Conecte-se conosco

Flash

Limite com 2 países, Assis Brasil completa 45 anos nesta sexta-feira

Publicado

em

Última sentinela do Brasil na fronteira com a Bolívia e o Peru, no chamado Alto Acre, o município de Assis Brasil completa, nesta sexta-feira (14), 45 anos de emancipação política e administrativa. Foi no governo de Geraldo Mesquita, que a acanhada vila sede do Seringal Paraguassu foi desmembrada do município de Brasileia para se tornar, na época, um dos 12 municípios acreanos.

Além de Assis Brasil, pelos decretos seguintes, foram emancipada as vilas de Quinari, que passou a ser Senador Guiomard, a de Plácido de Castro, que manteve o mesmo nome no novo município, a de Bujari, que assim também permaneceu, e de Japinin, no Alto Juruá, que se tornou o município de Mâncio Lima.

O nome do município é uma homenagem ao diplomata Joaquim Francisco de Assis Brasil, 1938, no Rio Grande do Sul. Foi um advogado, político, orador, escritor, poeta, prosador, diplomata e estadista brasileiro, fundador do Partido Libertador, deputado e membro da junta governativa gaúcha de 1891. É apontado também como como o pecuarista que introduziu no Brasil o gado Jersey, o gado Devon e a ovelha Karakul, tendo participação importante na introdução do cavalo árabe e no melhoramento do Thoroughbred, o puro sangue inglês, no país.

Mas, o grande feito que o fez merecer a homenagem no Acre foi, justificou o governo na época do batismo do município, sua participação, ao lado do Barão do Rio Branco, título do diplomata José Maria Paranhos Júnior, na assinatura do Tratado de Petrópolis, no Rio de Janeiro. O tratado pôs fim ao conflito armado entre bolivianos e brasileiros do Acre pela pose do território.

Assis Brasil tem hoje uma população estimada em 2020 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de 7 534 habitantes numa área é de 4.974,175 km², na tríplice fronteira entre o Brasil, o Peru e a Bolívia, formando um núcleo de populações vizinhas, com a cidade peruana de Iñapari, e com a cidade boliviana de Bolpebra. O município é servido pela rodovia BR-317, que é a única rodovia que liga o Brasil ao Peru.

Os primeiros habitantes do que um dia se tornaria o município de Assis Brasil foram os Machineris, um povo indígena do grupo etnográficoo Aruaque, que atualmente habita a Área Indígena Mamoadate, com uma parte localizada dentro dos limites do município e a outra localizada no município vizinho de Sena Madureira. Os primeiros moradores não-índigenas do município foram os três irmãos Freire, que vieram do Estado do Maranhão em 1908: Belarmino Freire, Policarpo Freire e Durval Freire se estabeleceram às margens do rio Acre, próximo ao Marco Rondon.

Aliás, o município um dia ficara famoso por ter sido rota de passagem do lendário marechal Cândido Rondon no início do século passado, na definição dos limites do Brasil com os países vizinhos. O marco que leva o nome do marechal, no centro de Assis Brasil, teria sido fincado no local com o homenageado fazendo parte do grupo de operários que atuavam nas obras.

Assis Brasil, no entanto, ficou famosa, até internacionalmente, no início deste ano, por ter servido como abrigo de imigrantes, a maioria haitianos, na diáspora do Brasil rumo ao Peru e de lá em busco de retorno ao país devastado em 2010 por um grande terremoto que atingiu toda a região do Caribe.

O pioneiro Vicente Bessa foi o primeiro prefeito nomeado da Vila Assis Brasil, porque no Acre, na época, um território federal, a população tinha direito de eleger pelo voto direto somente os cargos do legislativo. Os cargos executivos (prefeitos e governador) eram nomeados pelo Presidente da República. Sua primeira eleição para prefeito deu-se em 1985, na condição de o menor colégio eleitoral do país na época, quando o então prefeito, Antônio Monteiro, do PDS, ganhou a eleição de Vicente Bessa, por exatos dez votos de diferença num colégio eleitoral de pouco mais de 200 eleitores.

O município atualmente é administrado pelo prefeito Jerri Correia, eleito pelo PT (Partido dos Trabalhadores). Mesmo que seu partido seja visceral adversário do governador, Jerri Correia tem mantido boas relações com o Palácio Rio Branco, ocupado pelo governador Gladson Cameli (PP). Não por acaso o governador participará, na tarde de hoje, das comemorações alusivas aos 45 anos do município.

Durante as comemorações, o governador vai assinar ordem de serviço para de manutenção preventiva e corretiva na “Escola Edilsa Maria Batista” e entregas de equipamentos agrícolas adquiridos com emenda do deputado federal Alan Rick (DEM-AC). O prefeito Jerri Correia tem feitos elogios à postura de Gladson Cameli ao declarar que o governador distribui recursos sem olhar o partido do prefeito, se aliado ou adversário. “È um democrata”, elogia Correia, ao se referir ao governador de um partido adversário.

