Conecte-se conosco

Geral

Máquinas começam a rasgar mato e terra e anel viário de Brasiléia começa a se desenhar

A construção do anel viário terá um contorno pela BR-317 de 10,30 quilômetros, junto a uma ponte de 250 metros, sendo 4,18 quilômetros em Brasiléia e 6,12 em Epitaciolândia

Publicado

em

Por acrenews

A parte de mata e campo por onde vai passar a BR-317 em Brasiléia e Epitaciolândia, na rica região do Alto Acre, por causa do anel viário, começaram a ser rasgadas pelas máquinas pesadas. À medida que o ronco dos motores aumenta o sonho da população daquela regional do Estado começa a se materializar.

A obra estruturante dará mobilidade a uma região que cresce vertiginosamente, onde moram cerca de 60 mil pessoas, na fronteira com a Bolívia. Além disso, a ponte nova sobre o Rio Acre, passando por fora da cidade, dará celeridade no corredor que liga o Brasil ao Peru, pela BR-317, passando ainda pelo município de Assis Brasil.

A construção do anel viário terá um contorno pela BR-317 de 10,30 quilômetros, junto a uma ponte de 250 metros, sendo 4,18 quilômetros em Brasiléia e 6,12 em Epitaciolândia, beneficiando toda uma população, num investimento de R$ 60 milhões em recursos oriundos do Governo Federal, que deverá ser executado em dois anos.

Essa semana o empresário Orleilson Cameli, dono da empresa CZS, líder do consórcio que venceu a licitação, fez um portfólio particular do início dos trabalhos, com as máquinas rompendo a mata e chegando as margens do rio Acre. Filho do ex-governador Orleir Cameli (in memoriam), Orleilson “Zico” lembrou do pai, que asfaltou a BR-317 quando governou o Acre de 1994 a 1998. “Muita emoção”, disse. Zico também filmou a condução das máquinas entre Cruzeiro do Sul e Brasileia, tudo sob forte emoção.

O empresário Zico não é o único entusiasmado com a obra. Além dele, tem uma lista de moradores, dos prefeitos e do próprio governador Gladson Cameli (Progressistas), cujo início da obra do anel viário pode ser considerado o ponta pé inicial da fase que marcará o Acre com grandes obras.

“São situações como essa que fazem valer a pena a gente ser político. O tempo e a burocracia às vezes nos atrapalham muito, mas não adianta colocar a carroça na frente dos bois. Obrigado ao presidente da República, por ter atendido todos os pedidos do Acre, além do Dnit, Deracre e Seinfra, mas, principalmente, àquele que está na ponta, o servidor debaixo do sol, direto na realização da obra. Ainda estamos vivendo um momento muito difícil com essa pandemia em todo o mundo, mas já estamos vencendo o jogo, com vacinação garantida, e vamos seguir mais do que nunca pelo desenvolvimento do Acre”, disse o governador.

Prefeitos empolgados com obra comemoram geração de emprego

Sérgio Lopes, prefeito de Epitaciolândia

“O anel viário, além de aquecer a economia com a obra em si, trará diversos benefícios, entre eles; diminuirá o trânsito de veículos pesados no centro das cidades; atrairá novas empresas para a região com a finalidade de exportar seus produtos; e proporcionará emprego e renda para muitas famílias”, disse o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes (PSDB), ao AcreNews.

Fernanda Hassem, prefeita de Brasiléia

O prefeito dos epitaciolandenses, assim como a de Brasiléia, Fernanda Hassem (PT), reconhecem o esforço do Governo para a realização desse sonho de décadas. “Todo o nosso agradecimento ao Governador do Estado, Gladson Cameli, por esse investimento”, escreveu ao AcreNews Sérgio Lopes.

Comentários

Geral

Oportunidade: Energisa Acre está com vagas abertas para contratação de eletricistas e técnicos 

Publicado

em

Por AscomA Energisa Acre está recrutando eletricistas e técnicos. Você tem interesse? Todas as vagas abertas estão disponíveis na plataforma de carreiras do Grupo Energisa: https://jobs.kenoby.com/grupoenergisa.

