A informação foi confirmada pelo diretor do Instituto de Administração Penitenciaria

Gina Menezes

Após quase 1 mês preso, o ex-prefeito de Brasiléia, o peemedebista Aldemir Lopes, foi solto na manhã desta terça-feira (9). Aldemir estava preso desde o último dia 14 e cumpria prisão na “Papudinha”, em Rio Branco.

A informação foi confirmada pelo diretor do Instituto de Administração Penitenciaria (Iapen), Martin Hessel, que afirmou que Aldemir foi colocado em liberdade por conta de uma decisão da Justiça Federal.

De acordo com informações repassadas por outra fonte, Aldemir cumprirá prisão domiciliar e está usando tornozeleira eletrônica.

“Ele ficará em sua residência até o desenrolar do inquérito policial, que deve ser concluído na próxima semana, pois foi o prazo final determinado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região”, disse.

Aldemir foi preso no dia 14 de julho durante a deflagração da Operação Metástase em que investigava desvio de recursos públicos e superfaturamento em obras publicas de Brasiléia. O prefeito da cidade, Everaldo Gomes (PMDB) foi afastado do cargo pela polícia.

Comentários