POR TIÃO MAIA

Comentários

Flash

Adolescentes tentam fuga durante apresentação de teatro e ferem agente do ISE na cabeça

Publicado

em

Por Leônidas Badaró

Oito menores internados no Instituto Socioeducativo Aquiry, localizado na Apolônio Sales, tentaram uma fuga da unidade na manhã desta terça-feira, 5, que terminou com um agente ferido na cabeça.

De acordo com as informações obtidas pelo ac24horas, os jovens infratores aproveitaram uma atividade de teatro realizada no espaço onde é o refeitório e tentaram fugir fazendo uma servidora de refém. A ação rápida dos agentes socioeducativos impediu que a fuga fosse concretizada.

O caos foi grande durante a confusão com cadeiras sendo arremessadas e quebradas, pedaços de estoque (arma artesanal) e confronto entre agentes e os adolescentes. Um agente recebeu um golpe na cabeça com uma cadeira onde abriu um corte profundo. O profissional, que não teve o nome revelado, foi levado para o pronto-socorro.

O ac24horas conversou com o Cel PM Mário César Freitas, presidente do ISE, que mesmo afastado se recuperando da Covid-19, deu explicações. “Foram oito adolescentes que tentaram a rebelião. Nossos agentes agiram rápido, mas infelizmente, um foi ferido com um corte na cabeça. Foi levado ao PS e graças a Deus, não houve nenhum trauma, apenas o corte no couro cabeludo. Todos os 8 foram levados para a delegacia, depois vão passar pelo IML e todos os demais procedimentos”, afirmou.

Comentários

Continue lendo

Flash

Limites da reserva Chico Mendes será reduzida caso PL 6024 seja aprovada

Publicado

em

O Projeto de Lei Nº 6024 que visa a alteração dos limites da Reserva Extrativista Chico Mendes, localizada nos municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Capixaba, Epitaciolândia, Rio Branco e Sena Madureira, no Estado do Acre e modifica a categoria do Parque Nacional da Serra do Divisor, é de autoria da Deputada Federal Mara Rocha – PSDBAC e tem movimentado muitos debates de populares do estado desde 2019, ano em que o projeto entrou em tramite.

A reserva Chico Mendes foi criada em 1990 em homenagem ao seringueiro Chico Mendes que na noite de 22 de dezembro de 1988, foi executado a tiros na porta dos fundos de sua casa, em Xapuri. O assassinato reverberou em todo o mundo, levando o governo brasileiro a tomar medidas para prender os assassinos e reconhecer a importância da luta dos seringueiros.

Ate o presente momento, o projeto segue aguardando Parecer do Relator na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) e já esta aprovado as audiências para debater o projeto.

O Deputado Leo de Brito disse ao Jornal Oaltoacre.com que é contra o projeto e o mesmo pode ser considerado uma afronta aos residentes da reserva.

Já alguns moradores da reserva se mostraram favorável ao projeto, pôs, segundo eles, o projeto pode facilitar a produção da agropecuária e criação de bovinos na região, uma vez que moradores da reserva são limitados em suas produções por se tratar de uma reserva. O problema ainda não debatido, é que se caso o projeto seja aprovado, antigos moradores daquelas regiões poderá reivindicar suas terras novamente causando conflito com os moradores atuais já que antes das terras se tornar reserva, pertenciam a alguém.

Audiências púbicas já foram realizadas nos poderes legislativos dos municípios de Assis Brasil, Epitaciolândia e Xapuri para debater sobre o assunto, movimentos contrários e favoráveis ao projeto segue em debate até o momento da votação.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Autoridades policiais investigam tentativa de homicídio ocorrido em Epitaciolândia

Publicado

em

Na noite do dia 2 (Sábado), um jovem de 17 anos sofreu uma tentativa de homicídio Rua Raimundo Ribeiro, localizada no Bairro Vila Vitória por volta das 20 horas. Sem alvejado por cerca de quatro disparos efetuados possivelmente de uma pistola automática.

Segundo foi levantado pelas autoridades policiais que já estão investigando o caso, o jovem deu entrada no hospital Raimundo Chaar em Brasiléia, após ser encontrado por terceiros com vários ferimentos que acionaram os socorristas do Corpo de Bombeiros.

O jovem foi baleado quatro vezes; sendo dois disparos na perna esquerda, um no abdômen, um na mão esquerda e outro na mão direita. No dia, foram acionadas guarnições da Polícia Militar, Civil e até da PRF até o local.

Foi registro no Boletim de Ocorrência (B.O.) que, o jovem teria sido abordado por um casal quando caminha pela rua. O homem suspeito teria sacado da arma e efetuado os disparos e em seguida, saíram caminhando rumo a passarela que dá acesso a avenida Santos Dumont, tomando rumo ignorado.

O jovem foi encaminhado para o hospital, onde recebeu os primeiros socorros, sendo transferido para a capital, onde passaria por cirurgia e se encontra até esta terça-feira, dia 5. Seu estado de saúde atual não foi comunicado e o caso se encontra em aberto.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários

Continue lendo

Em alta