Os servidores efetivos do Estado e os cargos comissionados respiram aliviados, ainda, com seus pagamentos em dia e a garantia do 13º salário. Esse não é o caso, porém, dos mais de 100 servidores temporários da Emater, que ingressaram no serviço público através de um concurso simplificado realizado no meio do ano. A reclamação é de que seus salários estão atrasados há mais de uma semana. A denúncia chegou ao ac24horas, através de uma leitora, que está entre as pessoas prejudicadas e que pede para não ter seu nome revelado.

Idésio-Luis-Franke
Diretor-presidente da Emater, Idezio Frank

“O que fazer quando um secretário contrata aproximadamente 130 servidores e não paga? Um gestor contratar trabalhadores, pais de família, e não pagá-los no mínimo é um amadorismo que põe em xeque a gestão. Como o governador ira explicar isso a esses trabalhadores e fornecedores, pois é certo a demissão em massa e a quebra de empresas locais por culpa de políticos irresponsáveis que só pensam em ocupar o órgão para se beneficiar e sugar o que a instituição tem de mais nobre: o seu nome e seus servidores”, diz a mensagem da servidora.

Procurado, o diretor-presidente da Emater, Idezio Frank, disse que o atraso se deu em função do repasse que ainda não foi feito pelo Incra, já que esses servidores são pagos através de um recurso oriundo de um convênio entre os dois órgãos.

Para piorar a aflição dos servidores, Idézio Frank disse que “provavelmente” o dinheiro estará na conta até o dia 05, próximo sábado.

“Nós temos até o dia 05 para pagar. Esses provisórios dependem de um dinheiro que vem de Brasília. E o Incra era pra ter repassado o dinheiro na terça-feira e não repassou, mas provavelmente estará repassando hoje ou amanhã. Essa que é a história”, informou.

Do ac24horas.com

Comentários