O encerramento do Carnaval Cultural Magid Almeida contou com a presença de mais de 15 mil foliões, que fizeram a festa nesta terça-feira, 5, em Cruzeiro do Sul. Além de animada, a festa foi pacífica e não registrou nenhuma ocorrência policial.

A proposta de agregar empreendedorismo e cultura agradou ao público presente, que compareceu aos cinco dias de folia. Nesse último dia de evento, a programação agregou um mixo de tudo que rolou no Carnaval que, neste ano, além de homenagear um carnavalesco importante da região, resgatou os desfiles da Escola de Samba Verde Rosa e do bloco dos Marujos.

“O nosso Carnaval foi altamente positivo em todos os sentidos. Impulsionamos a economia ao mesmo tempo em que promovemos um resgate cultura. O prefeito Ilderlei Cordeiro está de parabéns por apostar num formato que agregou diversão, negócio e segurança”, salientou o secretário de Cultura, Aldemir Maciel.

Em média, 10 mil pessoas apreciaram diariamente a festividade. A professora Sandy Guedes aprovou o formato. “O Carnaval foi muito bem organizado e contou com um ambiente de muita paz. E é isso que a gente espera da sociedade, que brinque mantendo a paz e união”, destacou a docente, que apreciou a programação carnavalesca acompanhada da família.

A cruzeirense Graciete Mendoça também caiu na folia. “Eu vim três noites com as minhas amigas. Gostei muito, pois não fomos expostos a violência e ainda apreciamos grandes apresentações artísticas”, frisou.

Magid Almeida

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, decidiu homenagear, no Carnaval 2019, José Abid Almeida, conhecido como Magid Almeida, que faleceu aos 80 anos em fevereiro de 2017. Durante décadas, os clubes do carnavalesco eram as únicas opções de Carnaval na cidade.

O filho, Airlan Almdeida, agradeceu a honraria condida ao pai. “Nosso total agradecimento ao prefeito Ilderlei Cordeiro, por essa grande homenagem. Papai sempre atual no Carnaval e é uma emoção muito grande saber que Cruzeiro do Sul o reconhece como seu maior carnavalesco.”

 

 

Comentários