Várias pessoas com camisas e cartazes alusivos às reivindicações chegam ao local de concentração para participarem do ato unificado.

A passeata teve início na Avenida Carlos Gomes, seguiu pela 7 de Setembro, Júlio de Castilho e finalizou na Praça das Caixas D’Água.
Jornal Rondoniagora.com

Centenas de manifestantes realizaram passeata pelas principais vias do centro comercial de Porto Velho, em protestos contra a Reforma da Previdência, mais empregos e contra cortes na educação, saúde e políticas sociais.

A passeata teve início na Avenida Carlos Gomes, seguiu pela 7 de Setembro, Júlio de Castilho e finalizou na Praça das Caixas D’Água. Não houve incidentes durante a passeata.

Desde cedo, várias pessoas com camisas e cartazes alusivos às reivindicações chegam ao local de concentração para participarem do ato unificado.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, disse que a categoria entendeu que todos deveriam participar da greve já que a luta é de toda sociedade brasileira. “É muito importante todos estarem unidos nesta manhã porque a reforma vai afetar toda sociedade brasileira e de forma injusta. Nós entendemos que o trabalhador não pode pagar sozinho o preço de um governo que não geriu o sistema de seguridade social. Queremos que o governo dialogue com toda a sociedade antes de tomar qualquer decisão e por isso estamos todos reunidos para juntos lutarmos”, disse a presidente.

BR-364

Logo no início da manhã, três estudantes encapuzados jogaram e atearam fogo em pneus na BR-364, na altura do acesso à Usina de Santo Antônio. Eles foram identificados pela Polícia Militar e citaram o protesto contra a reforma da previdência e cortes na educação.

Vídeo: Encapuzados incendeiam pneus e fecham a BR-364 em Porto Velho

Três homens encapuzados jogaram e atearam fogo em pneus na BR-364, na altura do acesso à Usina de Santo Antônio, em uma ação qie pode ter ligação com protestos convocados pelas centrais sindicais.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF( não houve feridos e os criminosos fugiram. O tráfego foi paralisado.

Ainda de acordo com informações da PRF, a Polícia Militar conseguiu prender os acusados, que são irmãos.

A Polícia Militar identificou três estudantes como responsáveis pelo fechamento da BR-364. Eles jogaram e atearam fogo em pneus na altura do acesso à Usina de Santo Antônio. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), citando relato dos envolvidos, o protesto é contra a reforma da previdência e cortes na educação.

A PRF afirma que o tráfego de veículo não foi prejudicado. Já os três manifestantes assinaram um termo de compromisso e foram liberados. Ainda conforme a PRF, no momento, há apenas uma das pistas da rodovia ainda fechada, enquanto são retirados os resquícios dos pneus queimados.

 

Comentários