Deputado Geraldo Pereira/Foto: Ascom Aleac
Deputado Geraldo Pereira/Foto: Ascom Aleac

A sugestão de Pereira foi rechaçada pelo deputado de oposição Gilberto Diniz (PtdoB) que ironizou a proposta afirmando tratar-se de uma atitude eleitoreira.

Gina Menezes, da Agência ContilNet

O líder do PT na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Geraldo Pereira, usou a tribuna da casa na manhã desta quarta-feira (12) para propor que em caso de demissão dos 11 mil servidores contratos sem concurso público haja contratação para os mesmos em cargos comissionados, os chamados provisórios.

“Não podemos deixar estas pessoas sem trabalho. Não diz na lei que não podem ser contratados em cargos de comissão”, declarou.

A sugestão de Pereira foi rechaçada pelo deputado de oposição Gilberto Diniz (PtdoB) que ironizou a proposta afirmando tratar-se de uma atitude eleitoreira.

“É ano de eleição e o deputado Pereira quer criar um trem da alegria para apadrinhar mais petistas”, disse.

Vale ressaltar que o debate sobre os 11 mil servidores ameaçados de demissão se intensificou nos últimos dias depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) votou pela inconstitucionalidade da lei estadual que efetivou os servidores.

Comentários