a 20 anos de prisão no dia 2 de julho.

Com informações de RedUno

Comentários

Extra

Acusado de homicídio na zona rural de Brasiléia morre no Pronto-Socorro de Rio Branco

Publicado

em

Por

Em 2004 Sebastião tinha sido condenado pela pratica um homicídio

O homicida Sebastião Batista do Nascimento, de 41 anos, conhecido pela alcunha de “Tio”, morreu na noite de sábado, 13, no Pronto-Socorro de Rio Branco.

Ele estava internado após ser espancado por populares logo depois de assassinar Gilberto Moisés Onézio, de 44 anos. O crime ocorreu no último dia 7, no ramal do quilômetro 67, localizado na Zona Rural de Brasiléia. A vítima foi morta a golpes de faca.

O autor do crime, Sebastião, foi detido por populares na Comunidade do Ramal Porto Carlos. Ele chegou a ser linchado e só não foi morto no local por conta de intervenção da PM.

Depois de ser preso foi encaminhado ao hospital, mas por conta da gravidade foi transferido para o Pronto-Socorro de Rio Branco, onde foi a óbito.

Uma foto do homicida havia sido divulgada em grupos de WhatsApp mostrando no pronto-socorro após ser atendido e cirurgiado, pedindo ajuda para o mesmo.

A Polícia Civil vai instaurar inquérito para apurar o caso.

Matérias relacionadas:

Homem que matou colono na zona rural de Brasiléia tem registro por homicídio em 2004

Bebedeira termina em assassinato na zona rural de Brasiléia. Autor foi preso por populares

Comentários

Continue lendo

Extra

Em noite de vira-vira, São Paulo Acreano leva título 2022 nos pênaltis em Brasiléia

Publicado

em

Foi uma noite para ficar na história do futsal do município de Brasiléia. A grande decisão entre os times do São Paulo Acreano e Atlético Ferreira aconteceu na noite deste sábado, dia 13, no ginásio de esporte Eduardo Lopes, que já vai passar por uma grande renovação.

A abertura do placar no primeiro tempo, ficou para o jogador do São Paulo durante um chute cruzado fazendo com o jogador do Atlético Ferreira tentasse desviar, mas colocou para dentro do gol, aos 2 minutos e 13 segundos.

A partir daí, os gols foram se alternando até o final do segundo tempo, empatando em 3×3. O empate que levou para a prorrogação, ficou a cargo do Atlético Ferreira, deixando a decisão final ainda mais para os torcedores que lotaram o ginásio.

Na prorrogação de 10 minutos divido em dois tempos de 5 minutos, todos os jogadores já estavam quase esgotados, mas, conseguiram manter o placar em 3×3, ficando então, a decisão para os pênaltis.

O capitão Jairo Amorim do Atlético Ferreira foi o primeiro a bater, mas, desperdiçou chutando para cima. O atacante do São Paulo, Alexandre Vieira, não desperdiçou e abriu o placar, marcando 0x1.

O atacante do Atlético Ferreira, Valderi Pereira, empatou 1×1 com o segundo chute, mas, com o primeiro gol desperdiçado. O segundo chute do jogador do São Paulo também não foi desperdiçado passando à frente no placar, 1×2

No terceiro chute do Atlético pelo jogador camisa 10, Marcos Pinto, chutou na trave desperdiçando o segundo chute, aumentando as chances do São Paulo, mas, que teve seu terceiro chute defendido pelo goleiro Rai Brito.

Seguindo na frente com gol de Ítalo Araújo, a decisão caso desperdiçasse, ficou para o goleiro do Atlético, Rai Brito, que chutou forte e marcou deixando o placar em 2×3.

A decisão então ficou para o time do São Paulo, com a vantagem de um gol. O camisa 11, Cauã não desperdiçou e aumentou o placar para 2×4, sem chance de reverter pelo Atlético Ferreira.

O time Associação Esportiva São Paulo, de Brasiléia, fundado em 2004, conseguiu o seu primeiro título municipal de futsal, além do prêmio de R$ 8.000,00. A prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem esteve presente e entregou os troféus e medalhas aos atletas vitoriosos.

Neste ano, o campeonato de futsal de Brasiléia, homenageou o atleta Jean Kardec da Silva, que faleceu recentemente de causas naturais. Foi um dos grandes esportistas jogando em vários times e vitorioso em muitas decisões.

O jornal oaltoacre.com, juntamente com a Rádio Aldeia FM, fizeram a transmissão ao vivo da final. Veja os melhores momentos abaixo.

Comentários

Continue lendo

Extra

No AC, lei de combate à violência recebe nome de jovem estrangulada pelo namorado

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de Assis Brasil sancionou, nesta sexta-feira (12), o Programa de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e Intrafamiliar no município, que trata sobre a reflexão, conscientização e responsabilização dos autores de violências e grupos reflexivos de homens nos casos de violência doméstica contra as mulheres.

O programa recebeu o nome de Lei Maria Rairlane Rodrigues Gomes, uma homenagem à adolescente de 17 anos, que foi morta por asfixia, em julho deste ano, na cidade de Assis Brasil, no interior do Acre.  O principal suspeito do crime é o namorado dela, um jovem de 18 anos, que foi preso no dia seguinte ao crime.

Relembre o caso abaixo:

Polícia Civil de Assis Brasil prende jovem que matou namorada enforcada e o transfere para Brasiléia

 

Autoridade policiais apuram caso de feminicídio registrado na cidade de Assis Brasil

Comentários

Continue lendo

Em alta