Conecte-se conosco

Acre

Justiça de Epitaciolândia nega a sargento Nery conversão de prisão preventiva em domiciliar

Publicado

em

Sargento da Polícia Militar do Acre, Erisson de Melo Nery – Foto: arquivo pessoal.

A juíza Joelma Ribeiro Nogueira, da Vara Única Criminal da Comarca de Epitaciolândia, indeferiu, nesta terça-feira (8), pedido feito pela defesa do sargento Erisson Nery para que a prisão preventiva que ele cumpre desde o dia 29 de novembro do ano passado, por ter atirado no estudante de medicina Flávio Endres, fosse convertida em domiciliar.

A defesa do sargento requereu que a medida fosse reavaliada em razão de o militar ter testado positivo para Covid-19 no último dia 24 de janeiro. O argumento usado foi de que o benefício teria sido concedido a outros presos que se encontravam na unidade prisional por haver risco de contaminação e disseminação do novo coronavírus na prisão.

Na decisão, a magistrada lembrou que as imputações atribuídas ao requerente são graves, bem como que o crime ocasionou repercussão social, pois o policial militar, após um desentendimento num bar, desferiu aproximadamente quatro disparos de arma de fogo contra a vítima e, mesmo quando esta se encontrava inconsciente e caída ao chão, ainda a agrediu com chutes e socos.

“Verifica-se a necessidade de manutenção da prisão preventiva em razão dos dados concretos extraídos dos autos principais, que evidenciam de maneira inconteste a necessidade da prisão cautelar como garantia da ordem pública, em razão da gravidade concreta da conduta, a destacar que a vítima sofreu as seguintes lesões graves”, diz um trecho da decisão.

A juíza ainda destacou que o requerente é policial militar e que, em tese, é treinado para proteger a população e não para pô-la em risco com comportamento apresentado nas imagens do local, juntadas nos autos da ação penal: uma pessoa extremamente agressiva, desequilibrada e pondo em risco a vida de todos que estavam no local.

Quanto ao argumento de que o militar contraiu Covid-19, a magistrada afirmou que, por si só, pandemia não autoriza o esvaziamento dos cárceres, devendo ser examinado o risco concreto do caso específico, à vida do preso e à segurança da sociedade, para eventual abrandamento do cerceamento à liberdade do preso.

Denúncia

O sargento Erisson Nery foi denunciado pelo Ministério Público no último dia 18 de janeiro pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado, porte irregular de arma de fogo de uso permitido e lesão corporal de natureza grave. A denúncia foi aceita pela Justiça no dia 2 de fevereiro passado, quando o militar passou à condição de réu no processo.

Nery também está sendo processado pela prática dos crimes de homicídio, exercício arbitrário das próprias razões e fraude processual em outro caso, no qual também já foi denunciado pelo Ministério Público, por ter matado a tiros um garoto de 13 anos. O crime ocorreu em 2017, em Rio Branco, após uma tentativa de roubo à residência do policial.

Comentários

Acre

Deputada Jéssica Sales anuncia cura do câncer após cirurgia e celebra: “Deus é fiel”

Publicado

em

Por Thais Farias

A deputada federal Jéssica Sales (MDB) anunciou no início da tarde desta terça-feira, 5, que está curada do câncer de mama. A revelação veio por meio das redes sociais, poucos dias após a cirurgia que fez de retirada da mama. “Hoje é um dia muito especial para mim. O que Deus já tinha me confirmado, se concretizou”, escreveu a parlamentar.

Para ela, existe sim, um Deus fiel e bastou crer no milagre. Sales aproveitou para agradecer a todos que sempre estiveram com ela e a família nessa corrente de orações. “Estou tão feliz. Acabei de receber a ligação do médico mastologista da cirurgia e ele disse que eu não tenho mais câncer”.

De acordo com a deputada, os seguidores que a acompanham foram fundamentais nessa batalha. “Como é importante a gente ter o amor para poder vencer tudo e principalmente Deus no coração. Muito obrigada a cada um de vocês e a Deus, o nosso mais fiel em tudo na nossa vida. Já deu certo”, finalizou.

Comentários

Continue lendo

Acre

Acre registra mais de 500 novos casos de Covid em 24 horas; 6 estão internados

Publicado

em

O Acre registrou nesta terça-feira (5) 530 novos casos de coronavírus, em 24 horas, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre).

O número de infectados é de 127.705 em todo o estado.

Quatro exames seguem em análise no Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Seis pessoas estão internadas nos hospitais de campanha.

Nenhum óbito foi notificado nesta terça, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.005 em todo o estado.

Pelo menos 123. 170 pessoas já receberam alta médica da doença.

Comentários

Continue lendo

Acre

Mulher que escapou de ser esmagada por caminhão desgovernado no Acre fala sobre acidente: ‘milagre’

Publicado

em

Por

Vídeo mostra o momento em que caminhão perde o freio e quase atinge em cheio a pedestre. Mulher fraturou a perna, mas disse que segue bem.

Caminhão capota em cima de pedestre em Cruzeiro do Sul

Maria Neves, de 31 anos, é a pedestre que aparece em um vídeo impressionante que mostra como por pouco um caminhão desgovernado não a atinge em cheio. O acidente aconteceu na manhã de segunda-feira (4), quando ela estava andando na calçada de uma bomboniere em Cruzeiro do Sul.

As imagens mostram o momento em que o motorista perde o controle do caminhão, carregado de cimento, e invadiu a calçada. No momento, a mulher passava bem no local e quase foi atingida em cheio. A Polícia Militar confirmou que o motorista perdeu o freio do veículo ao descer em uma ladeira.

Dá para ver que ela se esquiva, mas o caminhão ainda chega a atingi-la. Logo após o carro capotar, o motorista consegue sair pela janela do veículo e percebe-se uma movimentação para ajudá-la.

Caminhão perdeu o controle e capotou em cima de pedestre em Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal

Caminhão perdeu o controle e capotou em cima de pedestre em Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal

Já em casa e com uma das pernas engessadas, Maria conta que havia ido em casa falar com o marido e voltava para o estabelecimento quando tudo aconteceu.

“Quando eu estava entrando na bomboniere, de cabeça baixa, só ouvi o barulho e senti a pancada na perna. Quando olhei, o caminhão já estava arriado no chão e eu caí. Ainda caí, consegui me levantar, mas caí mais na frente até que me ajudaram”, conta.

Logo após o acidente e do susto, ela foi levada ao hospital da cidade, onde fez um raio-X e foi detectado que fraturou um osso da perna, na parte de trás. Para ela, foi como se tivesse uma segunda chance.

“Realmente foi um milagre. Depois no hospital, todo mundo que viu o vídeo falava isso. O médico, quando foi me liberar, disse que era para eu ir para casa repousar e agradecer porque o milagre foi grande. Como é bom voltar para a casa”, diz.

Em casa, Maria Neves conta que só ouviu o barulho e em seguida o impacto na perna  — Foto: Bruno Vinicius/Rede Amazônica Acre

Em casa, Maria Neves conta que só ouviu o barulho e em seguida o impacto na perna — Foto: Bruno Vinicius/Rede Amazônica Acre

Clique em cima da foto e veja o vídeo do momento impressionate em que mostra que por pouco um caminhão desgovernado não atinge mulher de cheio em Cruzeiro do Sul no Acre

Colaborou Bruno Vinicius, da Rede Amazônica Acre.

Comentários

Continue lendo

Em alta