A pré-candidata à Presidência da República pela Rede, Marina Silva, cancelou na noite desta quinta-feira (10) sua participação na sabatina realizada pela Folha, o UOL e o SBT.

A ex-ministra e ex-senadora daria entrevista nesta sexta (11), mas, segundo sua assessoria de imprensa, Marina está afônica e, por isso, impossibilitada de participar do encontro. A conversa será remarcada para uma nova data, ainda não definida.

Marina seria a segunda sabatinada da série. No dia 7 de maio, o senador Alvaro Dias (Podemos) foi o primeiro entrevistado. Os próximos serão Ciro Gomes (PDT), no dia 21 de maio, e Geraldo Alckmin (PSDB), em 23 de maio.

As regras de participação nos debates foram definidas em reunião na sede do SBT no dia 22 de março, com representantes de 18 dos 35 partidos registrados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Foram convidados os seis candidatos ao Palácio do Planalto mais bem colocados na pesquisa Datafolha divulgada em 16 de abril. Com a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera levantamento, Alvaro Dias, o sétimo colocado, foi convidado.

Jair Bolsonaro (PSL) ainda não confirmou a data de participação.

Comentários