Conecte-se conosco

Geral

Médicos de Feijó denunciam a falta de profissionais para o fechamento da escala

Publicado

em

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) encaminhará ao Ministério Público Estadual (MPE) uma denúncia pela falta de condições de trabalho no Hospital Geral de Feijó. O motivo é a falta de profissionais para o fechamento das escalas de plantão, chegando a ter a disponibilidade de apenas um médico para atender a maternidade e ao pronto-socorro, ao mesmo tempo.

Segundo o presidente do Sindmed-AC, Murilo Batista, um novo documento também será encaminhado à Secretaria de Estado de Saúde voltando a cobrar melhorias para a unidade de saúde do interior. No local, quando há médico convocado para atuar, no modo sobreaviso, o plantonista também precisa auxiliar o trabalho do colega durante uma cirurgia, não podendo realizar outros atendimentos até o final do procedimento.

“Quando há a convocação do colega de sobreaviso, o plantonista precisa entrar na sala de cirurgia para auxiliar, com isso os outros atendimentos são paralisados e, caso exista dois atendimentos urgentes, um ficará aguardando até o final da cirurgia, com isso o outro paciente corre risco de morte”, protestou o presidente do Sindicato.

O Sindmed-AC também cobra o envio para o município de ginecologista/obstetra e outros especialistas para atender a população com maior efetividade, evitando o gasto com o Tratamento Fora do Domicílio (TFD).

A denúncia aponta ainda que o Serviço Móvel de Urgência (Samu) não possui médico responsável para os deslocamentos, assim, em caso de urgência, o único médico do hospital terá que sair do plantão para levar paciente até Cruzeiro do Sul, deixando a unidade sem plantonista.

Com as dificuldades impostas, os médicos estão impedidos de gozar de direitos trabalhistas mais elementares e necessários para a saúde, como férias.

“Já tratamos das mesmas reivindicações com os gestores e, mais uma vez, levaremos o caso para o governo do Estado para cobrar uma resposta”, finalizou o Sindicalista.

Comentários

Geral

Polícia Civil prende faccionado que participou da morte de indígena

Publicado

em

Na manhã deste sábado, 21, a Polícia Civil em Feijó deu cumprimento ao mandado de prisão em desfavor de I.S.O, de 19 anos de idade, em razão de estar sendo investigado pela participação na morte do indígena Ribamar Barbosa Kaxinawá, morto no dia 07 de janeiro de 2022, numa região de mata, localizado nos arredores do bairro Vitória, na cidade de Feijó

A vítima foi morta de forma cruel, sendo obrigada a cavar sua própria cova, foi alvejada por disparo de arma de fogo, e depois teve sua garganta cortada com uma faca.

Até o presente momento oito pessoas estão presas acusadas de participação no homicídio que chocou, sobretudo a comunidade indígena da cidade de Feijó.

De acordo com a investigação, o crime foi cometido de forma extremamente hedionda, não tendo a vítima qualquer chance de defesa. A morte se deu em razão de dívida de drogas.

Comentários

Continue lendo

Geral

Vanda Milani terá nome confirmado como pré-candidata ao Senado neste sábado durante encontro do PSD

Publicado

em

A deputada federal Vanda Milani (PROS-AC) terá seu nome oficializado como pré-candidata ao Senado da República a partir das 14h da tarde deste sábado (21), durante Seminário Estadual do Partido Social Democrático (PSD) em Rio Branco. O evento será prestigiado pela presidente nacional do PROS, Sandra Caparrosa e do Articulador Político do partido, Henrique Junqueira. O nome do senador Sérgio Petecão (PSD-AC) também será oficializado como pré-candidato ao governo.

“O que me motiva para mais esse desafio em minha vida é o Acre” disse a deputada durante apresentação dos Eixos/Diagnósticos para elaboração de um Plano de Governo Participativo, na noite de ontem, 20, na Casa Amarela.

Defendendo um movimento político com a cara e a voz do povo acreano, a deputada afirmou que a participação popular será fundamental para a construção de propostas que visem o desenvolvimento do estado atendendo as demandas regionais.

“Vamos trabalhar na construção desse plano ouvindo todos os setores e todos os municípios. Precisamos levar mais alimento à mesa das famílias acreanas e isso acontece com o fortalecimento do agro. A agricultura familiar precisa da mão amiga do estado. Campo forte é sinônimo de economia aquecida”, avaliou a deputada.

Vanda Milani chega com sua pré-candidatura ao Senado depois de ser eleita deputada federal com mais de 23 mil votos em 2018. Ela foi a parlamentar mais atuante da bancada federal do Acre, reconhecida pela organização Ranking dos Políticos por dois anos consecutivos.

Biografia:

Vanda Denir Milani Nogueira, é natural da cidade de Cedral (SP). Foi militar, professora, assessora jurídica, delegada de Polícia Civil, procuradora do Ministério Público Estadual do Acre.

Atualmente é membro titular da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania; membro titular da Comissão do Meio Ambiente, colegiados da Câmara dos Deputados.

Comentários

Continue lendo

Geral

Justiça nega pedido e mantém julgamento de Flordelis em Niterói

Publicado

em

Defesa alega que contato entre juíza e juri pode influenciar sentença

A deputada federal Flordelis, fala sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo.

A Justiça carioca negou hoje (20) o pedido da defesa da ex-deputada federal Flordelis dos Santos de Souza para que o julgamento fosse transferido da 3a Vara Criminal de Niterói para o Rio de Janeiro. A decisão liminar é do desembargador Celso Ferreira Filho, relator do caso na 2a. Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.

A defesa de Flordelis alegou, no dia 3 deste mês, que a juíza do caso, Nearis dos Santos Carvalho Arce, titular da 3ª Vara Criminal de Niterói, tinha falado com os jurados que devem atuar no processo sobre o julgamento da ré. Eles alegaram que, ao comentar sobre o caso em uma reunião, a magistrada teria comprometido a parcialidade dos jurados.

Na decisão, o magistrado escreveu “não ter havido qualquer quebra de imparcialidade dos jurados quando reunidos com a juíza titular da 3ª Vara Criminal da Comarca de Niterói, confirmando tratar-se de reunião rotineira entre a magistrada e eventuais componentes do corpo de jurados, na qual Ministério Público, assistente de acusação ou defesa têm acesso. Finalizo reiterando o indeferimento.”

Condenações

Em novembro de 2021, o Tribunal do Júri de Niterói condenou dois filhos da ex-deputada federal Flordelis pelo assassinato do pastor Anderson do Carmo. Flávio dos Santos Rodrigues, filho legítimo de Flordelis, acusado de ter efetuado os disparos contra a vítima, foi sentenciado a 33 anos, dois meses e 20 dias de prisão em regime inicialmente fechado.

Ele foi condenado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma de fogo, uso de documento falso e associação criminosa armada.

Já Lucas Cezar dos Santos de Souza, filho adotivo, acusado de ter sido o responsável por adquirir a arma do assassinato, foi condenado a sete anos e seis meses de prisão em regime inicialmente fechado, por homicídio triplamente qualificado.

Comentários

Continue lendo

Em alta