Major Rocha se reúne com o diretor geral do DNIT para discutir situação precária da BR 364

O deputado federal Major Rocha (PSDB) reuniu-se na manhã desta quarta-feira (8) com diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casimiro, para discutir a precária situação da BR 364 em todo o Estado e com destaque para o trecho entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul. A reunião contou ainda com a presença do deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), representando a região do Juruá.

“A pauta principal da nossa reunião foi a situação precária da BR-364 e os recentes casos de fechamento da rodovia por falta de manutenção. Vamos lutar sempre e com todo o afinco para a reconstrução da rodovia, de forma a permitir as condições de trafegabilidade durante todo o ano. A BR-364 é uma importante via de acesso e também vital para o crescimento econômico da região do Juruá”, afirmou Rocha.

No último dia 3 houve um escorregamento da cabeceira da ponte sobre o igarapé Cigana, distante apenas dois quilômetros da cidade de Cruzeiro do Sul, provocando o fechamento temporário da rodovia. O local recebeu uma obra paliativa para permitir o fluxo de veículos e a estrada foi reaberta.

DNIT promete ações intensas no verão

O diretor do DNIT informou que tão logo haja a redução das chuvas na região, vai começar o CREMA, um programa paliativo de recuperação dos trechos que estão em pior estado. Valter Casimiro garantiu a trafegabilidade da rodovia durante todo o ano e proteu que o órgão vai trabalhar no Projeto de reconstrução da BR, reciclando a base e melhorando a capa asfáltica.

Mas o fato é que o DNIT retomou a responsabilidade de manutenção da estrada há apenas um ano, com graves problemas estruturais e vários trechos com problemas de construção, todos herdados do Governo do Acre. Valter Casimiro revelou ainda estar em estudo de viabilidade técnica e econômica a construção de rodovia dos município isolados de Jordão, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

 

O Programa CREMA

Crema é a sigla utilizada pelo DNIT para “Contratos de Manutenção com longa duração”, com responsabilidade direta do contratado na execução das obras, no controle de qualidade e nos serviços de manutenção.

O programa CREMA, envolve uma recuperação inicial de todo o lote contratado, restaurações de segmentos, conservação, recuperação de pontes, recuperação do passivo ambiental, terceiras faixas necessárias, contratos de longa extensão, contratos de preços globais e serviços pagos por meio de índices de desempenho. Fonte: <http://www.dnit.gov.br/download/rodovias/rodovias-federais/terminologias-rodoviarias/terminologias-rodoviarias-versao-11.1>

Comentários