Promotora entendeu estar presente no caso os requisitos que autorizam a decretação da prisão preventiva

Deroci é acusado de agredir casal e ameaçar ex-esposa/Foto: Arquivo pessoal
Deroci é acusado de agredir casal e ameaçar ex-esposa/Foto: Arquivo pessoal

Da Contilnet

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) por meio da promotora de justiça de violência doméstica, Dulce Helena de Freitas Franco, pediu a prisão preventiva do lutador de MMA Deroci Barbosa, de 25 anos. A promotora entendeu estar presente no caso, os requisitos que autorizam a decretação da prisão preventiva nos termos previstos no Código do Processo Penal. Dulce Helena também alegou em seu pedido, o descumprimento das medidas protetivas de urgência.

LEIA TAMBÉM:
Lutador briga em boate no AC, agride colega de cela e fala em ‘armação’

Após agredir um casal de jovens, lutador de MMA é liberado da prisão; “indignada”, diz irmã de vítima

Mensagens de celular mostram que lutador já havia ameaçado de morte ex-mulher; veja as conversas

Deroci foi preso na noite de domingo, 8, após invadir a casa da ex-namorada, Milliane Silva, de 31 anos, em Rio Branco. De acordo com a polícia, a mulher estava em casa com o filho de 10 meses, que tem com o lutador, quando Barbosa arrombou a porta e tentou agredi-la. O casal que estava hospedado na casa de Milliane tentou conter o lutador, mas foi agredido e a amiga dela teve o nariz quebrado.

Poucas horas depois de ter quebrado o nariz da jovem Pâmela Alves Pereira, 25 anos, com um soco e esmurrado o namorado dela, o sargento do Exército Lourenço Oliveira, 28, que sofreu um profundo corte no supercílio esquerdo, o lutador Lourenço Derocir Babosa, 25, já havia sido liberado da prisão através de um alvará de soltura expedido pelo juiz Raimundo Nonato, da 3ª Vara Criminal.

(Ascom MP)

Comentários