Além disso, a empresa mantém um Banco de Talentos para Pessoas com Deficiência, Engenheiro Eletricista e Eletricista.

Os salários oferecidos dependem do cargo, experiência e formação. O profissional tem direito a planos de saúde e odontológico, previdência privada, vale-alimentação ou refeição, auxílio creche e educacional, Programa de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), programas de qualidade de vida e auxílio academia, entre outros.

A Energisa é a primeira do setor elétrico brasileiro a ocupar uma posição no Linkedin Top Companies entre as empresas mais desejadas pelos brasileiros para se trabalhar e construir carreira.

Centenas de contratações em 2021 

Desde o ano passado, a Energisa Acre já contratou 301 profissionais para atuar em diversas áreas. A empresa é uma das principais em geração de emprego e renda no estado. No setor elétrico, destaca-se pela inovação, com foco na sustentabilidade, qualidade dos serviços prestados e segurança.

Sobre a Energisa 

Com 117 anos de história, o Grupo Energisa é o maior privado do setor elétrico com capital nacional e o também o maior na Amazônia Legal. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. O Grupo atende a 8,2 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de mais de 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, transmissão, serviços especializados de call center (Multi Energisa), mercado de contas digitais (fintech Voltz) e a (re)energisa, que atua na geração distribuída, serviços de valor agregado e comercialização de energia.

Comentários

Continue lendo

Geral

Homem tenta matar irmã a tiros de espingarda e acaba preso

Publicado

em

Conforme a polícia, apesar de ser irmão da vítima, o rapaz queria uma relação amorosa com ela, mas, diante das negativas, teria tentado matá-la.

Um homem, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi preso, no último sábado, 21, após invadir o quarto da própria irmã e tentar matá-la a tiros de escopeta, na rua 12 de Julho, bairro Santa Inês, em Rio Branco.

Conforme a polícia, o acusado é irmão adotivo da jovem e a motivação do crime seria que o rapaz tentava se relacionar amorosamente com a jovem, mas, diante das negativas, teria tentado matá-la. Ele foi impedido por outros familiares que entraram em luta corporal com o acusado.

Um tiro chegou a ser disparado dentro da casa, mas não atingiu ninguém, graças a ação das testemunhas que, após imobilizarem o rapaz, acionaram a Polícia Militar.

O acusado foi conduzido à Delegacia Central de Flagrantes (Defla) pelo crime de tentativa de feminicídio e a arma foi apreendida.

Comentários

Continue lendo

Geral

Emendas parlamentares destinam mais de R$ 12 milhões para cidades do AC aplicarem na Saúde

Publicado

em

Por

Resolução com divisão dos valores para 13 cidades acreanas foi publicada na edição desta segunda-feira (23) do DOE.

Os deputados federais do Acre repassaram mais de R$ 12 milhões em emendas para que as prefeituras de 13 cidades acreanas invistam na área da saúde. A resolução com divisão dos valores para os municípios foi publicada na edição desta segunda-feira (23) do Diário Oficial do Estado (DOE).

A publicação, assinada pela secretária de Saúde do Acre, Paula Mariano, que é presidente da Comissão Intergestores Bipartite (CIB-AC), pontua que o repasse foi aprovado pelo plenário da comissão e também considerou um ofício encaminhado pela Associação dos Municípios do Acre (AMAC)

Os valores devem ser passados do Fundo Nacional de Saúde direto ao fundo dos municípios. A secretária Paula Mariano informou o recurso será repassado aos municípios direto pelo Ministério da Saúde.

Conforme a resolução, os valores devem ser usados para compra de equipamentos, ampliação e construção de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além da construção de Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

Divisão dos valores por cidade:

 

Resolução com divisão dos valores das emendas para 13 cidades acreanas — Foto: Reprodução/DOE

Resolução com divisão dos valores das emendas para 13 cidades acreanas — Foto: Reprodução/DOE

Comentários

Continue lendo

Em alta